segunda-feira, setembro 22, 2008

Um Fórum Com Fundo Negro

Em...Almada realizou-se no passado dia 16 de Setembro de 2008 no auditório do Forum Romeu Correia, mais uma Sessão do mentiroso Fórum municipal MST (Metro Sul do Tejo) de fundo negro para o futuro de Almada.
A assistência na plateia foi escassa, embora com a presença dos habituais elementos mandados pela Câmara Municipal/CDU/PCP para compôr o ramalhete: Os almadenses ficaram fartos de assistir a tais inúteis sessões controladas pelo Executivo Municipal & Cia, onde nunca vêem respostas objectivas às perguntas que fazem.
Constituem excepção as perguntas de conveniência feitas pelos esclarecidos camaradas - os bons cidadãos.
Também é preciso alguma segurança para proteger o ambiente de perguntas embaraçosas dos munícipes, para o executivo.
A Câmara Municipal tratou de dirigir os trabalhos como é hábito e muito bem entendeu, preenchendo a agenda com temas dissuasores e legalengas para adormecer os cidadãos, levando alguns a abandonar a sala.
Apesar disso, alguns munícipes presentes tiveram coragem para criticar as dificuldades que a Câmara está a criar à vida citadina, ao comércio e aos moradores, mas a imprensa presente pouco ou nenhum relevo deu às críticas, antes optando por enaltecer as intervenções dos "técnicos" e convidados a propósito, para colocarem o comboio nas núvens e ocuparem tempo evitando mais críticas dos munícipes.
Com certa imprensa controlada não chegam ao conhecimento do país os erros da autarquia e a revolta dos almadenses.
Até aqui a CMA dizia que os autocarros de transporte público deixariam de circular ao longo do canal do comboio. Agora suas excelências da Câmara voltam atrás e vão pôr autocarros a circular paralelamente ao comboio, com excepção em áreas pedonais.
Este volte face revela a grande incompetência que grassa naquelas cabecinhas para quem o MST era o "must". Agora vamos ter milhões de euros derretidos no espaço canal e na falsa requalificação urbana e mais toneladas do CO2 a serem libertados lado a lado com o amigo do ambiente.
Estudos da qualidade do ar, antes e depois, só com o MST onde estão?
E agora com MST e com os autocarros em filas constantes nas estreitas faixas de rodagem num pára-arranca, em congestionamentos de trânsito, a lançarem monóxido e dióxido de carbono continuamente para a atmosfera?
Que qualidade de ar terão os habitantes e vão os cidadãos respirar em Almada?
Que dificuldades acrescidas não vão ter os veículos dos bombeiros para se deslocarem no meio desta confusão?
Começam a descobrirem-se as mentiras, os mentirosos e o embuste com que enrolaram Almada. Onde estão os cúmplices que apadrinharam esta obra dita ecológica?
Quem indemniza os cidadãos pelos prejuízos?
Agora cederam às pressões de operadores de transportes rodoviários!
Estamos perante um grande embuste chamado MST!
Como vem sendo normal na intervenção de um Vereador, que preside a estas sessões, reagindo às criticas de munícipes acerca das dificuldades de circular em Almada, acabou por dizer que as pessoas "precisam de tempo para estudar as alternativas, e enquanto isso não acontece, usam mais as vias estruturantes".
Maneira airosa talvez, para dizer que as pessoas não são tão inteligentes quanto ele nessa matéria, uma vez que ele é o responsável pelo pelouro da (i)Mobilidade que ocorre actualmente em Almada com o Plano de Mobilidade e Acessibilidades 21, em que até os Bombeiros Voluntários de Almada têm dificuldades para sair com as viaturas do Quartel.
Disseram-nos que na semana passada a presidente da Câmara, Maria Emília de Sousa foi apupada e assobiada por automobilistas e cidadãos que a surpreenderam à porta do prédio na Rua Mendo Gomes Seabra esperando pelo seu motorista, que a ia buscar no proletário carro do povo BMW em que se faz transportar à conta dos almadenses.
Esta não é a Almada, onde nascemos, crescemos, estudámos e onde vivemos em tempo, um ambiente agradável.
Esta é uma Almada menosprezada por autarcas que não sabem o que é serviço público, nem sabem respeitar os cidadãos que os sustentam através do sistema tributário.
Esta é a Almada de um clã, que não tem elos afectivos com o concelho e o explora.

52 comentários:

Roldão disse...

A gestão autárquica em cena está a pintar um quadro muito negro para o futuro da cidade.
O Almada Fashion foi um fiasco com comerciantes a desistir na véspera.
Para onde foram os 30.000 euros que a CMA investiu na realização e sua promoção adicionados ao que Associação do Sr. Luiz gastou.
Proponho que se designe por "Câmara Municipal de Almada Fashion" o evento festivo que a MES quer fazer para celebrar a chegado do vazio MST à Almada arrazada.
Comércio de Almada e comerciantes estão tão debilitados que não é um metro nem um quilómetro de futuro que os livra do naufrágio.

Anónimo disse...

Tudo isso é verdade, mas não metam as culpas na MES.

A culpa é toda nossa, dos que votaram no desastre comunista e dos que ficaram em casa... que nem votar foram.

Agora toca aguentar, que a MES vai voltar a candidatar-se. Se for preciso até com o apoio da igreja, basta abrir os cordões à bolsa e dar mais uns subsídios... como é costume.

Al-Ma'dan disse...

Exacto anónimo das 1:30 AM,
No fundo, no fundo, a culpa é sempre nossa dos almadenses, ou pelo menos, de uma parte deles, que não vota.
E claro, o poder de MESousa vai continuar a tecer a sua teia de dependências, interesses e lealdades, para se perpetuar no poder.
Não será assim de estranhar que depois não haja recursos disponíveis para investir em áreas que tradicionalmente a câmara enjeita.
Não será também de estranhar o superávite orçamental de 9,5 milhões de euros relativos ao exercício de 2007; os ditos milhões já têm destino, vão financiar a manutenção de MESousa no poder.

Anónimo disse...

Será interessante saber como foi conseguido esse superávite, à custa de quê e de quem?

Serão só boas contas ou raposa escondida com rabinho de fora?

Alguém da oposiçãp já disse neste forum que a Presidente não disponbiliza documentos aos autarcas da oposição.
Toda a informação que lhes dá é sintética, reduzida e fraca.

Anónimo disse...

A riqueza e o bem-estar de um povo é a glória de seus governantes.
( Winston Churchill )

Agora vease a miséria e o mau estar em que vive o povo almadense e saberemos de seus governantes.

Anónimo disse...

Camada de ineptos estes da CMA. Se em vez de dedicar-se a espiar aos cidadãos que discrepan de suas políticas, se dedicassem a fiscalizar os serviços que não funcionam ( limpeza, obras públicas e tantas e tantas coisas, por não dizer todas ) estariam no poder anos e anos. Com as coisas bem feitas é como se ganha a um povo e não com a PIDE COMUNISTA.

Al-Ma'dan disse...

As boas contas, se mais não forem, são uma espécie de nossa senhora dos aflitos, para investir a torto e a direito neste ano e no próximo. MESousa sabe que nunca a sua popularidade e a de sus muchachos esteve tão por baixo, daí que saiba que é preciso investir ainda mais na propaganda.
Descansem que não vai investir na limpeza nem na qualidade urbana - naquelas cabecinhas não cabe a ideia de que as eleições se ganham mostrando bom trabalho, mas pelo contrário ganham-se com muita propaganda e manipulação.

Al-Ma'dan disse...

As boas contas, se mais não forem, são uma espécie de nossa senhora dos aflitos, para investir a torto e a direito neste ano e no próximo. MESousa sabe que nunca a sua popularidade e a de sus muchachos esteve tão por baixo, daí que saiba que é preciso investir ainda mais na propaganda.
Descansem que não vai investir na limpeza nem na qualidade urbana - naquelas cabecinhas não cabe a ideia de que as eleições se ganham mostrando bom trabalho, mas pelo contrário ganham-se com muita propaganda e manipulação.

Ponto Verde disse...

Grande embuste mesmo!

O novo esquema urbano vai matar definitivamente o centro de Almada porque o comércio vai definhar ainda mais afastando o tráfego de Almada.

Embuste porque não vai deixar de haver circulação automóvel, esta é desviada par ruas secundárias não adaptadas a este propósito.

Embuste porque não estão na ser sequer desenhadas ciclvias, porque as faixas de circulação automóvel residuais se confundem com tudo o resto.

Embuste porque o espaço canal ajardinado, relvado , no centro de Almada não existe.

Embuste a história dos parques de estacionamento e atrasos.

Embuste pelas árvores cortada e que não vão se repostas, pelo custo do rebaixamento da via na Av.Bento Gonçalves ou relembro o apoio no viaduto que atravessa a autoestrada e que não era necessário, foi só mais um negócio.

Embuste estes Forums . Embuste esta "Maioria" !

Anónimo disse...

Faltou um embuste, o maior de todos: Ponto Verde! Esse sim, o maior embuste de todos!

Os Velhos do Restelo abundam por aqui. O comércio do centro de Almada vai definhar. Está escrito, certamente, que assim será. Para o Ponto Verde o afirmar, é porque está escrito.

Querem maior embuste do que este Ponto Verde? Então alguém que passa a vida a criticar a CM Almada pelas dificuldades criadas pelo Plano de Mobilidade à circulação automóvel - algo que antes critiquei como incoerência do Ponto Verde, levando-me a classificá-lo na altura de falso ambientalista -, vem agora lamentar que não se acabe com a mesma circulação, apenas se transfira para outras ruas? Querem, de facto, maior embuste que este?

Entretanto, e esta é directa para o tal de Roldão, você esteve no Almada Fashion? Não esteve, de certeza. Mas fala, como se disso soubesse alguma coisa. Desistiram comerciantes na véspera? E depois? Há falsos em todo o lado. Mais de 4 mil pessoas assistiram ao Almada Fashion, que mudou de local apenas por precaução, porque se previa mau tempo para o dia em que se realizou, e certamente todos nos lembramos do que sucedeu o ano passado precisamente por causa do mau tempo. Agora quatro mil pessoas no pavilhão para assistir ao Almada Fashion, que grande fiasco, pode crer!

Embuste, e dos maiores também, é querer demagogicamente fazer crer aos mais incautros que a crise do comércio tradicional - diria que não é apenas do comércio tradicional, mas enfim - se deve à obra do MST e à prática da CM Almada. Nada mais falso, mentiroso, embuste monumental. A crise do comércio - como a crise que afecta os portugueses em geral - deve-se à política degraçada dos sucessivos governos (desgovernos, melhor dizendo) destes últimos 30 anos. É essa a razão da crise! Ou será que também é responsabildiade da CM Almada o aumentos dos combustíveis (porque não falam contra isso neste blog?), as falências dos bancos especuladores nos EUA (agora, porque não tarda nada não será só nos EUA), tudo isso é seguramente culpa da CM Almada! Na mente destes verdadeiros embustes que andam por estas paragens, assim deve ser.

Quanto às boas contas, como é que se explica que Almada esteja a investir, neste momento, na construção de nove escolas básicas do 1º Ciclo com jardim de infância, sete parques de estacionamento, dois complexos de piscinas municipais, ciclovias (sim, velhos do Restelo, ciclovias, que não se constroem nem se instalam com estalar de dedos ...), parques urbanos, entre muitos outros investimentos? Só com boas contas, caros embustes. Só mesmo com muito boas contas!

Embuste por embuste, os que por aqui andam e dão por pseudónimos como Ponto Verde, al-ma'dan e outros que tais, batem qualquer outro embuste e não é aos pontos: é por KO!

Anónimo disse...

Ó palhaço das 3:13:00 PM, quanto é que te pagam para dizeres asneiras?

Anónimo disse...

Ah, então o Feijófashion foi um sucesso?... Ainda bem, porque o chefe dos comerciantes rasteja tanto perante o poder (leia-se, a czarina!) instituído que seria uma lástima o rapaz não aproveitar tanto esforço!!!
E quantos comerciantes participaram? O que era bom era saber quantos se revêem naquela bajulice que agonia.
Quando é que se viu, uma classe que sempre deu cartas em todas as épocas, que chegava a manipular o poder político, ver-se em Almada, subjugado e rastejante, à míngua de subsídios e engraxador quanto baste...
Tenham vergonha, senhores comerciantes.
Deixem de vergar e assumam a vossa força como líderes de opinião.
Não é lamber botas e a choramingar que conquistam o respeito dos consumidores.
Anda tudo ao contrário, meus senhores.

Anónimo disse...

Ao anónimo de Terça-feira, Setembro 23, 2008 3:24:00 PM,

O mesmo que te pagam a ti para seres mal educado ... nem a palhaço chegas!

Anónimo disse...

Utilizando a sua extrema "boa" educação perante os outros senhor anónimo de 23 setembro das 3:24, é um autêntico cromo, um postas de pescada profissional..

Anónimo disse...

Imagine-se onde isto já chegou: ter ideias diferentes e expressá-las aqui é ... má educação para com os outros! Imagine-se só! Depois ainda vêm falar em PIDE e outras coisas dessas. É como já disse noutro sítio: gato escondido com o rabo de fora ...

Mas desculpo-me perante todos pelo desabafo que tive para com o anónimo do palhaço. Não é meu timbre, mas saiu ... foi mais forte que a paciência.

Al-Ma'dan disse...

Anónimo das 3:13 PM,
Diz você dois parques, eu sei o da Sobreda e o da Charneca. Falta dizer que a construção de 2 parques em 34 anos de governo, com excepção do Parque da Paz, é muito pouco. E sabe porque ainda assim estão a construir os 2 parques ?Porque a sua câmara tem sido muito pressionada pelos munícipes! Mas não é por vontade própria, porque a CMAlmada sembre abominou e continua a abominar espaços verdes. Quanto ao Parque da Paz que está em construção há mais de uma década, quando estará terminado ? Quando terá caminhos decentes ? Quando será bem
tratado ?
Relativamente às piscinas e às escolas, não tenho comentários a fazer: fazem parte das áreas para os quais os senhores têm alguma sensibilidade. Também tinham de fazer alguma coisa bem feita, não lhe parece ?
Todas as outras áreas, para as quais os senhores não têm sensibilidade, estão há anos enjeitadas, incluindo a limpeza urbana que põe Almada no 3.º mundo, os espaços verdes que são poucos e mal cuidados, a qualidade dos espaços urbanos que faz lembrar algumas cidades africanas, sem desprimor para algumas delas.
Quanto aos 7 parques de estacionamento ainda ninguém os viu!
Relativamente às ciclovias que estão em construção se é para ficarem ao abandono como está a ciclovia Parque da Paz - Almada Fórum, mais vale estarem quietos.
A referida ciclovia está em auto-gestão há 6 anos, desde que foi construída. Aliás, esse é um dos maiores pecados da administração CDU em Almada: tudo está um pouco ao abandono, em auto-gestão.
Por vezes interrogo-me mesmo se a câmara existe. É que tudo parece abandonado, sem qualquer tipo de intervenção durante meses e por vezes anos. As ruas não são lavadas, o lixo não é recolhido, as ervas não são cortadas, os passeios não são arranjados, os poucos espaços verdes estão repletos de lixo e maltratados, os parque infantis estão vandalizados,etc, etc.
Gostaria que o senhor que está por dentro do que se passa na câmara (provavelmente será mesmo um membro da mesma!) me explicasse porquê todo este mau trabalho ? Porque não tirar uma pouco ao item propaganda e investir mais na qualidade e no brio ? Porque algo que decididamente a CMAlmada e a sua camarada MESousa não têm, é brio !
Para a câmara de Almada e para os seus camaradas, tanto faz que a m...da chegue ao tecto como não, que não mexem uma palha.
Sabe o que é viver numa cidade em que o munícipe não necessita de pedir nada, tudo é feito como deve ser porque a câmara sabe que é essa a sua obrigação ?
Sabe o que é viver numa cidade em sempre que o munícipe interroga, pede, reclama, tem sempre uma resposta, o mais rapidamente possível ? Não deve saber, porque em Almada nada disso acontece.
Em Almada, a câmara não cumpre com as suas obrigações para com os munícipes, não os respeita, quando solcitada pelos munícipes não responde na maioria das vezes, nem mesmo os manda à m...da!
Em Almada, a câmara manda ao lixo as mensagens que recebe dos munícipes. Em Almada, a câmara trata os munícipes como se de atrasados mentais se tratassem.
Em Almada, quem chega de fora não gosta do que vê: nada está feito para ser agradável, e criar bem-estar. Tudo está feito ad-hoc criando, pelo contrário, mal-estar.
Quem vem a Almada uma vez, na maioria dos casos não torna a vir. Eu conheço alguns casos de estrangeiros que tendo estado na Costa me disseram: "as condições naturais são excelentes, mas tudo o resto é mau demais". A Costa, nem o programa Polis a vai salvar, porque os senhores enjeitaram-na durante 34 anos e com aquele programa, em relação ao qual é preciso não esquecer que é o estado central o principal investidor, as coisas vão melhorar mas apenas temporariamente. Depois de entregues à câmara, como habitualmente, tudo ficará em auto-gestão e sem manutenção. Daí que em 2 ou 3 anos vá estar tudo estragado e abandonado! Palavras para quê, quando numa cidade é a própria câmara que vandaliza, através da sua inépcia e mau trabalho ?
O MSTejo que poderia ter sido um bom projecto de requalificação urbana, não o foi porque os senhores não têm competência para levar avante com sucesso um programa daqueles.
Enfim, já me alonguei demais, e tudo isto para dizer que apesar dos milhões, Almada continua tão pobre e terceiro-mundista como sempre.
Porque, a CMAlmada não presta, e enquanto assim for, nem todos os milhões lhe valerão!

Anónimo disse...

4 mil assistentes no Almada Fachion?
Quantos convidados da presidente da Câmara?
Quantos convocados pela CMA-PCP-CDU?
Uma festa organizada e paga pela Câmara tem sempre o seu povinho, os seus apoiantes, os militantes do partido.

Não teve a dona Emília medo de ser assobiada na Praça da S.João Batista e o melhor era convocar a sua Festa Fachion de sua aclamação para dentro de sua casa, para controlar os protestos de antidemocratas e arruaceiros?

um almadense disse...

Discordo num ponto do al-ma´dan

Os milhões valem muito e são muito importantes para esta Câmara, mas não para Almada.
Fiz-me entender?

Anónimo disse...

Al-ma'dan e outros,

Não vou responder-lhe à letra, tal o despautério da sua intervenção. Mas sempre registo que este seu discurso encaixa como uma luva e na perfeição na minha tese do embuste. De tanta inverdade e distorção que diz, deve ficar convencido de que pelo menos alguma há-de ficar na memória dos mais incautos e (espero que não) tornar-se "verdade". Mas acho que não, quem o ler e conhecer um pouco que seja a realidade das coisas, saberá dar-lhe o devido desconto.

Quanto aos outros que vêm a seguir ao al-ma'dan, parece que os embustes se estão a multiplicar como cogumelos... Principalmente o Um Almadense, porque o outro é mero provocador (embora este também o seja). É que antes de falar devia ler o que eu escrevi sobre os investimentos que estão a ser feitos. Porvavelmente fazem-se com ar ...

O que vos preocupa, isso é mais que evidente, é que o trabalho desenvolvido pela CM Almada vai inteiramente ao encontro dos interesses e dos anseios dos Almadenses, facto que é reconhecido pela grande maioria desses Almadenses, e o que é mais dramático para vocês, é que essa realidade contraria naturalmente os VOSSOS próprios interesses políticos e pessoais.

É, é exactamente isso, o tal gato escondido com o rabo de fora. Falam muito em ambiente, em espaços verdes, em limpeza pública (falseando e distorcendo a realidade), mas essa é apenas a capa para esconderem os vossos reais interesses.

Sabem que o Povo de Almada conhece e reconhece o trabalho feito. Então nada melhor do que denegrir, nem que para tal recorram à mentira mais abjecta - essa dos dois parques é de bradar aos céus; é de quem não conhece - ou então é o mais puro mentiroso - minimamente o concelho de que fala! - para tentar convencer alguns de que o trabalho feito é mau.

Enfim, faltam-lhes as propostas, fazem fitas. E o que é mais engraçado é que esta atitude é exactamente, sem tirar nem pôr, a atitude daquilo que vocês não se cansam de dizer que não existe em Almada, que é a "oposição". O que me sugere, cada vez com mais veemência, que vocês são essa "oposição", nem mais nem menos. Mais uma vez, o gato escondido com o rabo de fora ...

Incapazes de apresentar propostas concretas, escondem-se no denegrir do trabalho feito, na esperança de que isso possa trazer-vos algum lucro e alguma vantagem. O que significa que vocês pensam, provavelmente é mesmo uma convicção profunda vossa, que os cidadãos a quem se pretendem dirigir são parvos e vão nas vossas patranhas. A verdade, e a história desmentem-vos, contudo.

Anónimo disse...

Só pensem numa coisa, os ditadores Stalin, Hitler, Mussolini, Franco, etc, fizeram obras faraónicas sem utilidade nenhuma. O nome é megalómanos. Apliquem isto à CMA.

Anónimo disse...

Ao camarada fura blog das 05:39, por que não se compra um bosque e se perde? Recomendo-lhe ler o blog -a sul- e assim saberá o que fazem seus camaradas do Seixal, pelo visto estão todos vocês muito nervosos com a liberdade que dão os blog aos cidadãos. Ficam-lhes 2 dias no poder, ja, ja, ja....

Anónimo disse...

Ao camarada fura blog das 05:39, por que não se compra um bosque e se perde? Recomendo-lhe ler o blog -a sul- e assim saberá o que fazem seus camaradas do Seixal, pelo visto estão todos vocês muito nervosos com a liberdade que dão os blog aos cidadãos. Ficam-lhes 2 dias o poder, ja, ja, ja....

João Correia disse...

Não é preciso ser muito iluminado para se perceber que o definhamento do comércio é uma situação global, não é apanágio de Almada. É fruto de políticas e opções erradas do Governo, que durante 30 anos, não teve a visão de programar e acutelar aquilo que vivemos hoje.

Dou como exemplo o Centro Comercial de Alvalade que visitei há dias... é ainda mais deprimente do que o centro comercial de Almada em Cacilhas. Lisboa, Porto, Amadora, Figueira da Foz estão cheios de exemplos destes, onde o comércio de rua agoniza porque durante décadas não foi protegido nas decisões ecomonómicas que se tomou em prol das grandes superfícies e dos grandes grupos.

Não é Almada, nem é a CMA, meus amigos... é muito mais grave e tenebroso do que isso. É a assunção de termos sido governados por incompetentes, desencantados e sobretudo, desonestos..

Anónimo disse...

O Almada Fashion não se realizou na Praça da Liberdade porque se previa chuva?
Qual foi o(a) iluminado(a) que consultou a previsão meteorológica?
A mudança deu-se por essa razão que não chegou a ser ou porque sua excelência MES teve medo do ar livre com muita gente e muitas viroses e resolveu agasalhar-se no pavilhão-serve-para-tudo onde sem correntes de ar e com a presença de seguranças se sentiria mais acomodada?

Ofender não vale. vamos tratar-nos como pessoas civilizadas (não emitem MES) e nada de asneiras nem premissas tolas.

Uma novidade ou talvez não.
Há um vereador que tem o cuidado de ler um blogue, daqueles quentinhos, quase todos os dias.
Tentem adivinhar qual é que eu não digo tudo.

E agora venham de lá os da contra informação oh faxavôr!

Anónimo disse...

São incompetentes que governam Almada.
Confundem Povo de Almada com 20% dos eleitores.
A vossa minoria ditatorial não vale mais que 20% dos eleitores inscritos.
Se fizerem as contas em relação ao nº de habitantes a vossa legitimidade é mais irrosória.
Só têm uma saída digna:
Respeitar Almada e não andarem armados em democratas, porque as ditaduras também chegam ao poder através da democracia.
É o vosso caso.
Não gostam disto, pois não?
Embrulhem e guardem.

Anónimo disse...

Me gustaria saber se o que se escreve neste blog o chega a saber Mª MÊS e seus compadres ? Rogo-lhes que se alguém o sabe mo diga. Não habria nada que me fizesse mas feliz que se inteire de todas as opiniões que aqui se expressam. Obrigado.

Anónimo disse...

Posso afirmar com alguma certeza que todos os comentadores que se afirmam defensores de MES são funcionários ou públicos ou autárquicos. Faço-o na convicção de quem lutou na vida para criar o próprio posto de trabalho e verificar que o que me custou a mim é sempre desbaratado por este tipo de gente que nunca criou nada na vida e encontrou no estado ou na autarquia o sustento, (embora honesto),mas sem qualquer tipo de dificuldade e baseado quase sempre no uso da tradicional cunha que somente avalia o grau de fidelidade que o individuo irá respeitar.Ora, a satisfação que tem um empresário que se criou a si próprio é precisamente o motivo de inveja daquele tipo de gente que à sua própria custa, a única coisa que criam são os filhos e esses, meus amigos, serão concerteza empregados da mesma empresa pois é assim que há muitos anos a coisa funciona.Daí, o desdem com que os comerciantes e empresários têm sido tratados por estes pcêsinhos de meia tigela que não teriam onde cair mortos não fosse os impostos que somos obrigados a entregar.
Oliveira

Anónimo disse...

Oh Oliveira,

Tanto rancor, tanto ódio, tanto insulto!

Sou funcionário público, sim senhor, e com muita honra! E tenho a consciência perfeitamente tranquila quanto a méritos ou deméritos da minha actividade profissional enquanto funcionário público. Nada me pesa na consciência, está límpida como a mais pura das águas que possamos beber. E erros e omissões, certamente, mas quem os não tem? Você? É impoluto, você? Pelo menos na língua ...

Agora de empresários como você deixa perceber que se considera a si próprio, ainda mais vindo aqui insultar e caluniar centenas de milhares de concidadãos seus, tenho a certeza de que não poderei dizer o mesmo.

Certamente alguma coisa lhe pesa na consciência para vir aqui afirmar as barbaridades que afirma. Certamente! E não deve ser leve, o que lhe pesa na consciência.

Para o autor do blog: sinceramente, acha que um comentário como o deste Oliveira é admissível? Para quem afirma tanto prezar a liberdade e a democracia, acha, com honestidade, que é este o caminho a seguir? Diga lá, com franqueza!

Cientista Político disse...

ministério da saúde aconselha:

"Àgua Pura não é aconselhável para beber".

"Àgua Pura só é indicada para experiências laboratoriais e os resultados devem ser criteriosamente ponderados e discutidos entre os investigadores envolvidos no processo de investigação, para se chegar a um consenso"

Al-Ma'dan disse...

Oh anónimo das 5:39 PM,
Consigo, tal como com os seus camaradas, não vale a pena falar.
Por isso, é que lhe chamei no outro dia "pouco inteligente" e com toda a razão.
Vocês só vêem o que lhes agrada, têm uma visão selectiva da realidade, são maniqueístas e sectários, nada a fazer.
Com que então a CMAlmada tudo o que faz, faz bem ? Deixe-me rir que você é mesmo cómico. Mas, na realidade, o que vocês estão a fazer em Almada, não dá para rir dá antes para chorar! Seja sincero, na sua opinião em que é que a CMAlmada trabalha mal ?
Já agora, você não respondeu ao meu comentário-resposta ao seu no post anterior ! Porquê ? Não tem argumentos, não é ? Quando é apertado, você mete o rabo entre as pernas porque lhe faltam argumentos!
Você é que é um verdadeiro embuste, você e a sua câmara de faz de conta.

flash disse...

A oposição à actual maioria não me parece ser uma alternativa que ofereça credibilidade.
Não me apercebi, até este momento, que a oposição seja portadora de um projecto metódico e estruturado que marque a diferença, pela inteligência e visão.
Urge um movimento de cidadãos - que agite as consciências; que proponha alternativas; que evidencie, na justa medida, a mediocridade da maioria e da oposição; um movimento que galvanize os munícipes e que apele à participação dinâmica dos cidadãos do concelho.

Anónimo disse...

É só para dizer que há muito funcionário público (municipal) que está f***** com MES e sus muchachos. O funcionário (vereador de serviço ao guichet de respostas aos post e comentários neste blog), só contra argumenta com retórica, pergunta? quais são as vantagens evidentes da implementação do plano de mobilidade XXI, em quanto foram reduzidas as emissões de gases poluentes, em quanto foi reduzido o nível de ruído, em quanto foi reduzido o n.º de acidentes rodoviários (incluindo o n.º de atropelamentos).

Anónimo disse...

Ao vereador de serviço, se aquilo que voçês fizeram é tão bom, porque é que Almada não passa da mesma m*****, os passeios continuam cagados, esboracados e cheios de irregularidades, as estradas esboracadas e cheias de remendos, porque é que um buraco feito pelos SMAS leva 1 mês a ser tapado e regularizado?, porque é que as novas urbanizações estão convertidas em depósitos de entulho e com espaços públicos degradados. Este Concelho está uma miséria - falharam, assumam isso e arrumem as botas

Cientista Político disse...

Vejo que a MES já alargou a sua maioria na Câmara com mais um pelouro de vereador:

O Vereador do Pelouro de Visionar e "Intervir" nos blogues.

Ou será outro autarca mais carrancudo e troliteiro?

Anónimo disse...

Al-ma'dan,

Pode continuar a chamar-me o que quiser. Insultos vindos do seu lado são, obviamente, elogios para mim. Continue a insultar, mas espere sentado (para não se cançar) que eu entre no seu jogo.

Depois, responder a quê? Aos dislates do costume? Já respondi antes, e de forma cabal. Leia o meu comentário das 5:39 PM de hoje, e se o fizer com atenção, verá que respondi cabalmente ao seu comentário no post anterior. Ah, mas já me esquecia, comigo não vale a pena falar ...

Quanto aos anónimos mais ou menos "envergonhados" (ou sem vergonha), que usam os palavrões mas querem passar por bem educados, ainda não atingiram o nível que justifique que aqui diga algo mais do que aquilo que disse no comentário que referi ao al-ma'dan.

Quanto ao cientista político, a única coisa que me ocorre é que de cientista terá, de facto, muito pouco ou nada mesmo. Nem foi capaz de discernir, quanto à questão a água pura, que está lá um "possamos" que faz toda a diferença. Mas esta tendência para o totalitarismo com máscara de democrata é o que dá ...

Verifico, por fim, que cresce a preocupação em identificar-me (essa do vereador é que ...). Continuem com as tentativas de adivinhos; cá pelos meus lados ficarei a rir-me.

Mas agora a sério: interrogo-me por que razão o autor do blog ainda não expressou qualquer opinião sobre a vergonhosa intervenção do oliveira neste espaço. Como já lá vão umas horas - e nestas coisas da comunicação global, umas horas é muito, muito tempo - sou obrigado a começar a pensar (digo começar, só) que como quem cala consente, o autor do blog está de acordo. Mas repito, começo apenas a pensar ...

Anónimo disse...

Ah, cientista político, não é "troliteiro". É trauliteiro!

cientista político disse...

O cientista político foi muito "poveiro" e aceita que o autarca faça o "upgrade" para trauliteiro, já que "troliteiro" realmente era excessivamente básico e desqualificador.

Roldão disse...

anónimo das 3:13:00 PM 23 Setembro
Falsos para si é todo aquele que não segue a sua sombra?
Treine e tente por hábito procurar não dizer disparates.

Anónimo disse...

Bem o controleiro de serviço pode tentar atirar as culpas da crise do comércio de Almada para os malandros dos Governos centrais dos últimos 30 anos...

Não será antes culpa do Afonso Henriques, que atirou os mouros para fora? Lá se foram os comerciantes...

A verdade é que a culpa é mesmo da política urbana da MES, ou melhor, da falta de política urbana em Almada.

Ou será que não existem outras cidades com intensa actividade comercial, como Lagos, Portimão, Faro, Évora, Santarém, Setúbal, Barreiro, Loures, Torres Vedras, Coimbra, Viseu, Braga, etc, etc....

Ou será que as políticas nacionais só deram maus resultados em Almada?

Sabe, sr. controleiro, o pessoal já lá não vai com essas mentiras tão básicas, tem de se esforçar mais para merecer o que lhe pagam!

Quanto às duas novas piscinas em construção, pois eu acho que é o mais escandaloso sinal de novo riquismo da MES, mais preocupada com a imagem do que com a qualidade de vida dos seus munícipes. Quem aqui vive na Charneca de Caparica tem mais urgência que a MES arranje as centenas de ruas em terra batida, ou sem passeios, do o luxo da piscina, que bem podia ficar para depois.

Primeiro deviam estar as necessidades básicas e depois as piscinas. Para mais com tão belas praias aqui tão perto.

Se é verdade que a CMA tem as contas tão equilibradas é porque NÃO INVESTE tanto bem tão bem como devia. A CMA não tem de dar lucro, tem de ter contas equilibradas, apenas isso.

Se deu um lucro de quase 10 milhões é porque podia ter investido mais e não teve capacidade para o fazer.

Numa terra que está tão mal tratada é escandaloso que a MES se orgulhe de acabar o ano com lucro, essa invenção do capitalismo!

João Eduardo, da Charneca de Caparica

Anónimo disse...

Olha os Anónimos de Setembro 23, 2008 3:35:00 PM e Setembro 23, 2008 4:10:00 PM ficaram ofendidos com o facto de ter chamado a um deles de palhaço... (ou aos dois não sei)...
Pois chamei! e continuo a chamar!...
Vão estudar pá! palhaço é quem faz os outros se rirem... o que é que voçês julgam que me aconteçe quando vos leio neste blog... COMEÇO A RIR!
O que é que voçês julgam que eu faço quando ando neste "Rally Paper" que é hoje andar de carro em Almada (sim porque eu sou um capitalista, porquê?... simplesmente porque gosto de andar de carro - pecado capital em Almada) desato a rir e pergunto... Quem é que fez esta palhaçada???
Quanto ao facto de estar bem pago, não me posso queixar mas essa questão não se põe porque eu faço este serviço de "borla"...
Isto já não é uma cidade é um circo!
De quem eu tenho pena é dos coitados que votam em voçês, muitos deles vivendo em dificuldades e seguramente precisando de muito mais do que encher o ego a uns tantos autarcas que excepto isso nunca fizeram nada de especial na vida, com obras de regime como o MST.
Não é a mim que me prejudicam, porque eu continuarei a andar de carro, ouvindo uns CD's e ligando o ar condicionado para ficar confortável.
Ficarei atento a quando tudo estiver pronto e o povo vir que o MST é só mais uma miragem, ou seja que se gastou este dinheiro todo (nem quero falar das derrapagens financeiras detectadas pelo Tribunal de Contas) que tantas coisas boas podia oferecer ao povo de Almada, e no fim ...verem um eléctrico um bocadinho mais moderno a andar para cima e para baixo quase vazio.
Palhaços... SÓ ME FAZEM RIR!!!!!!!!!!!!
Nota Final: Folgo em ver as horas a que os ditos anónimos escrevem, após o almoço... ainda há ricos empregos onde se pode estar a ver blogs em vez de trabalhar... mas trabalhar é duro não é?

Anónimo disse...

O João Eduardo da Charneca de Caparica deve ter construído a sua casa ilegalmente, e agora quer que os outros todos lhe resolvam os problemas que ele próprio causou e lhe paguem, com os dinheiros públicos, a resolução desses problemas. Mas está-se a fazer muito para alcatroar - e outras infraestruturas - nas zonas em que estes senhores João Eduardo e outros construiram as suas casitas ilegalmente ... com aqueles que querem e assumem as suas responsabilidades. Com alguns outros tem sido mais difícil ...

Quanto ao comércio, tem a certeza que essas cidades de que fala apresentam um comércio florescente e bem na vida como afirma? Está muito enganado! Como também está enganado, ou quer enganar os outros, quanto à "catástrofe" que anuncia relativamente ao comércio em Almada. Mas mentir e deturpar é fácil.

Finalmente ao anónimo do palhaço: ria-se, homem, ria-se porque fica mesmo por aí! E não me preocupa nada a hora a que escreve o seu riso. Porque rir depois de uns copos bem bebidos, e uma noite (e madrugada) certamente bem passadas (cuidado é com a polícia e com o controlo do álcool, que agora está a apertar ...) é certamente muito saudável.

Anónimo disse...

Para o amigo Oliveira de certa forma aquilo que você diz é uma certa verdade, o sistema de entrada para os funcionarios esta de certa forma viciado não quero de ofender os milhares de trabalhadores do estado os chamados funcionarios que trabalham de uma forma independente de quem esta no poder no momento,mas o problema de algumas camaras onde o poder se prolonga no tempo e que trabalham os pais os filhos os netos e talvez os sobrinhos tambem,e sem duvida sempre com o cartão do partido no poder e onde esta a independência.

Anónimo disse...

Grande verdade como você próprio disse, "palhaço é quem faz os outros se rirem"
Sr. "Capitalista" das 4:21 como gosta de se intitular, você é um enormeeeee palhaço, faz muitas pessoas rirem :)
Mais pérolas suas amigo "capitalista": "eu continuarei a andar de carro, ouvindo uns CD's e ligando o ar condicionado para ficar confortável"
Ter um carro com ar condicionado e ouvir cd´s é ser capitalista??
ahahaahaha impagável..
Você nem sabe o que é..
Palavras para quê??..
É só mais um..

Fernando Sousa da Pena disse...

De repente a discussão perdeu o seu eixo inicial. Mas gostaria de recuperá-lo. A ideia peregrina de fazer circular autocarros paralelamente à linha do MST é mais uma prova da profunda confusão que reina nos que gerem (?) os destinos do concelho. Mas é coerente com a bagunça criada com as mudanças desmioladas dos sentidos do trânsito. É mais uma asneira grosseira, um despautério.

Anónimo disse...

Poié Fernando Sousa da Pena, é a táctica deles desviarem o olhar e a mente das pessoas do que é importante: as asneiras desta Cãmara Municipal.
Aqui, os dois maiores partidos da oposição também se deixam enrolar pela Emília e camaradas.

Anónimo disse...

"Pois é", queria dizer no anterior comentário.

cientista político disse...

Alerta ao cidadão:

Cuidado!
Quando criticar o MST ou as obras, com alguém na via pública,olhe em volta porque pode ter bem perto de si um agente da nova PIDE(Almada) -regional CMA-PCP-CDU - é Pessoal de Informação e Defesa da Edilidade (Almada) a PIDE.
Chegam junto dos críticos para ouvir conversas e começarem a elogiar o metro e a obra da MES.
São recrutados entre reformados fixes do partidos e militantes trabalhadores nos seus tempos livres.
A vigilãncia-controle está na rua e eles têm de mostrar serviço.

Anónimo disse...

.........Descobrir gente honrada e competente no interior dos partidos? O busílis está aí. Porque os partidos converteram-se em agências de empregos, desprovidos de ideais morais, com clientelas domesticadas porque as sinecuras e o nepotismo são compensadores.» Jornal de Negócios by Baptista Bastos

Como é que ele adivinhou o que se passa na nossa cidade?

Al-Ma'dan disse...

A propósito de PIDE e, para que se possa compreender como esta gente funciona, gostaria de partilhar convosco uma história que me contaram há já alguns anos e que refuto de verdadeira, dada a sua origem: um familiar ex-PCP.
Passa-se a história nos idos dos finais da década de 80, princípios da década de 90, na Cova da Piedade terra que, como sabem, tinha muitos PCs.
Por essa época, mais que actualmente, o Largo 5 de Outubro era o centro nevrálgico da Piedade. Todos os cidadãos moradores naquela zona tinham o hábito de, aos fins de semana, irem comprar o jornal nos quiosques do largo. Então, colocado num local estratégico do largo, havia um camarada que controlava os jornais que os demais camaradas compravam. Caso os jornais comprados não fossem o Avante ou o Diário, mas qualquer jornal "burguês", o referido controleiro ia delatar à sede local do partido o camarada transgressor.
Esse controleiro já faleceu há alguns anos e, por respeito pelo facto, omito aqui o seu nome, mas posso dizer que, em pagamento dos altos serviços prestados ao partido, foi dado o seu nome a uma artéria do concelho.
Esta singela história, ajuda-nos a perceber como funcionam aquelas cabeças: controlam os outros (não PCs) e controlam-se igualmente uns aos outros. O espírito PIDESCO é quem mais ordena.

Anónimo disse...

Ó palhaco de Setembro 24, 2008 12:05:00 PM, vai para o Circo!!!
É o que eu digo, voçês não estudam... como é que haviam de perceber os outros?!?!
Com essa cabeça "formatada" a cimento como é que voçês querem compreender os outros.
Com o MST meteram-se numa "aliança" com o PS em que este goza os frutos e voçês só se enterram... vão ver nas eleições autárquicas a "porrada" que vão levar.
Vejam os resumos do debate de hoje na AR... até faz pena ver a bancada do PCP...

Ana disse...

Nas últimas eleições votei PCP, nestas pode a Srª Presidente ter a certeza que nem PCP nem PS
Foi o resultado de uma política de tranportes lamentável

Anónimo disse...

O controleiro de serviço bem pode pregar contra mim, mas foi a sua Câmara CDU/MES que deixou destruir a Charneca de Caparica com a construção clandestina, ou não é verdade que estão no poder há 34 anos?

E não é sua Câmara CDU/MES que cobra taxas urbanísticas obscenas nessas tais construções clandestinas? Deixaram construir por todo o lado e agora é só arrecadar taxas e impostos! Grande gestão a vossa, camaradas.

Quanto à minha casa, não esteja preocupado, eu não ganho para construir casa própria, nem legal nem clandestina, vivo num simples andar com licença da vossa Câmara e tudo e agora tenho uma urbanização a crescer mesmo em frente à minha janela, onde antes só havia pinheiros.

É a vossa política, onde há um pinhal nasce uma urbanização.

Quanto ao comércio nas outras cidades, por acaso até é como digo e algumas delas tiveram ou têm autarcas da CDU, mas um bocado mais competentes, não é?

As melhoras, são os votos do

João Eduardo, da Charneca de Caparica