domingo, junho 01, 2008

Dinheiro é Preciso

Em...Almada, Câmara Municipal via ECALMA mete descaradamente a mão no bolso do cidadão para sacar dinheiro.

O desespero saiu à rua e os propósitos de quem gere a autarquia revelam-se.

É preciso facturar $$$$$$$$$$$$$$$$$!

Onde, quando, como e com quem não interessa.

O que faz falta é dinheiro p´ra pagar à malta da...ECALMA .

É um fartote de vilanagem!

clique na foto para aumentar

Rua Caetano Maria Batalha (acesso à "rotunda dos bancos")
Repare-se na placa junto ao aviso de início de obras:
Parque de estacionamento pago em cima de passeio.Só digno da melhor autarquia de Abril e com as melhores contas: ALMADA... pois então!
Veja também em:

7 comentários:

Anónimo disse...

Uma situação no mínimo caricata.
Quando li este post e vi a foto nem queria acreditar. Pensei tratar-se de alguma montagem.
Mas a prova é evidente. Até me levou a passar pelo local.
Inadmissível!

alfacinha disse...

A necessidade de dinheiro a quanto obriga.Perturba a visão e a lucidez mental de pessoas.
É a atracção pelo metal mola real do capitalismo, que fascina e perturba a comunista CMA.

Anónimo disse...

O caricato da questão é que primeiro autorizam e apadrinham a criação duma zona de serviços no que é chamado da rotunda dos bancos, mas depois não há lugar para estacionar os carros.
Quer dizer, chamam o pessoal e depois tratam da vidinha, ou seja de cobrar ao zé patego.....

Anónimo disse...

Trilogismo:
-"Com papas e bolos se enganam os tolos", diz o povo
-A Câmara de Almada está ao serviço do povo.
-Logo a Câmara de Almada acha que somos tolos.

Anónimo disse...

O tipo de estacionamento que a fotografia bem documenta, tem duas leituras na óptica do Sr. Vereador do Trânsito e Vice Presidente da Câmara Municipal de Almada, Exmo. Senhor Doutor Jorge Gonçalves:

1 - Quando gratuito, é "estacionamento selvagem" (as são do Sr. Verador...;

2 - Quando taxado pela ECALMA (da qual, suponho, o senhor Vereador é Administrador), para além de se constituir como uma fonte lícita de receita, também serve para "educar" o mal formado cidadão que se dá ao "luxo" de ir de carro ao banco...

Anónimo disse...

Pela Páscoa, lá terei de oferecer umas amêndoas ao Sr. Vereador, a quem involuntariamente troquei o nome...
As minhas desculpas, o nome correcto é José.
No Ponto 1, entre parêntesis, predendia escrever: (as PALAVRAS são do Sr. Vereador...).

Luis Eme disse...

anedótico e surrealista...