domingo, janeiro 25, 2009

Erros que Envergonham os Almadenses

Em...Almada, a Câmara Municipal criou o caos na cidade com o eléctrico-comboio e o um inusitado Plano de Mobilidade que nunca tinha sido colocado em prática em qualquer cidade da Europa: O Plano de Mobilidade que deixou Almada num 31.
Destaca-se neste Plano
- a originalidade de ter um comboio-eléctrico a circular a 60 Km por hora numa zona dita pedonal
- ter sido pedonalizado parte do principal eixo viário de Almada
- ter sido liquidada a vida da cidade com as restrições de trânsito impostas
-o facto de os partidos da oposição fazerem coro com a presidente da Câmara e continuarem ainda, a apoiar e defender aquele meio de transporte à superfície, no meio de uma zona pedonal, quando são evidentes no terreno os erros cometidos.
Trazemos hoje a este blogue mais alguns exemplos de zonas pedonais e não pedonais da Europa onde o futuro infelizmente ainda não chegou.
Constitui privilégio excepcional viver em Almada e ter os actuais autarcas, que tão bem souberam brindar-nos com um futuro para liquidar a cidade.
clique sobre as imagens para aumentar
1. Málaga, Espanha - um rua antiga recuperada e pedonalizada
2. Dusseldorf - Alemanha, uma rua pedonalizada 3. Kiel - Alemanha, rua pedonalizada. Foto obtida num dia primeiro de Janeiro.O lixo que se vê no chão são restos dos festejos do dia anterior
4. Almada, cidade da Europa - Portugal, uma rua pedonalizada para comboio-eléctrico, pela autarquia com o apoio da oposição 5. Hamburgo - Alemanha, uma rua comercial, não pedonalizada e sem eléctrico 6. Augsburg - Alemanha, rua comercial não pedonalizada, com eléctrico e com trânsito automóvel sobre os carris
No contexto Europeu e dentro do que há de melhor em projecções futuristas, "Almada é a cidade mais avançada em pedonalização de ruas" para usufruto dos cidadãos, crianças, idosos, deficientes e comboios.
Tudo devido à retrógrada, autista e arrogante Câmara Municipal que infelizmente temos.
EMALMADA agradece a colaboração de cidadão

15 comentários:

Anónimo disse...

Internamente, isto é no país, Almada é um mau exemplo de gestão autárquica.
Se passarmos as fronteiras nacionais Almada fica aquem do desenvolvimento urbano expectável num universo de desenvolvimento para cidades próximas da capital, com posição geográfica e condições naturais ímpares.

Anónimo disse...

MES respira de alívio, o PS acabou de lhe fazer um grande favor e contribuir para mais 4 anos de gestão CDU. Paulo Pedroso vai assumir a pior derrota eleitoral que o PS irá ter em Almada, só para ser enterrado de vez. O povo de Almada não se pode compadecer destes desvarios e experiências de pseudo personalidades.

Anónimo disse...

A experiência autárquica em Almada pode fazer levantar a suspeição de que o PS não estará interessado, pelo menos para já no concelho de Almada; o inusitado Torres Couto, que conecia muito bem Almada de avião, é um exemplo de falta de interesse, agora a apresentação de Paulo Pedroso, não manifesta só falta de interesse, como até algum desprezo por este municipio. Não é que o PS seja melhor que outros quaisquer partidos no que diz respeito à transparencia, cidadania,honestidade, etc, o que me quer parecer é que, existe um pacto sigiloso entre o PC e o PS respeitante a determinadas autarquias que, no futuro e com suavidade evoluirão para uma esquerda mais moderada sem conflitos entre os dois partidos. Mais adiante, não sei mesmo se uma gestão PS em Almada será melhor ou pior, desde o tempo em que a CM Lisboa utilizava o seu parque de pesados para transportar o necessário para a festa do avante, tudo me parece possível. O que me parece claro neste momento, é que a czarina não vai levar o próximo mandato até ao fim se ganhar, seguirá o exemplo de Jorge Sampaio que se fez substituir pelo competentissimo João Soares. Estas jogadas politicas começam a tornar-se mais um exemplo de desenvolvimento humano ao bom estilo dos países nórdicos, não é? E o povinho é que é atrasado.
Oliveira

Anónimo disse...

Mais um acidente com o MST.
Desta feita, hoje bem cedo, junto à chamada rotunda dos bancos.
Distracção do peão, sim, mas também do condutor do eléctrico.
Nada de grave, felizmente.
Algumas escoriações numa perna.
Mas fica, para a estatística, mais um acidente com o malfadado MST.

Anónimo disse...

Achei estranho ver cerca das 9 h 45as composições paradas.
Está explicado.
Mais um acidente com os comboios na cidade.
Dirão os defensores incondicionais do MST: e com os automóveis não havia acidentes?

Já não há paciência para aturar esta gente perfeita aliada do super ecológico que é a desgraça de Almada pela mão da Srª Emília.

João Pereira disse...

Eu gostava de saber é porque é que estão uns quantos individuos da ecalma junto a praça são joão baptista com um papelinho a tirar as matriculas dos carros que passam para baixo, ainda gostava de saber se esses senhores vão começar a abusar da autoridade que não teem para multar também como a Policia de Segurança Publica.

Abraços a todos!

Anónimo disse...

Com essa candidatura o Partido Socialista mostra desprezo por Almada.

Anónimo disse...

A Pedófilia a representar o PS. Assim é dar todos os trunfos à MES, muito obrigado ao PS com o seu Paulo Pedroso o tal da Casa Pia. Tinha alguma simpatia pelo PS agora resta-me dizer ADEUS PS. Estes lideres dormem e fazem do povo parvo. O Povo dará a resposta certamente ao pedófilo e ao PS que muito mal tem provado em Almada. JM

Anónimo disse...

Quem vai ganhar com isto é o BE, basta avançar com uma candidatura bem estruturada e que denuncie a incompetência e o desleixo que reinam nesta autarquia para arregimentar votos de comunistas, socialistas, sociais democratas e outros cidadãos descontentes com a política nacional e municipal.

Anónimo disse...

O primarismo deste post é extraordinário mas já não surpreende. Mais uma vez insulta a inteligência de quem o lê, ao tentar manipular de forma pouco inteligente. Tal como dá exemplos escolhidos... podia ter escolhido inúmeros outros exemplos de zonas pedonais na Europa COM eléctrico!

Vejamos só alguns:

o Metro do Porto passa na rua principal de Matosinhos que também é pedonal.

Em Sevilla o Metro passa mesmo ao lado da Catedral numa zona pedonal!!.

Ao longo da Av da Constituicion mesmo ao lado do Ayutamento.

...à superfície numa Avenida com quase 1 km inteiramente pedonalisada.

Em Valencia passa na Pont de Fusta a 5 minutos a pé da Catedral numa zona também pedonal.

E podia continuar...França, Alemanha, Belgica...

O que se passa aqui é que um conjunto de velhos do Restelo estão a usar o metro e a zona pedonal como arma de arremesso contra a câmara. Não olhando a meios para o fazer.

Um Almadense amigo dos eléctricos nas cidades....

Anónimo disse...

Este almadense amigo do eléctrico na cidade parece ainda não ter percebido nada do que se passa: NINGUÉM ESTÁ CONTRA O MST EM ALMADA, pá!

O que se passa é que em Almada o MST foi mal projectado e mal construído. Foi projectado e construído CONTRA as outras forças de mobilidade, em vez de concorrer com elas em qualidade e acrescentar mais oferta à existente. Como foi feito no Porto, onde essa foto, ao contrário do que afirma, demonstra a coexistência do Metro, com os peões e a circulação automóvel.

É isso que deveriamos ter em Almada: coexistência pacífica e não guerra declarada.

Um almadense amigo... dos almadenses na sua cidade...

Anónimo disse...

Oh pá, gajos como vocês também existem em Espanha, Alemanha, Belgica... uns poucos reunidos a ladrar para uma árvore... e enquanto os cães ladram a caravana passa. E a vida continua, enquanto eles vão vomitando sobre as coisas.

Anónimo disse...

Caro anónimo,

En primer lugar, aclarar que cuando hablo de metro, hablo de metro y para nosotros el metro es subterráneo y el resto, los que van en la superficie, son tranvias. Las fotografías que usted muestra no son del metro, son del tranvia.

No hay que ser demasiado inteligente para imaginar que en las calles que son peatonales y por este hecho están llenas de tiendas, tiene que haber cargas y descargas, pero usted que parece que cononoce mi país mejor que yo, ha reparado cual es el horario en que se realizan las cargas y descargas? Pues le ruego que en su próximo viaje al "país hermano" se fije, estas son: por las mañanas antes de las 08:30 y por las tardes a partir de las 08:00, durante el día es prohibido.

No se si el Sr. reparó que en mi comentario dije que hay calles exclusivamente peatonales (exceptuando como he comentado anteriormente las cargas y descargas (pero con esos horarios) y otras que son semi-peatonales donde coexiste el peatón y el transporte público.

Si el Sr. quiere ver la página web del proyecto del tranvía en Zaragoza, ciudad en la que he vivido mis últimos 13 años, podrá comprobar que la catenaria no va estar suspendida en postes, si no que va a ser subterránea.

Me gustaría que el Sr. me respondiese con el corazón en la mano a una pregunta: que le parece mas bonito después de la implantación del tranvia, Almada o cualquier ciudad de las usted cita de España?

No, NO Sr. no hace mucho que no voy a España, es mas, en cuanto tengo ocasión y es muy a menudo, salgo de este agujero y me largo "hechando leches". Si me quedo por aquí también salgo de para viajar por este país que conozco de cabo a rabo y le puedo asegurar que de las peores ciudades y mas sin sentido y aberrante que conozco en Portugal es Almada (la quinta ciudad, parece mentira) para que me voy a quedar aquí si es un aburrido desierto morto y no me gusta pasar las tardes en el Forum.

Saludos.

Anónimo disse...

O que se vai passando em Almada é o gozo total.
-Uns acidentezinhos que vão sendo ignorados
-policias em grupo de 2 em pelo menos 2 lugares do trajecto do comboio regional no centro de Almada ( e depois dizem que não policias...)
-filas e filas de trãnsito nas ruas alternativas de Almada, piorando a qualidade de vida dos seus habitantes
-ruido do comboio a circular (para quem dizia que aquilo não fazia ruido nenhum...)
-confusão enorme na rotunda (aquilo é uma rotunda? e já lá vai mais de 1 ano...) na estrada para o Laranjeiro
-traçado no minimo infeliz, não atingindo as freguesias mais populosas de Almada, nem o Hospital
-acessibilidades em Almada que mais parecem uma manta de retalhos
-zonas pedonais que o não são, antes são uma mistura de qualquer coisa
-passagens de peões nas zonas pedonais que não existem, porque a certa altura não sabemos se estamos no meio da rua se no passeio e lá vem um carro...(ah!, mas era suposto ser para peões a zona pedonal, enfim com algumas excepções...)
Em conclusão podemos inferir que um projecto que seria umas das melhores coisas que Almada teve nos últimos 30 anos, poderá estar em vias de transformar-se num pesadelo para os habitantes desta terra.

Anónimo disse...

Caro anónimo de Segunda-feira, Janeiro 26, 2009 11:20:00 PM

Você não leu bem e não se deu ao trabalho de pensar.
Espreitou, pensou existir uma hipótese do famigerado bota abaixo, tão do seu gosto, e zás.
Só que trocou os pés pelas mãos e, para não variar, saíu disparate.

Desejo-lhe melhores dias.