quarta-feira, julho 25, 2007

Pombos - Quantos são?

Em...Almada, sabe que os almadenses se queixam pelas mais diversas razões da presença de pombos nas ruas, avenidas, praças/largos de Almada.
Há cerca de três anos, a Câmara Municipal mostrando-se atenta ao problema, fez saber através de um seu vereador, que iria tomar medidas para resolver ou controlar a situação, através da adopção de medidas eficazes.
Uma dessas medidas passaria pela contagem dos pombos existentes.
Não sabemos se já está próximo a divulgação do resultado da contagem e o início das acções para resolver o problema.
Sabemos que a situação se mantém com os cidadãos a serem prejudicados por estas aves, que proliferam por toda a cidade, poisando nos mais diversos locais, sujando edifícios, e danificando elementos estruturais devido à acção química das suas fezes, bancos públicos de jardins e ruas, (onde muitas vezes é impossivel alguém sentar-se) roupa estendida, arruamentos, calçadas e passeios públicos..
Nas calçadas e passeios, a presença dos dejectos destas aves é um factor de risco de queda para o cidadão, sobretudo quando chove.
Para lá dos aspectos negativos em higiene e salubridade urbana, constituem também um perigo para a saúde pública, face muitas vezes à proximidade de vivência com adultos e crianças, podendo eventualmente serem vectores de agentes de doenças humanas.
Almada Turismo...mau e muito mais...bad and much more!

17 comentários:

Anónimo disse...

E a juntar a essa situação vem a outra, igualmente deprimente: os sacos de plástico que os cidadãos penduram nas varandas par afastar os ditos pombos!!!
Enfim a Almada do Turismo, anda muito distraída...

Anónimo disse...

Um problema grande. Há países em que se optou pela construção de locais para a nidificação dos pombos, retirando-se os ovos postos. Entretanto, há muita gente que gosta de alimentar essas aves, esquecendo a praga que elas constituem. Outros, optam por resolver o problema na sua zona, se necessário com veneno. Quando o poder público esquece as suas responsabilidades, há cidadãos que as tomam em suas mãos...

EMALMADA disse...

Têm toda a razão no que dizem caros anónimos e sabe-se que há pessoas que optam por soluções próprias.
Os autarcas eleitos assim como as oposições, perante estes e outros problemas com que Almada se debate, alguns bem mais graves pelos reflexos futuros na vida do concelho, enquanto espaço de vivência humana,têm dado o seu contributo negativo, ignorando-os e continuando a assobiar para o ar.

Ana R disse...

En muchas ciudades de España estos animales, las palomas, están cusando,tambien, muchos transtornos...

Gracias por viistar mi blog y tus palabras.

Un abrazo

pombo disse...

Segundo a última contagem, o número de pombos era tão alargado - setecentos mil quatrocentos e vinte e cinco mil e quatro - que se desistiu. Parece que a contagem vai voltar à prática apelando aos munícipes. Quem vir um pombo anota.

Sugere-se que tal anotação seja feita antes do pombo arrear o calhau.

pombo disse...

Já meti a pata na argola.
Queria eu dizer setecentos mil quatrocentos e vinte e quatro.

Ponto Verde disse...

Será que os pombos também defecam no "lado certo"?

Anónimo disse...

Quero esclarecer o "EMALMADA" que o Ps já apresentouna Assembleia municipal uma chamada de atenção para o problema dos pombos na cidade.... e quem assobiou para o ar foi... adivinhem!
A verdade deve ser reposta e basta de tantos ataques às oposições.
Antes deviam ir assistir a uma sessão de Câmara ou da Assembleia Municipal e verão como a "situação" trata os autarcas da oposição.
É uma verdadeira falta de respeito.
Na Sessão de Câmara não raras vezes a Presidente nega o direito de intervir aos vereadores da oposição.
De uma vez, pelo menos os do PSD até abandonaram a sala em protesto por não lhes ter sido dada a palavra. Só que a comunicação social não dá por essas coisas e depois parece que as oposições não fazem nada.
Por outro lado na AM, os deputados são ignorados quando o assunto lhes desagrada, porque responder seria ter em atenção o que se disse.
Ando a ler o livro da Zita Seabra e ela diz que os que saíam do Partido é como se nunca tivessem existido... Assim fazem com as palavras da oposição... É como se nunca tivessen sido ditas... e a comunicação social, o que faz em relação a isso? Não dá por nada!!!!
Por isso, caro "EMALMADA" antes de criticar as oposições(que o são, de facto)veja bem quem é que bate palmas na AM ao executivo camarário e quem o afronta e depois falaremos.

EMALMADA disse...

Caro ponto verde
Se Almada é um pombal
Se para a CMA o lado certo é Almada
Onde defecarão os pombos?
Pela lógica será em Almada, no pombal ou no lado certo da Câmara!

É uma grande imundíce, aliada a outras( por ex. a dos cães e a dos lixos) o que vemos por esta Almada.

EMALMADA disse...

Caro último anónimo
Gostei do seu comentário.
Já tinha constado que os democratas do PCP ditos da CDU, possivelmente por vergonha, se comportam tal qual diz. Tem toda a razão, mas é preciso colocar esses senhores em "su sítio".
Quanto ao resto, às vezes é preciso não ficar calado mesmo quando o poder instalado se arroga de uma falsa superioridade moral ou intelectual. Há que dar-lhes mesmo e não os deixar cantar de galo.
Seu comentário enriquece este blog. Por isso terá lugar especial no EMALMADA.
Ainda não tinhamos lido, em comentário, algo assim sobre os convencidos " donos de Almada".
Suponho que o (a) anónimo(a) seja elemento da bancada da oposição.
É bem-vinda a sua intervenção e não se esqueça caso seja da dita bancada, de lhes malhar forte e duro. Não guarde para depois...nem tenha vergonha, porque eles também não têm vergonha dos atropelos que fazem e do que dizem.

Jac disse...

EMALMADA

Thank you for visiting me.
I don't read a word here. Could you install "babel fish"...the blog trnslator, so that others too can read ?

EMALMADA disse...

jac
Thank you
The Babel Fish is installed just over the Hit Counter.

Anónimo disse...

Um caso de pol�cia:
Ser� que ainda se verifica a situa�o que, h� aproximadamente 10 anos, na Escola 3 de Almada, se verificava?
Algu�m se entretinha a disparar com uma press�o de ar sobre os pombos que como se sabe acorrem aos p�tios das escolas quando os recreios terminam. Na rua Ant�nio Feio havia e ainda hoje h� pr�dios velhos, verdadeiros pombais.
(NOTA: a oposi�o j� prop�s que estes pr�dios pagassem mais IMI, para que os donos os recuperassemm ou os vendessem, como acontece em Nova Yorque.)
A Fonte Luminosa na vizinha pra�a Gil Vicente e as �rvores da Escola reuniam condi�es ecol�gicas que agradavam �quela esp�cie.
N�o sei se chegaram a descobrir o ca�ador furtivo (talvez treinando para sniper)mas que imcomodava, incomodava... Os pombos apareciam desasados e rastejantes, moribundos, sernsibilizando e amedrontando todos. N�o sei se foi descoberto ou se hoje continua ou n�o a atirar?
Mas,o rep�rter sempre distra�do no que de negativo acontece em Almada mesmo que saiba n�o vai l�.
Dizer mal em Almada n�o vende e o mercado tem defeitos.
N�o temos uma r�dio que ou�amos, apesar de as televis�es muitas vezes parecerem locais e a comunica�o social agarra toda os mesmos assuntos que impinge do Minho ao Algarve, passando pelas comunidades de falantes do Portugu�s.
Ent�o, na Escola 3 de Almada, as crian�as e adultos andavam assustadas porque havia algu�m que das traseiras dos pr�dios combatia de forma errada os "ratos do c�u" como j� ouvi chamar-lhe na Assembleia Municipal.
O mal persiste apesar do sofrimento que o corte de �rvores trouxe para a esp�cie humana e para as aves que habitam a cidade.
Moral da hist�ria: as �rvores caem, os pombos cair�o quando n�o houver pr�dios degradados e locais para nidificarem e o comboio imstala-se com linhas que d�o para qualquer composi�o. A Lisnave pode, porque j� tem comboia � porta ter ind�stria pesada. Os camions � que v�o ter pouco espa�o para circular porque nas avenidas fica apenas uma estreita faixa de rodagem.

Anónimo disse...

Que se passa? O sistema não gosta de acentos e de tis.
A leitura do meu comentário anterior assim é difícil.Desculpem os leitores talvez para a próxima calhe melhor. O anónimo anterior.

mário silva disse...

Caro anónimn o é só esperar que o futuro está a chegar pela mãozinha da Câmara e da sua presidente, depois só teremos pombinhas brancas.
Vão ser cinco anos a acumular prejuízos e mais cinco a pensar em regressar ao passado, mas serão outros, porque estes já voaram para algures, talvez o coforto do ninho que estão construindo "arduamente"

Anónimo disse...

Deixo este comentario porque muitas pessoas não sabem da existência de um sistema anti-pombos,que apesar de ser suspeito poque trabalho na empresa que os monta garanto a eficácia a 100%,que já montámos alguns em Almada.
Deixo o meu contacto 937514535

Anónimo disse...

Deixo este comentario porque muitas pessoas não sabem da existência de um sistema anti-pombos,que apesar de ser suspeito porque trabalho na empresa que os monta garanto a eficácia a 100%até porque já montámos alguns em Almada.
Deixo o meu contacto 937514535