terça-feira, novembro 06, 2007

Socorro! Querem Mais Dinheiro

Em...Almada, na Rua Dr. Alberto Araújo na Cova da Piedade, os moradores foram surpreendidos na última semana por uma velada tentativa de assalto aos seus bolsos, levada a efeito pela ávida ECALMA por dinheiro dos cidadãos, ao colocar uma máquina já decrépita para colecta de tarifário de estacionamento local.
Rua Dr. Alberto Araújo - Cova da Piedade
Esta área é na totalidade uma zona residencial . Não existem aqui quaisquer serviços a requerer rotatividade de estacionamentos.
A colocação desta máquina, ainda sem estar a funcionar, parece configurar um teste de mau gosto aos residentes, como preparação para o assalto final, com a colocação de outra/outras máquinas novas, verdadeiras sugadoras do pecúlio dos residentes e dos incautos automobilistas.
Não há justificação plausível para instalar tal maquineta angariadora de fundos para pagamento de salários aos funcionários da ECALMA, tanto mais que os residentes, com a "notável" requalificação urbana da Câmara Municipal de Almada são vítimas anunciadas. Viram diminuir localmente o número de lugares disponíveis para estacionamento.
A falta de senso e de critérios de justiça social parecem ser endémicos nos actuais autarcas que querem apoderar-se de Almada, procurando amesquinhar e humilhar os cidadãos, reduzindo-os a servidores e suporte financeiro dos "notáveis".
É caso para dizer: cidadão sofre... até quando?

13 comentários:

De Almada disse...

Podia-me dizer a que propósito o cidadão automobilizado tem direito a ocupar cerca de 3m2 de terreno que é do municipio sem pagar nada?

E o peão que anda nas ruas nem direito tem a passeios de geito.

Tenha paciencia, mas o futuro é assim!

Anónimo disse...

Mais um tiro no pé do Emalmada:

1º Vê-se (?) que na artéria em causa não há serviços que exijam rotatividade no estacionamento. Mas há comércio (e esse vê-se na foto com clareza), e não é pouco;

2º Enganou-se, certamente, na foto que publica: então não querem lá ver que em Almada há uma rua que não tem um bocadinho de lixo, folhas das árvores caídas, nada que se mostre? Ainda por cima, diabo, tem árvores ... a crescer!

3º Tem razão, De Almada, por que razão o cidadão automobilizado há-de arrogar-se de direitos absolutos sem responder pelos seus deveres para com a comunidade?

4º Informe-se, Emalmada. Não custa nada saber um bocadinho mais. Existem regulamentos na nossa Cidade. Consulte-os, estude-os, e depois venha dizer barbaridades. É o mínimo de decência exigível a cada um de nós.

almadense desiludido disse...

Os regulamentos dizem o quê?
Há certos locais onde o estacionamento deve ser "controlado". Mas aí, nem ECALMA nem PSP.
Noutros, lá vão os mal fardados em busca da multa.

Volto a dizer que não estou aqui para defender ninguém. Quanto muito,e é o principal, defender a minha terra e, se possível - é já a seguir - tirar o poder da mão dos abutres.

Se isso acontecer, como espero e desejo, quero ver onde se metem estes heróis de bolso.

Anónimo disse...

Vão para o sítio exacto onde estão hoje os "anti-heróis" de bolso ...

carlos simões disse...

Reconheçamos que existe p´raí gentinha que não gosta que se fale na podridão mascarada de legalidade.
Começa-lhes a estalar o verniz.

Anónimo disse...

"Socorro! Querem mais dinheiro".
Pudera, a vida está cara! Há que o sacar ao elo mais fraco.

Anónimo disse...

Então quando em Lisboa andavam os fiscais a multar tudo o que era carro mal estacionado, eram os malandros representantes da burguesia a querer sugar o povo trabalhador.
E aqui o que é? Foi por mudar de margem que as coisas ficaram diferentes?
Já percebemos!!!!!!

Anónimo disse...

Almada é um concelho comunista, onde a CMA obriga a burguesia e o proletariado a pagar ao centralismo democrático.

Pedro Viitorino disse...

Queria aproveitar para felicitar o excelente trabalho da equipa da Câmara Municipal de Almada. São sem dúvida nenhuma uma excelente equipa que trabalha para o Concelho. Não importa aquilo que digam com ressabio, porque quem vence nas elições e comprova o bom trabalho, já se sabe quem é!

Bem haja!

almada disse...

Realmente esta direita não se enxerga, então não querem ver que são contra o estacionamento pago... Nunca ouviu dizer que não há almoços de borla?
Quanto à Maria Emilia, tenham paciencia, mas se ela quiser, lá teem que levar com ela mais 4 anos.

EMALMADA disse...

É a velha arma inventada, todas as críticas são da direita, dos reaccionários, dos sabotadores, dos bota-abaixo, dos grandes capitalistas,dos fascistas, dos que estão ao serviço do imperialismo yank...enfim um chorrilho de disparates com vista a intimidar, a amedrontar, a inventar disparates para sensibilizar pessoas menos informadas e mais dependentes economicamente como que a dizer-lhes CUIDADO! são os saudosistas do fascismo a pôr em perigo a democracia.
Que democracia? A vossa?
Essa não é democracia. Essa acabou com a queda do muro de Berlim e com o desmoronar do "império" das URSS (a Russia).
Tenham senso e vejam que a democracia não se constroi nem se sedimenta com atitudes dessas.
Errar é humano e corriji-los também é humano.
Aprendam a viver em democracia,e pensem que os outros são gente, mas gente que não lê só uma cartilha.

Anónimo disse...

Quais erros é que se corrigem, Emalmada? Os que você aqui "denuncia" como "erros"? Por exemplo, multar os infractores que estacionam os seus carros em cima dos passeios? (Corrigir este "erro" é não multar ...) Ou disciplinar o estacionamento no espaço público? (Corrigir este "erro" é não discioplinar ...) Ou defender a construção de um meio de transporte moderno e confortável? (Corrigir este "erro" ... é não sei o quê!) Ou o quê? Que erros é que é humano corrigir?

Deixe-se de tretas, homem. Porque normalmente as críticas (aquelas que o são - construtivas, sérias) não são de direita. Portanto escusa de se pôr em bicos dos pés. Você é de direita e não, não faz críticas. Você apenas destrói, e isso não é criticar.

E mais, você é mesmo de direita! Basta olhar ao seu discurso (aliás recorrente) relativamente a uma certa nostalgia do passado (muro de Berlim, URSS, essas coisas). E com atitudes destrutivas (não críticas, sublinho, destrutivas!) como a sua em todo este blog, é que certamente não há democracia que se construa. Disso pode ter a certeza absoluta!

Red Devil disse...

Devo dizer que contra o estacionamento pago, especialmente em zonas habitacionais com prédios com mais de 20 anos, quando a mesma CMA não obrigava a que existissem garagens para cada habitação.

Nesta rua apenas existe um prédio (precisamente do lado contrário da rua) com menos de 20 anos e com garagem. O parque de estacionamento previsto para a traseira desta rua é manifestamente pequeno em número de lugares de estacionamento para o aglomerado populacional que existe, logo, esta é uma das medidas injusta para com os habitantes da cidade.