domingo, março 15, 2009

Fuga de Areias ou de Ferro?

Em...Almada, na Costa de Caparica, o negócio de enchimento das praias, com areias, continua a ser "terra da felicidade" para uns quantos, diante da manifesta incompetência em acautelar com eficácia o futuro da frente de praias e a dinamização turística sustentada daquela zona balnear da "ocidental praia lusitana".
clique sobre as fotos para aumentar
Depois do negócio de pôr e repor as areias surgiu agora outro, o do ferro, associado ao vai e vem das areias com a alternância das marés.
Os "experts" continuam a gastar inutilmente milhões ao erário público e segundo parece com contrato renovado por cada vez que o mar vem buscar a areia que lhe roubaram.
Foi feito o enchimento das praias, mas segundo parece, nenhuma superior cabeça pensante imaginou que há os movimentos de marés, umas maiores que outras, umas mais agitadas e devastadoras que outras, que há ventos fortes e que há mar e mar...há o ir e voltar das areias.
Os homens "experts" encheram a praia com areia roubada ao mar, até à cota que entenderam ser a melhor.
Imaginaram o mar quedo, sereno e calmo e, a partir daquela cota começaram a tirar medidas para implantar escadas em ferro, até ao piso do paredão, destinadas aos veraneantes e frequentadores das praias.
O negócio foi feito, ingenuamente, esquecendo que natureza é a natureza com as suas leis, diferentes das dos homens, que muitas vezes não usam a inteligência nem a racionalidade para servir a sociedade.
O mar veio buscar a areia e as escadas ficaram penduradas. Passados poucos dias a situação é esta:
Para quem está na praia e quer subir, a altura da areia termina cedo de mais e a escada começa muito tarde. Para quem está no paredão e quer descer, a escada termina muito cedo e a altura da areia começa tarde de mais. Por acção das marés e dos "experts", ou falta areia na praia ou falta ferro (degraus) nas escadas. Só resta saber, se os homens "experts" vão pôr mais areia, acrescentar mais degraus às escadas ou se escolhem o meio termo: Pôr mais areia e mais ferro, fazendo um pacto ou acordo com a "Mãe Natureza", com o "Senhor dos Mares" ou, com os "senhores dos negócios" de areias e do ferro.
...ou será fuga de Milhões?
EMALMADA agradece a colaboração de cidadão

14 comentários:

Anónimo disse...

Uma grande obras de facto, pelo menos a 2ª maior em termo de gastos. Certamente que a engenharia sabe o que faz ou que deveria saber. essa das areias o que se verifica é que as areias desaparecem, será que isso não foi calculado, quanto custa esse vai e vem de areias?.... Tambem sabemos que a força da natureza faz coisas do incrivel e que o homem se torna impotente para a contornar, vamos ver o que vem a seguir?

Pedro Sousa disse...

A democracia tem a virtude de permitir que todos livremente coloquem a sua opinião, no confronto leal e directo de ideias e opiniões.

A Internet e os Blogs vieram ainda mais realçar essa permissa.

Continuamos a viver contudo, com a velha forma de estar própria da inquisição da idade média e com muitos resquísicios dos estilos caciquistas dos bufos da PIDE.

Por muitos objectivos nobres que o seu blog possa pretender ter, nomeadamente o de detectar situações incorrectas ou aspectos que considera serem melhorados, perde todo o seu conteúdo em virtude do ódio visceral que nutre pelos comunistas, passando depressa da sinalização das situações para o mero insulto grosseiro e cobarde.

Sempre assim foi e sempre assim será, o que demonstram aqui todos os que de uma forma anónima e quem determina o conteúdo deste blog, é isso mesmo uma imensa cobardia.

Quem não se assume, quem se esconde atrás da máscara, não merece qualquer credibilidade e muito menos o respeito dos seus concidadãos.

Há quem procure trabalhar para melhorar a sua cidade, o seu concelho, os senhores preferem ser felizes diletantemente destilando puro veneno, tal e qual como as hienas, cobardes que riem.

Ao contrário do que o senhor pensa, em política não vale tudo, no seu, nos seus partidos, na sua e vossa visão do mundo, parece valer.

Pedro Sousa, cidadão de Almada e do mundo, há mais de 40 anos.

Anónimo disse...

Caro amigo, Pedro Sousa: o seu ponto de vista tem alguma legitimidade, de facto, temos nesta democracia uma constante, a falta de respeito por parte dos eleitos em relação a quem os elegeu senão repare; desde 1986, ano de entrada na então CEE, foram canalizados milhões de milhões de contos para o desenvolvimento do país, das infraestruturas à educação, da saúde à economia, dos direitos do consumidor à cidadania,da modernização empresarial à promocão da cultura. Que resultado temos?, a betonização do país, o enriquecimento ilicito de politicos, autarcas, gestores da coisa pública em geral, corrupção generalizada que se estende desde a mais pequena autarquia até aos mais altos postos governamentais. Creio, assim, que o alvo onde pretende fazer pontaria, talvez não seja o mais correto, a não ser que considere francamente que a má vontade por si verificada nos blogs não tem nenhuma razão de existir. A ser assim, só posso pensar que no seu caso, a democracia Portuguesa está bem e se recomenda, os politicos portugueses devem ser o alvo da nossa paixão e respeito e no caso do concelho de Almada, tudo está tão bem que o povo da cidade nem merece os autarcas que tem. Presunção e água benta, cada um toma a que quer.
Oliveira.

Anónimo disse...

Ao hipotético Pedro Sousa, mais que provável anónimo.

O que apelida de ódio visceral pelos comunistas terá como base a ridícula actuação que esses senhores têm vindo a exercer neste Concelho.
Nada de generalizar, até porque há comunistas sérios. O que não é o caso dos que temos o azar de nos governarem.
Esses são incompetentes, oportunistas e outras coisas.
Não haverá ódio. Haverá uma constatação.
Como se costuma dizer, há bom e mau em todo o lado.
Mas estes maus com quem temos que nos bater, são demasiado maus.

Pedro Sousa disse...

A critica é saudável e necessária em democracia.

Tal como o respeito pela opinião dos outros.

O insulto vulgar e ordinário, não é.

E é só nisso que o seu blog perde a credibilidade que porventura pretendia que tivesse.

Espero sinceramente que continuem a manifestar as vossa preocupações em melhorar o concelho onde todos vivemos, todos somos precisos e todas as opiniões são importantes agora os senhores não têm a imparcialidade nem a distância política que mereça algum crédito muitas das afirmações que aqui são feitas.

Nota: Ao anónimo que continua anónimo, apenas informarei novamente a minha graça, talvez não tenha lido bem, Pedro Sousa.

Anónimo disse...

O apelidade Pedro Sousa, abreviado P.S. insiste dirigir-se ao dono/donos do blog.
Este/estes não lhe ligam e o P.S. fica triste.
Insiste na tese da purificação das almas.
Tem muito trabalho, apesar de serem poucas mas fazem muitos estragos e causam grandes danos, se começar pelas almas dos autarcas da CMA e seus camaradas acompanhantes na desgraça desta terra.

Anónimo disse...

Para os comunistas a democracia é berrar e insultar o primeiro ministro e o governo. Mas nas autarquias PCP a democracia é estarmos todos muito caladinhos e ordeiros.

Pedro Sousa disse...

O insulto não é digno da democracia, isto abrange todos os quadrantes políticos. Quanto ao mais continuação de bom trabalho.

Rodrigo disse...

O Sousa depois de ter vindo a terreno defender a autarquia e os que ele diz serem comunistas (os da autarquia desta cidade) agora vitimiza-se e veste pele de cordeiro.

Anónimo disse...

Com a maré cheia, não temos acessos à praia...

Como numa qualquer piscina, temos verdadeiras pranchas de saltos.

Viva a inovação!

Pedro Sousa disse...

Carissimo amigo Rodrigo, o tal Sousa apenas está a expressar o seu ponto de vista, não se vitimiza nem veste nenhuma pele a não ser a sua. O insulto seja ele qual for e seja proferido por quem quer que seja, retira toda a razão a quem o profere.

Anónimo disse...

Para o queixinhas deste blog e restante canalha, vós sois como o tipo do gato fedorento , falam falam falam , mas não vos vejo a apresentarem quaisquer soluções , é uma cretinice pegada

fernando sousa da pena disse...

Mas, Sr. Pedro Sousa, fico com uma dúvida. Será que o autor deste blog andou (malandro!) a escavar na praia só para a escada ficar pendurada? Vai na volta é o autor deste blog que anda a esburacar as ruas, a despejar lixo por toda a cidade, a partir candeeiros, a grafitar as paredes, a construir monstros de betão, a arrasar a paisagem, a assaltar lojas. Tudo por sanha anti-comunista e raiva descontrolada...

Anónimo disse...

Já que a Nossa Senhora de Fátima cá vem (com o que eu concordo, pois dá movimento á cidade),esperemos que a MILITA nãe esqueça de pedir PERDÂO por ter ESTRANGULADO a ÙNICA AVENIDA que Almada tinha, só para ter um PRÈMIO na mão. Quem lho deu não sabe que os gazes nas outras pequenas ruas triplicaram e que para ELA ter esse PRÈMIO temos a classe dos COMERCIANTES DESTRUIDA, e consequentemente ALMADA MORTA.SR PRESIDENTE PEÇA PERDÃO PELO TEMPO QUE ESTÁ A LEVAR A RECONHECER QUE ESTA AVENIDA CORTADA ESTRANGULOU TODA A CIDADE.Peça tambem por ter criado a ECALMA que multa todos os visitantes a €60. Não tenha vergonha de mostrar que reconhece que errou, a Nossa Senhora PERDOA_LHE porque ELA sabe que não foi de PROPÒSITO. O Indignado