sexta-feira, novembro 02, 2007

O Metro Não Padronizado

Em...Almada, o Metro Sul do Tejo "encolhido" circula, em escassos 4 Km entre Corroios e a Cova da Piedade, dizem para não estar parado. O número de passageiros que transporta é reduzido. Anda frequentemente vazio e a média de utilizadores parece ser de 3 a 4 passageiros por composição.
Esta situação já se encontra em exibição desde o dia 1 de Maio de 2007.
Aceitando como verídica a informação avançada por um responsável do empreendimento sobre a despesa diária de 15.000 € para manter em circulação as composições com a frequência contratada, a média dos 3-4 passageiros não chega para "o petróleo".
Por força do contrato, a concessionária tem de ser ressarcida dos prejuízos.
Como já estamos com 184 dias de frequências diárias, contas feitas, a despesa atinge já 2.760.000 Euros- DOIS MILHÕES SETECENTOS E SESSENTA MIL EUROS (184 dias x 15.000€).
Quem paga o prejuízo?

29 comentários:

Anónimo disse...

Vão ser os mesmos de sempre a pagar.

Anónimo disse...

Que grande falta de imaginação, Emalmada! Quando não são tiros nos pés originais dão-se tiros nos pés copiados ...

Então era lá preciso reproduzir na íntegra (ainda que não literalmente, no conteúdo é em tudo idêntico) um texto publicado num blog vizinho deste?

Que grande falta de imaginação, ou será antes uma estratégia de ampliação? É que uma mentira muitas vezes repetida ... ah, claro, não é mentira!

EMALMADA disse...

Para tranquilidade deste anónimo informamos que é falta de imaginação e mentira repetida.
Agradecemos a perspicácia inocente e colaboração desinteressada.

Anónimo disse...

Copy Paste, assim é este blog..
Curioso, não falou mal da Emília neste artigo!!!
Deve estar a virar um perigosíssimo comuna ahahah!!

almadense desiludido disse...

Economicismo de ideias, é o que se constata na maioria dos comentários deste blogue.
O "em almada" pode não ser perfeito, e não será, nas suas análises.
Mas, com raríssimas excepções, não me é dado observar alguém com capacidade de comentar, construindo.

Meus senhores, quando não tiverem nada de valor para dizer, e isso tem-se visto, por favor mantenham-se calados.

Se, pelo contrário, a vossa intenção é a de aqui deixar uma opinião construtiva, mesmo que em desacordo com quem quer que seja, façam favor de se servir.

Vamos lá deixar as politiquices de lado.
Quando eu era muito jovem, sempre ouvi dizer: "cresce e aparece"...

Ponto Verde disse...

O que os ilustres anónimos defensores cegos do poder aqui não vêm explicar é porque é que o Metro só está a funcionar neste patético e dispendioso percurso e porque é que não foi inaugurado todo o percurso entre outras causas, porque o timing não era de feição ao PÊCÊ, tinhamos obre e incómodos na rua em periodo de campanha e inauguração ...fora dela...vá daí vamos lá atrazar...para depois inaugurar mais em tempo de pré campanha... e tudo serviu à CMA para retardar o mais possível a obra, e nós a pagar esta pouca vergonha.

Anónimo disse...

Ah, esta vontade de censurar os outros... Irresistível, não é Almadense Desiludido? Eu é que estou mesmo desiludido ... consigo!

Você comenta construindo? E o Ponto Verde (de verde não tem nada, já aqui escrevi antes e repito), comenta construindo? Este último comentário dele, então ... é mesmo construtivo!

Mas porque será que quando os comentários não vos agradam, comentam desta forma? Não são capazes de aceitar que se pense de forma diferente da vossa?

E eu que nem tinha intenção de deixar qualquer comentário neste post ...

almadense desiludido disse...

Anónimo
Não seja teimoso. Está a querer tomar um protagonismo que não lhe pertence.
Nem tem classe para isso.
Tenha vergonha e assuma-se.
Censuro quem e o que eu achar ser de censurar.
O mesmo não se passa consigo, dada a falta de capacidade para o fazer.

Durma bem.

nelinho disse...

Aplaudo este blogue EMALMADA por ter a coragem de vir falar de dizer aquilo que muitos que millitam nos partidos da suposta oposição não têm coragem de dizer em local próprio ou publicamente.
É bom para Almada termos um espaço livre, fora do controlo da cãmara e do partido

Anónimo disse...

Almada precisa de se livrar da mediocridade instalada.
Acordem almadenses.

Anónimo disse...

Falam todos mal mas quando estiver pronto todo o traçado vão todos andar de Metro para falar mal e até levam as câmaras para filmar e pôr nos blogs..
Quando inaugurar agora a meio de Dezembro o troço até à Universidade é ver os tristes idiotas de câmera em punho a andar no metro
CAMBADA DE TRISTES!!
Eu ao menos critico destruindo ao contrário destes fascistas hipócritas!!

Anónimo disse...

Almadense desiludido,

Claro que não, o protagonismo pertence-lhe a si!

Mas pelos vistos eu incomodo-o. E aquilo que você assume como um direito seu, é também um direito meu!

Espero que tenha dormido bem!

Anónimo disse...

Tem razão este último anónimo: os comentários do Almadense Desiludido são bem o exemplo acabado do espírito "construtivo" ... assim como os posts do Emalmada (não, não vou ser injusto, muitos dos outros "comentadores" de serviço também são muitíssimo "construtivos").

pedro disse...

O exército vermelho está aí vestdo de outas roupas.

almadense desiludido disse...

Senhores incompetentemente anónimos, bom dia.
Não há protagonismo por aí. Há burrice.
E se pensa que me incomoda, desiluda-se.
Só me incomoda, e mesmo assim só se eu quiser, são as pessoas realmente inteligentes e competentes. O que não é o caso. Nem por sombras.
Durmo sempre bem porque a consciência em nada me pesa.
O que consigo não acontecerá.

O outro anónimo (ou será o mesmo?),parece alguém ligado à construção.
Será?

Conheço um chá que quase faz milagres e vos fará muito bem ao cérebro.
E tem a vantagem de poder ser aplicado a racionais (como eu) e a irracionais (como os senhores).

Tenham um bom dia.
De preferência longe. O vosso mau cheiro já incomoda.

Anónimo disse...

Pronto, estalou definitivamente o verniz.

Para quem não há muito tempo apelava a que não houvesse insultos e deixar as politiquices de lado e essas coisas, não está nada mal, não senhor, Almadense Desiludido!

Pois olhe, cheire-lhe bem, cheire-lhe mal, a sua intimidação rasteira não me afecta rigorosamente nada. Nem sequer me dou ao trabalho de lhe responder à letra, isso seria rebaixar-me ao mais baixo que que por aqui tem passado.

Você quer à força que aqui só se diga amen a quem ataca a CM Almada. Eu não vou nem irei jamais nessa. Custe-lhe, não lhe custe, goste ou não goste.

Mas que os meus comentários o incomodam, ah isso está na cara (melhor, no que escreve)!

almadense desiludido disse...

Os seus comentários incomodarem-me? Ridícula, essa presunção.
Quero lá saber das suas opiniões.
E pode responder como quiser porque "vozes de burro não chegam aos blogues"(adaptação).
Se não quer (não pode) responder-me à letra, porque me "persegue"?
Ou tem medo do ricochete?
E se, em vez da sua mediocridade, lutasse pelos seus interesses, independentemente de serem ou não os mais adequados.
Você é mesmo ridículo.

Intimidei-o? Hummm, isso faz-me parecer que você não nada num mar de segurança.
Mas, para além de não ter registado qualquer intimidação (é impressão sua) pelas palavras que por vezes reflectem pensamentos, fico com a certeza absoluta de que você faltou à aula quando foi distribuída a inteligência.

Anónimo disse...

Eu não digo?

Está na cara, homem! Incomodo-o e de que maneira!

Anónimo disse...

Ah, já me esquecia. Pode insultar o que quiser. Não vou entrar no seu jogo.

Assim como não lhe responderei mais, a não ser que traga aqui qualquer reflexão inteligente que mereça atenção (mesmo que discorde, está bem de ver ...).

almadense desiludido disse...

Para trazer qualquer reflexão inteligente, terei que excluí-lo da mesma senhor anónimo.

Quem é você para me incomodar?
Ou melhor, quem julga que é?

Não tenho paciência para gentinha como você.

Ah, também me esqueci. Não vai entrar no meu jogo.
Não vai, não. Falta-lhe classe.

EMALMADA disse...

Afinal acham correcto que os contribuintes paguem os devaneios de quem não soube escolher para Almada um trajecto e implantação de um eléctrico que não serve aos almadenses?
Parece-me ser isto o muito importante.

Anónimo disse...

Oh Emalmada, tantas negativas juntas dificultam muito a leitura e qualquer resposta! Afinal o que é que é o "muito importante"? Quem é quem? Os contribuintes pagam o quê? Quem não soube escolher o quê?

Porquê?

larafonseca disse...

Vou mas é deixar de ler os comentários! Não há pachorra para PêCês ressabiados a chamarem fascistas a quem critica Dona MªExªEmília!Quem raio é esse cobardolas-anónimo que só faz lembrar as critiquices de aqui há uns 25 anos?
Parabens ao blog

Anónimo disse...

As palavras mais importantes para um PC de Almada, por ordem decrescente:

As cinco palavras mais importantes:
Maria Emília Neto Guerreiro de Sousa;

As quatro palavras mais importantes:
Maria Emília Guerreiro de Sousa

As três palavras mais importantes:
Maria Emília de Sousa


As duas palavras mais importantes:
Maria Emília

A palavra mais importantes:
Emília


Tenham dó, isto era o que diria um qualquer lambe botas do administrador de uma qualquer empresa no tempo do fascismo...

Agora existe uma coisa, a LIBERDADE, de falar, de criticar, de comentar, etc....

Não sejam ortodoxos. Pensem com a vossa cabeça...

Quando temos irresponsáveis no poder autárquico, ou no poder central, temos o dever de lhes pedir responsabilidades, de os denunciar, de os substituir (em próximas eleições...).

almadense desiludido disse...

Este anónimo não estudou a lição.
A senhora chama-se Maria Emília Guerreiro Neto de Sousa.
Você já lhe troca os apelidos, com tanta raiva de apontar armas.

É essa libertinagem que permite a alguns anónimos falar, falar, falar e não dizer nada.

Boa semana.

silvério disse...

Quantos almadenses existem que estão desiludidos com a gestão destes autarcas que se dizem do PCP?
Saberão aqueles que têm pretensões a ser alternativa fazer a leitura?

Anónimo disse...

O nome (Maria Emília), e os apelidos (Guerreiro Neto de Sousa), estão lá...

Tal como na matemática, e mais concretamente na multiplicação, a ordem dos factores é arbitrária, porque os resultados não se alteram...

É exactamente o que acontece na Região Autónoma de Almada, com a sua Presidente e com o seu (des)governo...

Anónimo disse...

Credit cards have
revolutionized the purchasing experience since Diners Club released
the first credit card in the year 1950.

The Dinners Club credit card gave consumers limited credit that, at
times, even surpassed the personal savings of some participants. It
allowed them to buy items they usually could not afford if they were
to make a straight cash purchase. It also provided the convenience and
safety of not having to carry large amounts of cash.

On average, American households possess 4 credit cards or a total of
13 payment cards if debit cards and store cards are included. There
are, actually, 1.3 billion payment cards of assorted types in
circulation in the United States.

But, if you think that credit cards have made the lives of modern
American consumers easier, you may be wrong...

Statistics show that the average credit card debt for each household
in the U.S. is $4,800 per month. Also, there were 1.3 million credit
card holders declaring bankruptcy in the year 2003.

And if you still consider yourself unaffected by credit card debt,
then consider this: upon retirement, most Americans can only expect to
receive about 37% percent of their annual retirement income because of
prior debt payment. This will leave many individuals depending on the
government, family and charity for economic survival.

These are some scary facts. So before you find yourself in a position
of economic uncertainty, it might be wise to evaluate your spending
and current credit card debt.

If your credit card debt exceeds what seems to be a reasonable level,
you may want to consider credit card debt consolidation.

So what is credit card debt consolidation?

In a nutshell, credit card debt consolidation is taking all your
credit card payments and consolidating them into one monthly payment.
This way, you dont have to worry about managing the payments
individually. Aside from this advantage, it may also provide you with
the following additional benefits:

- Reduce interest payments
- Waive late and overtime fees
- Reduced monthly payments
- Debt relief in a shorter time
- Credit improvement
- Save more money in the long run

There are actually two major types of credit card debt consolidation...

You may want to consider a Credit Card Counseling firm. They assist
consumers by consolidating all their monthly payments into one single
payment and then dispersing this to the creditors on behalf of the
consumers.

The other type is through a home equity loan or other secured loan.
This is done by exchanging an unsecured debt (such as
credit card debt) for a secured debt (a debt backed by specific assets
such as real estate

Debt1Consolidation.com

Anónimo disse...

Como me parece pessoa preocupada com Almada, pergunto-lhe: É verdade que a Câmara Municipal de Almada anda a enviar às pessoas, cartas com uma taxa pela passagem da linha do metro, no valor simbólico de 1500 €?? Se é, ninguém faz nada? Alguém perguntou aos cidadãos se estavam na disposição de pagar isto por algo que pelo vistos a poucos serve? E não me venham com as desculpas que a linha não está completa, porque se assim é 1º acabavam a obra e depois abriam ao público. Isto é um disparate perfeito é com fazer a linha do TGV só com 50 km. E ainda por cima tem que se pagar? Na suíça nada se constroi de grande que não seja alvo de eleição, são os cidadãos que decidem, se assim fosse eu até compreendia que se pedisse dinheiro, afinal as pessoas tinham escolhido construir e sabiam quando lhes ia ficar, mas assim??!!...