domingo, junho 03, 2007

A Autarquia e os Autarcas

Em...Almada passou-se há 20 anos algo que um visitante deste blog quis associar aos actuais autarcas, tecendo a propósito um comentário num dos "posts" aqui inseridos.
Por mera coincidência, recorrendo ao baú de recordações, mão amiga fez-nos chegar esta notícia do Jornal de Almada de 27 de Fevereiro de 1987.
(Clique sobre o doc. para aumentar e ler)
É recordação para uns e talvez incómodo para outros, porém nada temos a acrescentar. Limitamo-nos a divulgar a notícia que é um pouco da história autárquica deste concelho.
Outras seguir-se-ão, partindo do básico princípio que estamos vivendo numa democracia.
Será mesmo ?

14 comentários:

zé democrata disse...

Tratou-se de um afastamento, uma depuração,um golpe baixo ou de tirar o tapete?

Anónimo disse...

Há em Almada alguém que se lembre disto. Tenho ouvido que José Vieira foi afastado por quem está agora e que para se limpar deu o nome do Vieira ao campo de futebol do Piedade.

no name boy disse...

Já neste blogue falei disso.
Parece que alguém mistura o antigo presidente com a actual.
Basta pensarem nos dois e descobrirem as diferenças.

Votante da CDU disse...

Tenho acompanhado o triste espectáculo que este blog tem vindo a fazer com a figura da nossa querida Presidente D. Maria Emilia, denegrindo-a e até chegam ao ponto de trazer para esta fossa a memória do meu querido camarada José Martins Vieira, pondo também a sua integra e honesta personalidade como arma de arremesso.
A vossa moral é tão baixa e suja que por falta de argumentos trazem à praça uma notícia de um pasquim que foi o maior inimigo de José Martins Vieira e da CDU.
Quem não lembra da campanha difamatória do Jornal de Almada e seu sanguinário director.
Deixem-se de merdas e vejam de frente aquilo que teimam em não reconhecer...

Anónimo disse...

Este blogue devia ter legendas.
E decifrador de ideias.
Cada vez que este votante da cdu escreve não se percebe nada.
E mistura alhos com bugalhos.

Alfredo Tinoco disse...

Acham que não se percebe o que o Votante da CDU, escreve.
Só não vê quem é cego e vocês não passam de rebanho de carneiros cegos. Nos vossos cerebros só existe areia e pedras.
Não se agitem muito por favor...

no name boy disse...

Este bateu com a cabeça na parede e ficou assim. Recusou a assistência dos serviços de traumatologia.
Cuidado com o sol.

alfredo tinoco disse...

Peço desculpa pelo meu devaneio. Eu não queria dizer aquilo, sou sempre muito educado e uso saias travadas em casa.
Desculpem!

Alftredo Tinoco - o Verdadeiro disse...

Este alfredo Tinoco é bem diferente de mim. Eu sou Alfredo Tinoco com A grande , enqunto que ele usa saias travadas em casas e é frequentador do Parque EDUARDO VII,ou seja è Rabeta, leva onde comem as pombas e ainda por cima é alfredo Tinoco mas com a pequeno.
Aliás assina como é a dimensão do seu cérebro. Vou a dizer mais uma vez que me Chamo-me Alfredo Gaspar Rodrigues Tinoco moro em Almada e não sou historiador.
Portanto, seu falso alfredo Tinoco deixe-se de ser parvo, para além de ser maricas e assuma a sua identidade.
Estes seus devaneios já são muito conhecidos. Tal como disse ao primo Zé Tinoco a vida amarga que você e o primo tiveram na Casa Pia e as noites perdidas no Parque Eduardo VII, fizeram de vocês uns Gay’s muito chiques, por isso deve-se desculpar e compreender todo o vosso rancor e tristeza.
Ninguém tem a culpa de você falso alfredo Tinoco, ter a mania de gostar de ser filho do meu pai, mas sabe o meu pai não manda a pilinha para qualquer pita mal lavada e cheirosa a bedum.

Termino, dizendo que conheço mas de barro, agora você lida todos os dias com eles mas de carne...

Alfredo Tinoco disse...

Este alfredo Tinoco é bem diferente de mim. Eu sou Alfredo Tinoco com A grande , enqunto que ele usa saias travadas em casas e é frequentador do Parque EDUARDO VII,ou seja è Rabeta, leva onde comem as pombas e ainda por cima é alfredo Tinoco mas com a pequeno.
Aliás assina como é a dimensão do seu cérebro. Vou a dizer que me Chamo-me Alfredo Gaspar Rodrigues Tinoco moro em Almada e não sou historiador.
Portanto, seu falso alfredo Tinoco deixe-se de ser parvo, para além de ser maricas e assuma a sua identidade.
Estes seus devaneios já são muito conhecidos. Tal como disse ao primo Zé Tinoco a vida amarga que você e o primo ttiveram na Casa Pia e as noites perdidas no Parque Eduardo VII, fizeram de vocês uns Gay’s muito chiques, por isso deve-se desculpar e compreender todo o vosso rancor e tristeza.
Ninguém tem a culpa de você falso alfredo Tinoco, ter a mania de gostar de ter filho dom meu pai, mas sabe o meu pai não manda a pilinha para qualquer pita mal lavada.

Feitor disse...

Cá estão de novo os Tinocos, um diz ser o verdadeiro, o outro diz usar saias travadas em casa.
Desculpem, lá mas estamos na presença de um Tinoco que diz macho e um outro que se diz fémea.
Aconselho a acasalarem-se, talvez assim deixem de darem a marrar um com o outro.

EMALMADA disse...

Não insistam com este estilo de intervenções, tal qual, com a finalidade de desestabilizar porque não conseguem o que pretendem.
Sabemos que cidadão incomoda e incomoda-vos especialmente quando denúncia arbitrariedades e prepotências que uns quantos pretendem ocultar. Tenham paciência porque continuaremos aqui a escrever e informar sobre Almada. Não são pessoas com personalidades deformadas e traumatizadas, que nos fazem desistir.
Pretendem querrilha psicológica subversiva?
Bateram a porta errada!
Façam uma reciclagem em cidadania e civismo. Leiam uns bons livros de "Boas Maneiras de Viver em Sociedade."

Ponto Verde disse...

Tenho séria dúvidas que neste enclave da margem sul, ultimamente apelidado de deserto, se viva, cultive e pratique o que se entende por democracia.

Bom, democracia no sentido de participação civica na coisa publica, de forma aberta e sem medos, uma vez que uma cultua do medo, de ameaça velada nunca deixou de pairarpor estas bandas, diria mesmo que se pasou de uma ditadura a outra, e esta segunda trasvestiu-se nos ultimos anos do que supostamente combate.

Enquanto as outras forças politicas mais não quiserem que apresentar s votos figuras secundárias quando de eleições... a ideia do deserto é-lhes definitivamente intrinseca, nada feito, pois perante uma máquina profissional montada há trinta anos...o cidadão pode fazer pouco e ser sistemáticamente enchovalhado, ver alguns dos comentários anteriores, mas que incomoda...incomoda!

EMALMADA disse...

Pois é, passámos de uma ditadura a outra, esta sob vestes democráticas para alimentar uns quantos, envergonhados sequiosos de poder, do mando, condutores de rebanhos,convencidos por autodeterminação de uma perigosa "infalibilidade".
Cidadão tem o dever de questionar, intervir na praça pública. Continuaremos.