segunda-feira, abril 20, 2009

São "Buracos" a Mais

Em...Almada todos conhecemos a forma atabalhoada como decorreram as obras para o Metro Sul do Tejo (MST), o TGV de Almada, os transtornos que provocaram aos almadenses e a quantos por força de obrigações tinham de se deslocar a Almada.
Terminadas as "obras à pressa", esperava-se pela tranquilidade resultante da excelente requalificação urbana preconizada pela presidente da Câmara. Não. As obras recomeçaram porque "os buracos" são muitos e é preciso abrir novos buracos para reparar ou refazer o que foi mal feito e que não é pouco. Há muitos, novos e frescos buracos, abertos seja para reparar as "belas" e defeituosas calçadas, ligar um esgoto que foi interrompido, um cano que não ficou ligado, enterrar receptáculos para lixo, reparar solo que abateu, etc, etc. Um desses novos buracos:
intervenção recente, no espaço canal de S. Alteza Real o comboio MST- o TGV de Almada
A nova fonte de água pulverizada na Praça de S. João Baptista, em simbiose com a natural energia eólica local, talvez fruto de uma ideia da Agência "ASNEAL", mantém o solo em redor sempre molhado.
Um aspecto notável da "requalificação urbana", de "excelente" efeito visual proporcionado a quem passa no local.
Estes pequenos problemas teriam sido evitados, se houvesse desde o início das obras a colaboração voluntariosa de gente obreira - proletária ou vanguarda do proletariado - que durante a obra do MST deixasse de se deslocar em carros topo de gama e andasse com carros de massa (cimento) nas mãos, a trabalhar ao lado dos operários.
( por questões de segurança e higiene no trabalho é aconselhável em obra, o uso de roupa e calçado adequado, bem como de capacete )
(foto Jornal da Região)
Assim seria uma obra perfeita!
EMALMADA agradece a colaboração de cidadão

12 comentários:

Korea-Seoul-Map disse...

Very nice blog~ ^^
do you know Seoul, Korea?
if not, visti my blog.~~
Thanks a lot!
Have a great day~~ * ^^ *

Anónimo disse...

Com tantas asneiras, não há local de Almada intervencionado para a obra MST que não tenha problema e venha a ser mexido.
Até o espaço canal.
É o máximo!

É o resultado de tudo que se faz com preocupação de mostrar serviço.

Quanto à Maria Emília de Sousa da fotografia, ficava fixe com fato macaco, colete, botas de protecção e capacete.

O trabalhador ao lado parece não gostar da concorrência ou não lhe ligou importância?

Anónimo disse...

Maria Emília gosta de fazer passar a imagem de que é uma mulher do povo.
Mas dentro dos gabinetes manda-o à fava e está-se nas tintas.
Ela é toda sorrisos e lágrimas, quando as circunstâncias populares assim aconselham.
Em público porque nos gabinetes tira o disfarce e segue em frente.
O trabalhador ao lado está aborrecido porque trabalha cem mil vezes mais que ela e recebe cem mil vezes menos.
O caraças esta vida de pseudo proletária.

atento disse...

Camaradas comunistas é verdade que a Emília dita do povo anda num carro de topo de gama que custa milhares de euros. Não acredito, depois vêm os oportunistas dizerem, que sim senhor a mulher tem que andar num carro destes porque é presidente. Só para elucidar estes comunistas falsos, que nos paises do norte, os presidentes de camara andam de transportes públicos. Mas já dizia a minha avó cuidado com aquela gente que vem de baixo e se tornam ricos com poder, tornam-se ditadores. Por exemplo em Felgueiras existe uma presidente de camara muito querida pelo povo.

fernendo sousa da pena disse...

Tanto disparate faria rir com gosto, não fossem as consequências nas vidas dos cidadãos.

No último Órgão Oficial de Propaganda Comunista, também conhecido como Boletim Municipal, tecem-se loas à obra do MST e às soluções geniais do Plano de Mobilidade.

A título de exemplo, é referida a boa solução dos semáforos ditos inteligentes (nem sempre muito espertos, digo eu...) na Av. 23 de Julho. O descaramento não tem limites, face às filas inusitadas de carros que se acumulam à espera de tão inteligente gestão de tráfego.

Quanto às imagens que mostra, nada de novo. A imbecilidade de uma fonte daquelas numa praça ventosa é bem acompanhada pela genial solução paisagística de tropicais palmeiras na mesma praça.

Enfim, mas nada de preocupante, até porque a fonte rapidamente será mais bem enquadrada por criativos graffiti, contra os quais já sabemos que não há nada a fazer, ou se houver são perigosas propostas fascistas de quem não entende a manifestação artística dos desprotegidos da sociedade (vulgarmente conhecidos como delinquentes).

Anónimo disse...

Essa coisa dos semáforos inteligentes foi uma invenção da inteligente Catarina Freitas.
Como resultado a inteligência virou burrice.
O que na Catarina não é de admirar.
Se não estivesse esta senhora apadrinhada pela MES e ser muitooooooo amiga da Alexandra, filha da MES, já estaria no fundo de desemprego há muito tempo.

Anónimo disse...

A propósito do Dia da Terra a cidade de Almada é objecto de uma reportagem no jornal Público. A administradora delegada da Ageneal, Catarina Freitas apresenta uma ideia de cidade sustentada e amiga do ambiente pondo Almada no topo das cidades em Portugal no que diz respeito ao esforço que tem sido feito na transformação da cidade. O titulo é esclarecedor, "A Almada das ciclovias e do sol nos telhados", um excelente trabalho de mistificação que o Público não procurou verificar no terreno. Esta nossa concidadã dá-se ao luxo de informar o jornal que é uma utilizadora diária da bicicleta dando assim com o seu procedimento o verdadeiro exemplo para os demais cidadãos. Podem por favor informar-me quando e onde alguem se cruzou com esta ciclista na cidade de Almada?
Oliveira

Observador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Para vossa informação a Catarina Freitas é utilizadora diária dum carro a gás natural, um FIAT, que faz parte da frota municipal. Isto é, a protegida da MES é a única dirigente da CMA com carro pago pelos nossos impostos.

Proveitos de família...

Anónimo disse...

Mas isso não é novidade, anónimo antecedente a mim.

Anónimo disse...

Sr.ª Maria Emilia vá para casa e não estrague mais a bela Cidade de Almada que tinhamos.

Anónimo disse...

Já que a Nossa Senhora de Fátima cá vem (com o que eu concordo, pois dá movimento á cidade),esperemos que a MILITA nãe esqueça de pedir PERDÂO por ter ESTRANGULADO a ÙNICA AVENIDA que Almada tinha, só para ter um PRÈMIO na mão. Quem lho deu não sabe que os gazes nas outras pequenas ruas triplicaram e que para ELA ter esse PRÈMIO temos a classe dos COMERCIANTES DESTRUIDA, e consequentemente ALMADA MORTA.SR PRESIDENTE PEÇA PERDÃO PELO TEMPO QUE ESTÁ A LEVAR A RECONHECER QUE ESTA AVENIDA CORTADA ESTRANGULOU TODA A CIDADE.Não tenha vergonha de mostrar que reconhece que errou, a Nossa Senhora PERDOA_LHE porque ELA sabe que não foi de PROPÒSITO. O Indignado