domingo, junho 22, 2008

ALMADA. QUE OPOSIÇÃO?

Em...Almada, o ambiente não é propício ao exercício da cidadania pelos cidadãos, porque os partidos da oposição não ajudam.
Têm medos deste executivo autárquico que os controla e quer controlar os cidadãos, mas também receiam o exercício e a prática da democracia participativa livre pelos cidadãos.
Têm medo da intervenção livre do cidadão, que este exerça o seu direito de questionar e que questione sempre que tiver dúvidas.
"Nenhuma sociedade que esquece a arte de questionar pode esperar resposta para os problemas que a afligem."
No concelho de Almada para além do PCP que detém a Câmara Municipal mascarado numa coligação, consta existirem partidos políticos, que não fazem oposição militante e visível aos olhos almadenses. O exercício da democracia está viciado pela força totalitária que domina a autarquia e também pela letargia de conforto dos ditos partidos da oposição (PS, PSD, BE, PP), que voltaram costas à população. Não a ouvem na rua, nem vêm à rua informar do trabalho que realizam ou que dizem realizar, algures. Não captam nem capitalizam o descontentamento das pessoas em relação a este executivo municipal que mantém Almada com notórios indíces de atraso e subdesenvolvimento.
Não sabem fazer oposição ou não querem fazer? A actual gestão autárquica não trabalha para Almada. Almada hoje é uma cidade envelhecida. Não se vê juventude na rua. Nos principais pontos públicos do concelho observamos a predominância de idosos em qualquer dos sete dias da semana. Almada não fixa gente jovem. Há erros a mais e inaceitáveis na gestão autárquica. Seis exemplos muito evidentes: - O Plano de Acessibilidades Mobilidade XXI está a revelar-se negativo para residentes e visitantes. - O traçado e a implantação do MST não serve a população que deveria servir, não dignifica a cidade. Destruiu Almada. - O terreno junto ao novo Tribunal, no Pragal, que deveria ser destinado a zona de lazer e recreio, espaço verde para moradores, foi objecto de um fabuloso negócio imobiliário de 7 Milhões de euros feito pela Câmara. - Árvores e espaços verdes, existentes no concelho, por falta de manutenção ficam ao abandono. - A limpeza urbana é mesmo muito deficiente causando uma imagem negativa do concelho. - Passeios e espaços públicos degradados já são típicos em Almada. Esta Câmara tem mostrado ser excelente parceira do capital global especulativo do "betão e do alcatrão". No actual quadro de degradação do concelho, os almadenses estranham que os partidos da oposição não revelem disposição para serem actuantes e dinâmicos naquilo que têm obrigação de fazer para mudar Almada: ser verdadeira e inequívoca oposição. Haverá entre eles e Câmara Municipal algum denominador comum ( $ ) ? Se há, a população nada pode esperar da oposição. Haverá elementos de partidos da oposição encaixados em empresas que fazem negócios com a Câmara Municipal ou que estão a “comer” aqui ou ali e se fizerem oposição em defesa de Almada e da população, o “tachito” pode acabar? Deixaram-se alguns deles amarrar a compromissos insensatos ou negócios, de cabeças pensadoras dos seus partidos, que lhes tolhem os movimentos, fazem calar a voz e os impedem de ser “inconvenientes”? Que partilha de domínio territorial há entre os partidos para que Almada e suas gentes estejam a ser sacrificados há 34 anos por uma gestão ditatorial e ruinosa para o concelho e faz com que a oposição nunca se tenha interessado seriamente por Almada e suas gentes? Os almadenses não percebem os medos e inibições revelados pelos dois maiores partidos da oposição de se apresentarem como alternativa ao PCP na Câmara Municipal. Os partidos da oposição deveriam sentir vergonha de só aparecerem aos eleitores seis meses antes do acto eleitoral a dizerem que existem e que querem ser alternativa. Que alternativa, se só então se mostram? Assim não! Continuem onde estão e como estão. Almada não precisa de vós assim. Talvez quem esteja mal sejam os almadenses. Por isso, muitos estão a deixar Almada, a deixar de viver Almada e abstêm-se de votar. O resultado está à vista. Não colaborem mais no “negócio” de vender Almada. Os almadenses não merecem ser enganados. Acordem.
Almada precisa ser dignificada.

39 comentários:

Anónimo disse...

Vá lá, PARTIDOS acordem!
Tenham vergonha. Depois desta denúncia bem estruturada o que têm a dizer?
Vá lá, não tenham vergonha e mostrem que estão vivos, que a democracia ainda existe (?).
Querem que votemos em vós? Então apareçam, denunciem o que está mal e não tenham medo,ou terão "rabos de palha"?...

Anónimo disse...

PCP! PCP! PCP!
MARIA EMÍLIA VAI "LIMPAR" MAIS UMA VEZ A MAIORIA ABSOLUTA :)
AVANTE CAMARADA!! :)

Anónimo disse...

Coitados, não sabem mais.
Tanta ignorância!
Não têm mais ambições. Satisfazem-se com o que o partido lhes dá. Que não é nada. Apenas lhes permite que gritem PCP,PCP, e cotinuam na mesma carneiragem.

antónio santos disse...

Os 2 grandes partidos da oposição cumprem com rigor o papel de damas de honor do PCP.
PS e PSD são aliados do PCP nas Juntas de Freguesias, quando o natural era juntarem-se para fazer oposição.

O PCP esfregas as mãos e trabalka para lhes dar a volta.

O BE com recalcamentos e frustrações de esquerdismo faz fretes ao PCP, vulgo CDU, quando este precisa.

Anónimo disse...

olhe que não, olhe que não!

Anónimo disse...

O Povo de Almada esta farto desta força totalitaria, QUERO MANDO E POSSO e 25 de Abril Sempre. Não está em causa o 25 de Abril mas sim o aproveitamento. Outras forças politicas levantem a cabeça a mudança deseja-se cremos o 25 de Abril para todos e tambem para outras forças porque esta esta gasta e saturada. Maria Emilia está a ficar velhota dee o lugar a nova gente. Va para presidente do metro outro tacho.

Anónimo disse...

Em trinta e quatro anos no poder não fizeram nada...

Agora, fazem projectos, alguns deles talvez para concretizar no próximo século (se então houver dinheiro...)!

Por acaso tiveram oportunidade de ler o "encarte" que foi distribuído com o semanário Expresso do passado fim de semana?

Por acaso prestaram atenção à campanha publicitária na RTP 1 e às imagens virtuais que a mesma apresenta da zona ribeirinha de Almada?

Assim não, nem é preciso proibir que os órgãos de comunicação social sejam do Estado, situação que tanto está a preocupar o Dr. Alberto João Jardim...

No Continente os políticos são mais polidos (subtis), basta que alguns desses órgãos de comunicação social possam ser "engordados" periódica e sistematicamente por uma qualquer autarquia...

Almada é um bom exemplo, sabe distribuir um pouco de ração (€) por todos.

Assim vai a nossa democracia. Quanto a falar daquilo que está menos bem e que interessa ao comum dos cidadãos, "nikles"...

Estão todos suficientemente amordaçados...

Mostrem ao País as imagens reais de Almada...

Já basta de cosmética!

Anónimo disse...

Neste concelho só se mostra o que interessa.
Faz-me lembrar certos países onde por exemplo os turistas estão proibidos de ver tudo.
Só têm acesso ao que convém.

MES sabe o que faz.
E o povo continua sereno.

Sotnas disse...

MES pode não ser inteligente, não é, pelo que tem feito em Almada, constata-se que não é uma mulher inteligente. Mas esperta, ela é e muito.
Resta-nos a nós, combater essa esperteza que mais não é que esperteza saloia.
Tivesse ela dado com outra oposição partidária e com outros munícipes - mais esclarecidos, mais exigentes e mais actuantes - e já há muitos anos que estaria em casa a coser meias!
O que pretendo dizer é que, apesar de todos os contrangimentos, e eles são muitos, o futuro de Almada está nas mãos dos almadenses: assim como fizermos assim acharemos.

Anónimo disse...

O sotnas (ou Santos?) já cá não aparecia há algum tempo, sim senhor. E quando aparece é mesmo a "matar"! Do tipo "tomem e embrulhem" que eu já falei e está falado!

O sotnas (ou Santos?) faz certamente parte daqueles que são mais esclarecidos, mais exigentes e mais actuantes. É dos bons cidadãos; os outros são os maus cidadãos. E a pena que o sotnas (ou Santos) tem é que não sejam todos como ele ... ou estarei a ver as coisas mal? Será que ele também é dos maus cidadãos, só que com mais lábia que os outros?

Grande lider quer temos aqui, sim senhor! Este é que é homem para as curvas. Para dar lições (melhor, tentar dar lições), pelo menos, parece que aí está para as ditas curvas.

E depois é de muitíssimo baixo nível. Então vem para aqui dizer que este ou aquele é ou não é inteligente! Imagine-se, o sotnas a decidir quem é que é inteligente ou não é inteligente. Imagine-se só. Mas não o levem a sério, porque é só verborreia e persporrência, este sotnas (ou Santos?). Nunca ouviram dizer ao povo que "cão que ladra, não morde"? Pois é ...

Anónimo disse...

Ao último anónimo

Que importa que você tenha descoberto que o Sotnas pode ser Santos?
Ou está convencido que descobriu a pólvora?
Esperem! Afinal é mesmo importante que o anónimo tenha descoberto que o Sotnas se chama Santos.
Porra! Mas que mania a minha de não valorizar esta gente como o anónimo!?!?

É ou não verdade que há pessoas mais inteligentes que outras?
Por exemplo, estou convencido que este anónimo é menos inteligente que o Sotnas que tudo tem feito, e pelos visto conseguido, para tentar esconder a realidade. Ou seja, estaria o Sotnas a omitir o facto de poder chamar-se Santos.

Por outro lado, o Sotnas-provável-Santos será menos inteligente que o anónimo só porque não conseguiu fugir à evidência de se chamar Santos, fazendo crer que se chamava Sotnas.

Que grande e importante embróglio.

Oh Sotnas! Diga lá ao anónimo que não é Sotnas mas sim Santos, carago!
Vai ver que o homem até vai dormir mais descansado.

Combinado?

Anónimo disse...

Inteligência?

Há pessoas mais inteligentes que outras, sim senhor! Mas as pessoas mais inteligentes, exactamente por esse facto, não precisam dizer que as outras ... não são inteligentes! As pessoas mais inteligentes respeitam as outras pessoas, mesmo que sejam menos inteligentes que elas! Isso é uma marca distintiva da inteligência.

Em contrapartida, aqueles que são menos inteligentes (e a culpa não é deles) é que precisam de afirmar que os outros não são inteligentes! E sabe porque é que isto funciona assim, anónimo? Para compensar! Exactamente, para compensar!

O que é que fez sotnas (ou Santos)? Precisamente: disse que alguém não é inteligente. Porque é que ele, o sotnas (ou Santos), precisou de dizer que alguém não é inteligente? Porque ele é? Ou porque ele não é? Se quiser, já que demonstra tanto incómodo pelo facto de eu saber que sotnas é Santos, responda lá. Cá estarei ...

Anónimo disse...

Ah, mas uma coisa continua nebulosa na minha mente. O sotnas (ou Santos) é ou não é dos mais esclarecidos, mais exigientes e mais actuantes? É a "elite" ou é igual aos outros só que com mais "lábia" que os outros? Continuo confuso ...

Anónimo disse...

Pois é...mas o que é verdade é que o pcp lá vai fazendo as suas alianças (nas juntas de freguesia ) com o psd .
eles bem que têm um discurso para os tótós e outro para a vidinha deles.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 9:20:00 PM de 25 de Junho

Continua confuso?
Pudera! Você é uma verdadeira confusão...

Sotnas disse...

Oh anónimo das 6:33 PM,
Não vale a pena dizer nada ao anónimo das 5:49 PM.
Que gozo que lhe dá a ele ter decifrado que sotnas é santos, como se essa decifração fosse tão importante como ter descoberto que sotnas afinal é cavaco silva ou josé sócrates. Esta obsessão dele com o nickname e sua decifração demonstra de facto a sua (dele) falta de inteligência. Palavras para quê!
Relativamente ao que eu disse anteriormente, não se trata de inteligência ou de ser melhor do que os outros. Trata-se tão somente e apenas da constatação de que, se nesta terra os cidadãos fossem, em geral, mais intervenientes, e alguns são-no e muito, ela poderia ser melhor. Mas, um bando de andorinhas não faz a Primavera.
Não sou melhor que ninguém, mas tenho a consciência de que intervenho mais que a média dos almadenses. E como eu, estou seguro, muitas centenas, talvez milhares, também o serão, mas num concelho com 170.000 cidadãos isso é obviamente pouco.
Assim, mais uma vez apelo a todos os almadenses que queiram ver esta terra dignificada para reclamarem e protestarem junto de quem de direito, para que as coisas melhorem.
Não nos esqueçamos que muitas das aspectos que, apesar de tudo, podem melhorar nos próximos tempos em Almada, são em grande parte fruto das reclamações, protestos e sugestões que os almadenses vão fazendo.
Democracia não é só votar de 4 em 4 anos; é, também, e muito, o intervir no dia-a-dia do local onde vivemos sempre que julgamos necessário. É fazer valer os nossos direitos de munícipes, que, estejamos certos disso, se nós não os fizermos valer, ninguém os fará valer por nós.

Anónimo disse...

Oh sotnas (ou Santos?), então não vale a pena dizer-me nada e depois diz-me tantas coisas? Em que ficamos?

Só lhe respondo porque acima de tudo prezo a honestidade. E você não é honesto em parte do que diz.

Para além de insistir em classificar os outros de inteligentes ou não inteligentes (sobre esta matéria já tive oportunidade de dizer o que penso, e o facto de me considerar inteligente ou não é coisa com a qual não estou minimamente preocupado - aliás, sendo coerente comigo próprio, considero um elogio que você me faz ao dizer e escrever que eu não sou inteligente. Pode crer que vindo de si é mesmo um enorme elogio ...), você não é honesto quando diz que não é essa a questão, tentando desviar a atenção daquilo que antes afirmou. Foi você quem escreveu, e cito para não errar em nada, "MES pode não ser inteligente, não é, pelo que tem feito em Almada, constata-se que não é uma mulher inteligente". Portanto é mesmo essa a questão, para si claro, e não lhe fica bem tentar agora vir dar o dito por não dito.

Quanto à participação, sou daqueles que defende a participação até à exaustão. Nunca entendi que o regime democrático se esgotasse nos actos eleitorais de quatro em quatro anos, bem pelo contrário.

E você está enganado, ou então quer estar enganado e quer enganar os outros todos. Em Almada há muita e muita participação dos cidadãos. Talvez como não haja em qualquer outro concelho do país. Por isso, também por isso, você é desonesto no que diz. Você pode não ficar satisfeito porque eventualmente aquilo que você acha que devia ser essa participação não é. Se calhar, você gostaria era que nesses espaços de participação os cidadãos que neles intervêm lá fossem apenas para dizer mal do que se vai fazendo, e assim estarem de acordo com o que você, livremente, pensa. Mas o azar é que isso não acontece. Precisamente porque os Almadenses em geral são aquilo que você diz que eles são; e você é o iluminado, que sabe tudo, até sabe se os outros são inteligentes ou não.

É este seu discurso balofo que me incomoda profundamente. Não gosta do que se passa nos espaços de participação pública que existem em Almada. Porque nesses espaços, a maioria dos seus conterrâneos que neles participa, não afina pelo seu diapasão. Então vai de insultá-los a todos: não são participativos! Se calhar nem inteligentes são ...

Para além de que você apenas é capaz der falar em generalidades, do tipo "para que as coisas melhorem" - quais coisas, no concreto? O que é que está mal e deve melhorar? É capaz de dizer? Quer dizer? Ou nem por isso? E a melhoria da nossa terra é garantida por protestos e reclamações? É esse o sentido de cidadania que você defende? E contributos positivos, você tem algum para dar? O que é que, como cidadão, objectivamente, você fazia para melhorar a nossa terra? Diga lá, que propostas tem? Tem alguma?

Não tem, já o conheço há muito tempo e sei que não tem. Tem é conversa, generalidades, é fácil dizer que está tudo mal sem concretizar o que está mal. E é fácil, também, dizer que o que está mal é da exclusiva responsabildiade da Câmara Municipal. Depois vem falar em participação. Mas afinal de quem é a responsabildiade pela melhoria das nossas condições de vida? Dos outros? Ou nossa?

Sei que este discurso é demasiado complexo para si. Já a seguir vêm aí os insultos todos a que já estou habituado. Mas não desisto de contestar este discurso da maledicência pura que alguns, como você, tanto gostam de fazer para baralhar a verdade.

Anónimo disse...

Este gajo continua na mesma.
O fulano é louco!
Este é que é mesmo um caso de psiquiatria.
Está sempre a dizer "em Almada há muita participação,como não haja em qualquer ponto do país" ou então que "a câmara de Almada é a melhor do país" ou então que em Almada há a melhor democracia do que em qualquer ponto do país".
É mesmo louco!...
Então em qualquer ponto do país ou em qualquer câmara do país é tudo inferior a Almada?
Qualquer câmara do país é inferior à câmara de Almada?
Mas que loucura! O anónimo das 10:29 dará conta das bestialidades que está lançando pela boca fora?
Veja bem, reconsidere, ainda está tempo de se tratar. Estará?...

Anónimo disse...

Eu não disse? Cá estão os insultos ... ainda por cima baixos e reles.

Onde é que foi inventar isso tudo, oh anónimo do "gajo"? Ou será apenas o seu desespero? De concreto, para além dos insultos, tem alguma coisa a propor? Ou é como o sotnas, só lábia e ameaças?

Anónimo disse...

Os espaços de participação de que o anónimo das 10:29 AM fala, não são verdadeiros espaços de participação: são sobretudo espaços de condicionamento de opiniões e de subordinação.
Participei num deles ainda quando a CMAlmada lhes chamava "ALMADA COM" e jurei para nunca mais.
Aquilo não é participação é sujeição ao dono. É condicionamento de opiniões.
Nessa falsa participação, de glorificação e de culto ao dono, eu não alinho. Por isso, você diz com toda a empáfia que em Almada a participação é superior a outros locais do país. Participação dessa, não obrigado!

Anónimo disse...

Claro, cada um participa naquilo que quer. E também tem as opiniões que quer. Não gosta, não participa.

Mas o que quer dizer com isso de não serem "verdadeiros espaços de participação"? O que são "verdadeiros espaços de participação"? Saberá dizer-me?

Não sabe. Porque a sua resposta é a mesma do sotnas. Só quem pensa como você é que tem razão e sabe a verdade. Os outros não são ... inteligentes. É isso que você pensa, e quando a sua opinião não vence - porque não convence -, isso é porque não lhe é dado o "verdadeiro espaço de participação". Percebo-o muito bem. Muito bem mesmo! O "verdadeiro espaço de participação" será aquele em que a sua inteligente opinião convencer e prevalecer. Se isso não acontecer, então o espaço de participação não é "verdadeiro".

Diz que participou num desses espaços (num, imagine-se, um!), e que jurou para nunca mais. Porquê? Participou num único e desistiu logo, porquê? Percebo, você é daqueles que o sotnas tanto critica por não ser interventivo, é isso.

Anónimo disse...

Vergonha de camara!

Anónimo disse...

O anónimo das 2:28 PM percebe muito bem onde o anónimo das 1:15 PM quer chegar. A melhor forma de enganar os cidadãos está em dar-lhes a impressão de que são ouvidos e que podem participar. A esta estratégia de que todos os bons autocratas se servem, chama-se poder compensatório, e o povo chama-lhe muito apropriadamente "com papas e bolos se enganam os tolos".
E de facto as sessões organizadas pela CMAlmada para partipacão de cidadania, são isso mesmo, só servem para enganar os tolos que ainda se deixam enganar.
Isto sobretudo nas sessões em que os temas em debate são mais fracturantes como por exemplo o MSTejo.
Cada um que faça o que muito bem entender, por mim, uma vez bastou.

Anónimo disse...

Anda aqui um tipo que alguém já apelidou de gajo, o qual deve ser o que aparece de quando em vez com o propósito de inquinar com conversa de passagem e de enrolar as intervenções.
O "gajo" é tipo funcionário do sistema municipal que vem defender a dama e talvez até o seu "posto de trabalho" na autarquia talvez.

Quanto ao tema do post acho-o muito oportuno. Bom era para Almada que os dois maiores partidos da oposição swe entendessem para correr com a cambada.

Se a Emília é inteligente?
Não ofendamos as outras pessoas.
Há é muita gente na oposição que tem medo dela, mas isso é uma questão que se resolve facilmente. Ela não vale nada.
Vale tanto quanto o encarte do Expresso sobre Almada. É Puramente virtual. É um castelo de areia.

Anónimo disse...

Afinal o homem é gajo ou não?
Estou preocupado é com a sua (dele) insanidade mental.

Anónimo disse...

Tal como o anónimo das 5:31 pm também eu defendo há bastante tempo uma coligação pré-eleitoral PS/PSD para vencer a CDU.
É claro que todos sabemos que as oposições, seja ela a do PS ou a do PSD, nada fizeram, até agora, para merecerem a CMAlmada. Não obstante, parece-me que se queremos mudar Almada para melhor esse será talvez o primeiro passo, já que não se descortina a formação de nenhuma associação cívica que pretenda concorrer às eleições. Essa sim seria a minha forma preferida de vencer a CDU.
Mas, à falta de melhor...

Anónimo disse...

Leiam a entrevista que a Sr. Presidente da CMAlmada dá esta semana ao Jornal da Região (Almada).
Destaco, em particular, o facto de a senhora dizer que não se arrepende de nada.
Fantástico!

Anónimo disse...

Leiam um artigo que vem mesmo jornal que mudar a camara de almada para o centro sul imtessanteitfg

Anónimo disse...

O titulo do artigo e Cova piadade acolhe Centro civico

Anónimo disse...

Já li o artigo sobre o Centro Cívico da Cova da Piedade e não restam dúvidas: os piedenses que estiveram presentes no fórum foram postos perante um facto consumado.
Na minha óptica, os fóruns deveriam servir para auscultar as opiniões e as sugestões dos munícipes antes dos projectos serem elaborados. Mas, neste caso, como em muitos outros, o que se pretende não é auscultar os cidadãos, quando muito limitam-se a apresentar os projectos e sobre os mesmos já nada há a acrescentar.
É a política do facto consumado, devidamente disfarçada de política de participação cidadã.
No presente caso, gostem ou não os piedenses, vão ter que aguentar uns edifícios de 11 andares mesmo em frente do nariz. É que o terreno é pequeno e por isso tem de se construir em altura.
Este caso reflecte, e bem, o que sei de há muito tempo: os fóruns de participação não servem para nada, apenas para enganar os mais incautos, pois com "papas e bolos se enganam os tolos".

Anónimo disse...

A Maria Emília não se arrepende de nada?
Aí está a madama a mostrar que não é inteligente.
Quem foi que disse que ela era inteligente?
Quando é que ela concorre a primeira ministra?
Fora com gente desta. Não presta. Só têm prejudicado o nosso concelho.
É preciso que os almadenses se levantem para escorraçar esta escumalha.

Anónimo disse...

Vamos chamar os nomes às coisas?

Não é a Câmara que irá mudar.
Eventualmente, serão alguns serviços da Câmara que se mudarão para o local referenciado.
E tomara que isso seja um facto.

Não há problema rigorosamente nenhum com isso.

Concordo com o adjectivo aqui aplicado a MES: teimosa.
Quem a conhece minimamente percebe que falta outra palavra. Assim sendo, teremos: muito teimosa.
Havendo teimosias que dão para o lado positivo, esta senhora parece apostada em ateimar, muito, para o que de mais negativo se pode assacar-lhe.

Anónimo disse...

O problema desta senhora nao e o de ser teimosa o grande problema e que nao e de Almada e naotem nenhum amor por esta cidade senao nao tinha feito o que fez ate hoje

Anónimo disse...

Maria Emília de Sousa já é excedentária nas inutilidades.
Maria Emília nunca valeu nada.Sempre esteve a mais .
É ridícula. Nos fóruns, debates, Almada Palavra Aberta ou Viva, nos palanques populares, ela não fala , Grita.
Muito oportunista diz-se que fez a cama a alguém para se alcandorar a presidente do município.
Anda a enganar Almada e meio mundo. Vejamos o encarte do Expresso da semana passada. Muito elucidativo.
Hoje vive à conta da badalada "superioridade moral dos comunistas".
Superioridade moral. Qué isso?

Anónimo disse...

Caro anónimo das 3:47 PM,
Todos sabemos onde nos levaram as ditas superioridades morais.
Apenas dois exemplos: a Católica e Santa Inquisição e o Ateu Comunismo.
E tanto que eles têm em comum.

Anónimo disse...

E a oposição anda a dormir? Não investiga o que se passa no DEGAS – Departamento Municipal de Estratégia e Gestão Ambiental? Orçamentos descabidos para acções de propaganda. A directora Catarina Freitas foi desmascarada pelo relatório da Inspecção Geral da Administração Local e ninguém diz nada? Não é óbvio do relatório que subiu descaradamente pela mão da "sogra"? Será o politicamente correcto que impede sabermos mais? Se fosse casada com o filho da MES não estaria já nas páginas dos jornais? O que decidiu o tribunal?

Anónimo disse...

O processo do MST na zona da Ramalha demonstrou a oposição que temos (ou melhor, que não temos!!!).

Anónimo disse...

www.psdalmada.blogspot.com

Anónimo disse...

Sou oriundo de uma terrinha encravada entre as montanhas do Douro, de um concelho que é um dos mais pobres do país, e lá a oposição faz-se ouvir. Aqui em Almada até parece que não há oposição.. ou andam a dormir, ou então é mesmo verdade que aqui há tachos para todos !!