quarta-feira, outubro 01, 2008

Dinheiro para que te quero!

Em...Almada, há muito lixo, sempre abundou o lixo na via pública porque a limpeza urbana do concelho e a recolha de lixo e resíduos sólidos tem sido e é MUITO MAL EXECUTADA pela autarquia.
Os munícipes pagam uma taxa (e não é pequena) na factura do consumo de água, para recolha de resíduos sólidos, mas desse dinheiro no valor mensal de centenas de milhares de euros, recolhido pelos SMAS/CMA não se vê os resultados da sua aplicação prática na eficiência e eficácia do serviço de limpeza urbano prestado aos munícipes. Some-se....provavelmente de múltiplas maneiras em prejuízo dos munícipes e do concelho.
A Câmara Municipal de Almada com saldo positivo de 9,5 milhões de euros nas suas contas, segundo diz, não tem contemplação com os munícipes, nem se preocupa em prestar serviços de qualidade.
Há câmaras deste país que distribuem gratuitamente aos seus munícipes sacos para lixo. Isto é serviço público e meio caminho para consciencializar o cidadão a colaborar na separação dos resíduos sólidos domésticos ou urbanos, na limpeza e melhor aspecto do concelho.
De certeza que a recolha dos resíduos e lixo doméstico é realizada com mais facilidade e eficácia.
Apresentamos o exemplo do Município de Lagos que distribui gratuitamente sacos aos seus munícipes:
clique nos doc. para aumentar e ler
Caro munícipe almadense se quer sacos para o lixo, compre, dirão os eleitos e seus "seguidistas".
A Câmara só gasta dinheiro com as suas bases eleitorais, o associativismo dito popular.
A taxa que o munícipe paga no recibo de água, faz muita falta à Câmara Municipal e aos SMAS para contratar terceiros para recolher muito mal ou não recolher, os resíduos sólidos, para propaganda, para festas e para foguetes e para outros fins.
Sempre foi assim os ricos, (a CMA é) com algumas excepções, pouco dão aos outros.
Os pobres com as suas dificuldades, sempre são mais solidários.
A Câmara de Almada é rica porque explora os munícipes, apesar de se dizer comunista.
Para a limpeza do concelho não há dinheiro, por isso Almada é o concelho mais sujo e degradado do país.
No Concelho de Almada os munícipes são explorados até ao tutano pela Câmara.

15 comentários:

Anónimo disse...

Na rua Polonio Febrero Junior, freguesia dá Cova dá Piedade só limpam uma vez cada 15 dias, também temos uma quinta que é uma vergonha já que a seu ao redor não há calçadas e a barreira de proteção esta feita com todo tipo de resíduos recolhidos no lixo. Também nesta rua e por causa das obras do metro puseram uns canos de cimento para por os sinais de rua cortada, o metro já circula há um ano e meio, tiraram os sinais mas os canos de cimento ali continuan no meio do passeio. A rua está cheia de buracos, ervas, formigueiros, etc.

Mas o pior deste bairro é na rua Capitão Salgueiro Maia, ali se encontra um terreno que é uma verdadeira lixeira, quando você abre a janela a visão é de plasticos, papéis, embalagens de todo tipo, caixas, etc, é insano para os moradores. Vos convido a dar-se um passeio e comprovar a vergonha de camara que temos. Tambén vos informo que neste bairro pagamos o IMI mas caro de Almada.

Anónimo disse...

Hoje vimos o metro a circular por Almada só para cumprir programa porque as condições de segurança não estão garantidas para cidadãos, peões e automobilistas.
Querem mostrar serviço e cumprimento de datas, mas em que condições e com prejuízo de quem? As passagens de peões sobre a linha não estão feitas ou acabadas. Em certos locais são covas continuas.

Concessionária, dono de obra e fiscais mostram bem a incompetência e irresponsabilidade que os impregna.
O cidadão é constantemente empurrado, violentado, explorado.Em sintese: é roubado. Trata-se neste Sec. XXI dos Direitos Humanos de uma versão de roubo e da violência que os senhores feudais exerciam sobre os servoa, para beneficiar alguém, concessionária ou pessoas implicadas na obra.

Estranhamente hoje dia de greve nos transportes públicos a presidente da Cãmara de Almada não mobilizou seus correligionários e piquetes de greve para impedir a circulação do metro, nem apareceu ela e os seus a reivindicarem condições de segurança para peões automobilistas e população.
Que "ganda moral" têm estes comunistas e esta Câmara.

Refinados vendedores de ilusões e miragens.

Fernando Sousa da Pena disse...

Como se não bastasse, e fruto desta gestão autárquica desleixada, há em muitos locais do concelho uma invasão de baratas...

O estado de decadência de Almada é assustador. Já não sei se é infausta negligência, grosseira incompetência ou obscena política de terra queimada.

Qualquer que seja a razão, este é um mandato danoso, que irá deixar cicatrizes profundas. E os seus responsáveis persistem num autismo miserável, comprometendo o futuro de uma terra que em má hora lhes foi confiada.

Anónimo disse...

Fernando Sousa da Pena

Há muitos anos que Almada está infestada de baratas, sobretudo das grandes e voadoras que saem em noites quentes dos sumidouros de águas pluviais.

Mas, baratas em Almada integram o programa da Câmara Municipal e da presidente para baixar o custo de vida à população:
São muitas e Baratas mesmo.
Para quem não está interessada no desenvolvimento do concelho com qualidade sócio-económica e na sua preservação e limpeza urbana, as baratas são aliadas naturais do lixo e de quem cultiva a pobreza e a promiscuidade social.

Ao nível dessas baratas voadoras está também a praga ou peste destes autarcas oportunistas que infelizmeemte estamos a aturar há mais de 30 anos.

Anónimo disse...

Portugal é uma grande m.... e Almada o dobro.

Anónimo disse...

O caro EmAlmada chamou taxa a uma tarifa. Rectifique lá.
Ainda aparece por aí o
escrevinhador-mór do reino de sua majestade a dizer que você não percebe nada disso.
E o homem é capaz até de dizer que temos mais um caso de psiquiatria e de polícia.

Há uma cidade/concelho cheia de ratos, baratas voadoras e das outras, ratos e ratazanas.
E os rastejantes que diariamente rezam a Nossa Senhora MES para ver se conseguem um milagre?

Ruas com buracos? Mentira. A minha não leva uma rega asfáltica desde que nasceu e lá se mantém, pacientemente, à espera que o espertalhão que diz ser responsável por essas coisas aprenda o que é o alcatrão, o que são buracos e outras coisas afins.
Mas como moro numa freguesia subdesenvolvida, já estou habituado.
Freguesia de Caparica, conhecem?
Aí mesmo, onde a miséria existe e ninguém parece reparar.

Vou andando.

EMALMADA disse...

Caro anónimo 6:00:00 PM
Tem razão a Câmara ou os SMAS designam por "Tarifa de Resíduos Sólidos" aquilo com que nos sobrecarregam na factura da água.

Chamem-lhe taxa ou tarifa obrigam-nos a pagar e o retorno do serviço prestado é mau.

Quer parecer-me que é mais taxa que tarifa.
Tarifa pagamos nos transportes públicos e temos alternativas. Podemos utilizar outro operador, táxi ou até o transporte individual.

Qual a alternativa ao serviço municipal para a recolha de resíduos sólidos, para o tratamento e drenagem dos esgotos?
Há um monopólio, logo somos obrigados a pagar, é taxa.
Somos taxados pela utilização, imposta, desse serviço público.

Anónimo disse...

Curioso, há um autarca CDU-PCP de Almada e outro ex autarca CDU-PCP de Almada este com funções ainda ligadas à Protecção Civil ou similar que parece têm uma casita ou apartamentozito emm Lagos.
Quem são?
Podiam dar a MES este folhete exibido no post, que receberam como proprietários do refúgio para a reforma solarenga no sul de Portugal, para onde vão também alguns proletários, com mais sumo económico, do partido.

Al-Ma'dan disse...

O problema da limpeza urbana em Almada é muito antigo e, pasme-se, tem vindo a piorar.
Com o vereador anterior do pelouro, o José Gonçalves, a coisa estava mal, com o actual, Jorge Martins, a coisa está ainda pior. Está tão mal, que por vezes sou levado a pensar que a divisão de limpeza não existe de facto.
É um escândalo! Certas zonas do concelho, com particular destaque para a Charneca, parecem cidades africanas daquelas de 4.º mundo. Há lixo por todo o lado: nas bermas, em redor dos contentores, em redor do ecopontos, enfim, uma vergonha. As ervas nascem nas calçadas de tal forma que os peões têm de andar na estrada. Há zonas do concelho de muita passagem, quer de peões quer de automóveis, que estão mais de um ano sem serem limpas, daí que o lixo quase que chegue ao "tecto".
Mas, toda esta escandalosa e vergonhosa situação, que num país e num concelho normais, já teria feito rolar cabeças, mantém-se e manter-se-á pois a táctica desta gente é dizer que a culpa é dos almadenses porque são porcos, ponto final, parágrafo.
É claro que nada disto tira o sono ao senhor vereador e à sua patroa.
Aliás, o vereador que já mostrou sobejamente não ter competência para ocupar o cargo que ocupa, se tivesse vergonha já se teria demitido.
Embora eu pense que a culpa não é toda dele, pois o problema principal deve ser a MESousa. É que esta divisão precisa de mais investimento, e quem manda nos tostões e milhões da câmara é a autocrata de serviço MESousa, por isso o vereador tem de baixar a crista.
E assim Almada cá vai andando nesta apagada e vil tristeza, até que a m...da chegue ao tecto.

Anónimo disse...

li recentemente neste blog, escrito por comentador que um vereador, não me recordo o nome, tinha vindo de carregador/ descarregador de material na Câmara.
Poderá o curioso elemento (sabe tudo)destacado pela MEmília Sousa para os blogos, dizer se é verdade ou mentira?

Se fôr verdade esse autarca é pessoa especializada e indicada para mandar carregar e descarregar o lixo do concelho.

Anónimo disse...

Do nosso conhecimento e experiência, Almada é das cidades mais sujas de Portugal, e a Costa de Caparica não tem qualificação dado o estado de degradação em que vive.

Anónimo disse...

Sou filho de Almada emigrado aos Estados Unidos, há três anos que não vênia por aqui e quando cheguei fiquei morto.

Que passou aqui, como minha gente permitiram que isto tenha chegado nesta degradação sem abrir a boca? talvez é um povo de covardes?

Cidadãos acordem, exijam seus direitos com força e e ponham na rua urgentemente a quem matou nossa cidade na qual só ficam idosos e miséria.

Anónimo disse...

Para nos enganar a MES e companhia são muito capazes de inscrever no próximo programa eleitoral a doação de sacos para o lixe.
Lata e descaramento não lhes falta.

Anónimo disse...

O Senhor Carreiras tem uma casa perto de Lagos. Perto.
O vereador que era o carregador de piano como se diz em gíria futebolística é o Senhor Rui Martins.
A tia MES tem uma casota coisa pouca em S. Bartolomeu de Messines e uma quintarolazeca quase nada na Trafaria.
Todos os restantes vivem em barracas nos subúrbios.

Anónimo disse...

Não sei não... diz-se por aí que a MES tem uma casa de férias em Vila Real de Stº António, em nome da filha, pois claro, num prédio dum construtor de Almada.
Diz-se por aí... será verdade? Quem confirma?