quinta-feira, junho 21, 2007

Metro Sul do Tejo (MST) - o OTA II

Em...Almada, estranhamente acontece em Almada....o OTA II
Zé Povinho
Museu Rafael Bordalo Pinheiro - Caldas da Rainha
Em notícia da Lusa, no Diário Digital de 19-06-07, Marco Aurélio, Encarregado da Equipa de Missão do MST, informa que o terminal do MST em Cacilhas será provisório nos próximos dez anos. É mais uma avultada despesa à custa do contribuinte, num projecto concebido à revelia da população almadense, que já contabiliza elevada derrapagem orçamental. Fazer um terminal provisório para dez anos na obra de um projecto iniciado há vinte anos, tem algo a ver com aquilo que o povo designa por incompetência. Tal como o Aeroporto da OTA tinha prazo de validade anunciado, o terminal do MST para Cacilhas é farinha do mesmo saco. Os mentores do projecto pouco se incomodaram ou incomodam com os gastos, porque não sai do seu bolso e daqui a dez anos já não estarão a comer no mesmo restaurante. Assim como o fumador dependente que fumava cigarros da marca “Provisórios” definitivamente e, da marca “Definitivos” provisoriamente quando faltavam os “Provisórios”, gastando sempre no vício tabaco, os responsáveis pelo projecto do comboio de Almada gastam definitivamente em obras provisórias, dinheiro que faz muita falta aos portugueses na Saúde e na Assistência Social, obrigando as famílias portuguesas a sacrifícios económicos desnecessários. Percebemos agora porque o PCP/CDU não foi exuberante nas críticas à opção OTA para o novo Aeroporto de Lisboa.Foi só uma questão de coerência nos interesses político-privados. Se o tivessem feito, agora teriam de criticar o terminal provisório MST – OTA II em Cacilhas. O silêncio é de ouro quando se conhecem as jogadas rasteiras feitas antecipadamente.
O MST – OTA II é projecto, é querer, de uma Câmara de Abril onde o desperdício provisório-definitivo de dinheiro é feito democraticamente, não na Lógica da Batata mas, na Lógica da Batota. Nota: Estranhamente, esta notícia da Lusa não diz uma única palavra sobre as intervenções/contestação dos moradores da Ramalha – Rua Lopes de Mendonça e Rua Polónio Febrero Junior - às obras do MST e às manobras da Câmara Municipal de Almada para prejudicar os moradores das Ruas Lopes de Mendonça e José Justino Lopes, não querendo cumprir o Despacho 06.07/05SET de 22JULHO2005, da Secretária de Estado dos Transportes.
Por que será?

22 comentários:

Anónimo disse...

Concordo com Marco Aurélio, porque este senhor já compreendeu que o MST é um falhanço e não justifica fazer o terminal definitivo se isto é para levantar do terreno dentro de 10 anos.
Já se arrependeu do favor que anda a fazer à CMA a defender a passagem da linha pela r.lopes de mendonça e a dar o rosto pela vergonha da obra.

Minda disse...

Isto é, de facto, um abuso à sã consciência dos almadenses e um ataque descarado aos bolsos dos contribuintes portugueses: à derrapagem financeira que o projecto já tem, ainda se vai juntar o custo da construção de um terminal provisório, mais o incómodo das obras futuras e uma nova construção. Milhares de euros dos nossos impostos que andam, assim, a ser desperdiçados. Francamente...

Alcantaras City disse...

ola!
muito obrigado por postar em meu blog o seu está otimo e econcordo plemnamente sobre isso que você está falando

um grande abraço!!!!

observador disse...

Isto começa a ser deveras interessante.
Compete às entidades visadas dizer algo sobre esta coisa, cada vez mais estranha.

Estranha forma de vida. E de política.

Joao disse...

Boa tarde

Devo indicar que a comparação entre o projecto da OTA e o projecto Metro Sul do Tejo é o mesmo que comparar o Rio com o Oceano e não querer compreender as suas diferenças e especificidades. Só confunde uma corrente maritima com uma corrente fluvial, quem não sabe nadar ou nunca viu um caudal de água.

E o mesmo se aplica à analogia entre o caso Bragaparques Lisboa e os parques sitos em Almada. Eu diria até que é uma comparação serôdia e unicamente pronunciada por quem não conhece a fundo os procedimentos da Câmara.

mário silva disse...

È um facto assumido que a perfeição mora em Almada.
Já sabemos quem vai ser candidata a primeiro-ministro nas próximas elições, para construir um metro de superfície provisório, de Faro a Valença do Minho.
Depois é só esperar que noxos irmãos gallegos, venham comprar a patente do provisório.

Anónimo disse...

Sobre este assunto, e porque sou apoiante da maioria das posições assumidas pelo"emalmada", acho que devemos ser sérios e dizer as verdades todas...
Toda a gente sabe que o terminal do MST vai ser construído no local que o plano prevê.
Acontece que com o Projecto da ALMADA NASCENTE que ninguém sabe quando vai começar e ainda menos quando vai acabar, falou-se na hipótese de fazer o terminal na doca 13.
Ora esta solução exigia que fossem os promotores do ALMADA NASCENTE a suportar essas despesas.... Mas, como é habitual a Câmara fugiu a essa responsabilidade, no estilo "toca e foge" que lhe é habitual... e os promotores daquele projecto, se vierem a existir poderão então mudar o local do terminal.
Penso que não é sério deturpar a verdade dos factos só para criar adesões a um problema que efectivamente temos.

Anónimo disse...

Pois...então poderá ser por agora um presente Provisórios e um futuro Definitivos, até que alguém levante a tenda e vá montar o circo em outro baldio.

rouxinol disse...

...ou oásis. Porque não?
Os camelos do deserto cá estão para pagar.

EMALMADA disse...

Pergunta-se a joão:
Na verdade há um Rio Ota e um Rio Tejo. Qual deles é Oceano?

observador disse...

Oh senhor joao
Permita-me que o cite:

"E o mesmo se aplica à analogia entre o caso Bragaparques Lisboa e os parques sitos em Almada. Eu diria até que é uma comparação serôdia e unicamente pronunciada por quem não conhece a fundo os procedimentos da Câmara."

Agora, uma pergunta: O senhor conhece a fundo ou nem tanto os procedimentos da Câmara? E a que Câmara se refere? Lisboa ou Almada?
Olhe que falar do que não se conhece é complicado.

Saudações

Martin L. disse...

A SRA. MINDA DEVIA APRENDER A ESTAR CALADA, EVITAVA POLUIR O AR COM AS ASNEIRAS QUE DIZ.. :)ISTO SIM, ERA ECOLÓGICO E BOM PARA ALMADA :)

Martin L. disse...

A SRA. MINDA DEVIA APRENDER A ESTAR CALADA, EVITAVA POLUIR O AR COM AS ASNEIRAS QUE DIZ.. :)ISTO SIM, ERA ECOLÓGICO E BOM PARA ALMADA :)

EMALMADA disse...

É incompreensível este que assina por martin l., embora saiba o que anda a fazer.
Deve estar desfocado e o melhor é desligar o interruptor.

Minda disse...

Caro martim l.:

Escreveu pouco, é verdade, mas disse muito (há que reconhecer tão profícua sabedoria).

Mostrou ter dupla personalidade (ou tem um irmão gémeo que o repete), além de problemas de afirmação pessoal (por isso necessita de gritar - HUM!, talvez, por lapso se tenha esquecido, apenas, da tecla CAPS LOCK on) e, como tal, vou ser condescente consigo, perdoando-lhe a sua falta de precisão cognitiva, quiçá de memória ou dislexia verbal...

Mas, afinal, de que asneiras me acusa? Poluir o ar com palavras? Saberá V.ª Ex.ª o que diz? ou estará a referir-se àqueles que vêm para aqui mostrar os seus dotes de português vernáculo como forma de esconder o vazio de ideias e em vez de discutirem, seriamente, os temas que são trazidos à colacção pelo autor do blog?

Ecológico para Almada? Parece-me um acto de narcisismo absoluto e primário esta sua referência à ecologia urbana da cidade de Almada... ver-se ao espelho enquanto escreve torna-o desatento e, por isso, parece-me que fica confuso.

Poupe-nos o senhor, isso sim, às demonstrações da sua fraca capacidade de argumentação. E que, por isso, se limita a repetir a mesma frases em vários locais como se fosse um disco riscado ou uma cassete falhada que alguém se esqueceu de substituir.

Enfim, aproveite o fim-de-semana e descanse que isso é sintoma de cansaço.

Entretanto, aprenda as regras da boa educação e volte a este espaço para discutir ideias.

Continuação de um bom sábado e um excelente domingo.

observador disse...

Não vale a pena.
Decididamente, não interessa a ninguém, nem aos próprios, repetidos ou não, clonados ou nem por isso, os disparates e sobretudo a forma como vegetam pela blogosfera.
Perder tempo com este tipo de gente? Não, obrigado.

Hermínio disse...

Chamem o Joe (Berardo), o rei Midas do Benfica, para construir o Almada Nascente. Ofereçam-lhe as dívidas do Fundo Margueira, os terrenos todos incluindo os envolventes, mais o projecto do Arquitecto Sir Richard Rogger que a Câmara pagou, tudo a custo zero com a obrigação de construir Almada Nascente e o terminal do Metro na doca 13, no prazo de 10 anos.
Se o Sr.Joe acreditar que vai ter compradores para o que construir dêem-lhe tudo porque se não for assim ninguém vai construir aquele mega projecto da iniciativa da D. Maria Emília que assim afirmou quem manda aqui, se ela se a sua rival numas autárquicas, então Secretária de Estado, Leonor Coutinho.
Espero que este projecto se venha a realizar. Será que vai demorar 200 anos como a Ponte Salazar (25 de Abril)?
Não digo para convocarem o Engº. Belmiro de Azevedo porque este é mais difícil de conquistar pelo coração. É conhecida a sua capacidade de raciocinar, bom aluno de matemática e explicador da matéria quando jovem não vai tão facilmente em cantigas que por cá cantamos.
Ponhamos os pés no chão e a realidade é que a não haver postos de trabalho a população vai ter que diminuir, mesmo na Grande Lisboa.O actual cais de de Cacilhas chega bem para ir apanhar o Metro à Praça do Comércio e ir apanhar o Comboio para qualquer destino europeu. Para continuarmos a crescer precisávamos de mudar coisas, algumas das quais não estão só no nosso voluntarismo.

Anónimo disse...

Acabem com esta merda e sejam honestos...

observador disse...

O que significa ser honesto?
Acreditar em mentiras?
Aceitar as propostas indecentes vindas do poder central/local?
Assobiar para o lado, disfarçar e pensar que nada se passa?

Há desonestidade. Há.
Mas diga lá onde e quem a pratica.

EMALMADA disse...

A irritação e a incontinência sobem na cabeça de alguns.
Paciência o problema só a eles diz respeito.

Hermínio disse...

No que ficamos: o terminal do comboio em Cacilhas, será por 10, como diz Marco Aurélio; por 20, 30, 40 ou mais anos?
Se fizer votação opto pelos 40 ou mais anos. Já temos duas posições: em Almada e Marco Aurélio votam 10 anos. E o estimado visitante, se tem opinião deixe-a ficar. Vamos fazer assim um inquérito pelo Blog e além disso tenhamos paciência com alguns visitantes.

Anónimo disse...

Já perguntaram aos que ficam tapados pelo MURO do terminal da Doca 13 se gostam?
Se fossem vocês gostavam?
Aceitam-se alternativas