domingo, fevereiro 03, 2008

Não Tem Dívidas?

Em...Almada, a Câmara Municipal alardeia que tem boas contas e não tem dívidas, mas no contrato do MST existe um plano de pagamentos anuais a serem pagos pelo município de Almada até 2029, se é que já não existem outros.
clique no doc. para aumentar e ler
Note-se como a comparticipação de 2013 para 2014 aumenta significativamente!
Será que o empréstimo de cerca de 2.450.000 € que a CMA contraíu, há algum tempo, junto de uma instituição bancária e destinado à rede escolar já está pago?
Será que a renovação da frota da CMA e os "popós" amigos do ambiente para o executivo camarário, foram comprados a pronto ou em processo com valor remanescente para uma eventual retoma?
Será que não haverá mais nada de pagamento adiado?
E depois, ainda lemos nos jornais e em pasquins da propaganda municipal, que elementos da oposição "aplaudem os bons resultados" que «já são uma boa tradição», « não há nada a apontar», «já há alguns anos que a Câmara de Almada tem uma boa execução orçamental e damos os parabéns ao executivo CDU».
As citações entre «...» são de um Vereador Municipal do PSD.
Com oposição e opositores destes em Almada, a CDU/PCP não precisam de mais e melhores apoiantes.
Por que se candidataram estes opositores ao executivo camarário?
Será que uma família que faz despesas para os filhos e netos pagarem, gere bem o orçamento familiar, tem boas contas e não tem dívidas?
Assim é fácil viver, gozar, trautear, fazer festas, corsos carnavalescos, desfiles de marchas, distribuir subsídios de conveniência, mandar foguetes, dar música ao pessoal e governar e, quem vier a seguir... que pague o remanescente - a factura.

12 comentários:

Anónimo disse...

Por isso não querem largar o poleiro.
Fazem dívidas e a malta é que se lixa.

Anónimo disse...

Este Em Almada não é burro nem ignorante! Este Em Almada (para além de ser um caso de polícia e de psiquiatria em estado terminal) é um charlatão oportunista e demagogo. Se não sabe o que é gestão, não fale, homem. Cale-se, porque isso é sempre preferível a dizer asneiras.

EMALMADA disse...

primeiro anónimo
É a infelicidade de haver gente que usa e abusa da maioria silenciosa, que infelizmente ainda existe.

EMALMADA disse...

anónimo economista ou gestor

Lamento não ter indicado no seu comentário o título do manual de gestão que escreveu, porque assim dar-me-ia a oportunidade de o comprar e aprender alguma coisa sobre seu "modus" de gestão.
Como não o fez, fico sem saber se a gestão que defende é:
1. a gestão à moda capitalista
2. a gestão à moda da ex-URSS ( Rússia ou União Soviética)
3. a gestão em uso na Câmara Municipal de Almada,como por exemplo a dos critérios de atribuição de subsídios(quais são?).
4. a gestão da actual globalização selvagem,que tem provocado o aumento do desemprego e da miséria em todo o mundo,que explora a mão de obra barata e os emigrantes, permitindo a acumulação de fortunas cada vez maiores nas mãos de um número cada vez menor de organizações ou individuos ditos capitalistas e que tem destruido o Estado de Bem Estar Social, agravando as condições de vida dos cidadãos, dos trabalhadores e das famílias.

Depreendo que não gostou do post devido à critica que é feita às apregoadas boas contas da CMA.

-Perante a cedência pela CMA de terrenos dos almadenses, sem os consultar,a uma empresa (julgo que não socialista ) para explorar os transportes públicos em regime de monopólio por mais de 3 décadas (?).

-Perante a entrega da CMA da realização de alguns serviços seus a empresas privadas ou a outras criadas para esse fim, mediante contratos, acabando com o vínculo de trabalhadores autárquicos,por exemplo jardinagem e calcetamento.

-Perante o recrutamento que a CMA faz de trabalhadores por contratos a termo certo/renováveis.

É caso para perguntar se a gestão praticada pela CMA é tipo capitalista, socialista, globalizante-selvagem, parceria público-privado da moda ou de privatização envergonhada?

A situação não parece muito clara quando a teoria não corresponde à prática e nesse caso será que temos de dar razão a um autor que definia "comunista um homem que não perdeu a esperança de um dia ser capitalista",? ironizando.

Deixe que lhe diga que eu não estou de acordo com esta definição porque conheci comunistas que lutaram por ideais de um mundo melhor para todos, um mundo onde nem a fome, nem a exploração do homem pelo homem existissem, que sacrificaram toda a sua sua vida em defesa desses mesmos ideias, que sofreram torturas nas prisões,que lutaram, por um mundo onde a justiça e a igualdade não fossem palavras vãs, por um mundo mais fraterno e solidário.
Infelizmente não é isto que vemos em Almada com esta gestão.

Anónimo disse...

http://youtube.com/watch?v=bZWqoSPRz08


SOBRE O CAOS DO METRO EM ALMADA

OBSERVADOR disse...

A preocupação dos verdadeiros almadenses - neste caso concreto - é inversamente proporcional à dos governantes deste território.

O chamado povo quer qualidade de vida.
Os apelidados governantes borrifam-se para esse aspecto e acenam com panfletos publicitários bem à moda do estilo presidencial.

E se, de uma vez por todas, se fizessem as verdadeiras contas, sem olhar a meios para atingir os fins?

Que hipóteses para Almada?
Que propostas para os almadenses?

Anónimo disse...

Ena pá, que grande arrazoado para duas linhas de comentário meu! É obra! Devo incomodá-lo mesmo muito.

Mas o que você diz apenas confirma as minhas duas singelas linhas: você não é burro nem ignorante. É exactamente o que eu disse: um caso de polícia (mente descaradamente, caluniando e difamando, o que é crime), um caso de psiquiatria em estado terminal (apenas demência avançadíssima o poderá levar ao despautério das suas intervenções), mas acima de tudo um verdadeiro charlatão oportunista e demagogo! Acrescento agora que, ainda por cima, é um hipócrita despeitado.

Numa frase apenas: você não presta, pum! (com a devida vénia, naturalmente, ao "pum!").

Ah, e cale-se em vez de dizer asneiras. É sempre preferível ...

EMALMADA disse...

observador
É muito dificil, mas não impossível, na actual situação reabilitar Almada dado o estado caótico a que chegou.
Os anúncios sobre a Almada na TV são uma parte do rículo desta gestão camarária e uma falta de respeito a todos nós e muito especialmente àqueles que necessitam de apoio social.
Não se deve esbanjar assim dinheiro.

Que alternativas a oposição apresenta aos almadenses para sairmos deste subdesenvolvimento, deveriamos saber com tempo.

EMALMADA disse...

anónimo
Sempre pensei que fosse economista ou gestor com estilo/método patenteado.
Não apresentou a sua obra e assim continuo a desconhecê-la.
Quanto ao resto que diz, é mesmo resto e se ainda não expeliu tudo pode continuar porque só de si, tais palavras podem vir e a si retornar.
Este blog não faz, nem fará censura às suas menos próprias palavras, tal qual algumas pessoas ditas democratas e defensoras da liberdade de expressão...mas controlada,ou simpatizantes de regimes totalitaristas.
Vamos prosseguir com calma e serenidade e indiferentes às suas baboseiras, a ser "observador de viver Almada e o concelho em Almada».

Anónimo disse...

Indiferentes? Que grande indiferença!!!!!!!!

Sempre pensou o quê? E porquê? Porque pensa, é? Gosta de pensar? Mas olhe, pelo que aqui demonstra, pensa mal. Apressadamente ... ou não.

Censura? Porque haveria de fazer censura? É isso que você defende, Em Almada, um regime de censura? Porque raio de carga de água é que você põe dessa forma em causa o que eu digo? Então sou merecedor de censura? Porquê? Palavras menos próprias? Dizer o que penso de si (que é um caso de polícia, de psiquiatria em estado avançado, demagogo, charlatão, ...) são palavras menos próprias? Porquê, é mentira?

Então você mente com quantos dentes tem na boca, alega coisas de gestão de que não sabe patavina, diz barbaridades insultando, caluniando e denegrindo quem não gosta, e depois eu é que digo palavras menos próprias? Faça censura, homem. Não se acanhe. Como você, conheci eu muitos há muitos anos. Felizmente acabámos (eu e mais uns quantos, não você, não se iluda) com eles. E cá estaremos para acabar com os que quiserem vir fazer censura de novo (como parece que você tanto gostaria ...). Também não se iluda!

Censura? Mas quem é você para me vir ameaçar de censura?

Anónimo disse...

O anónimo anterior mostra que o debate já está a a um nível superior. O debate subiu na escala dos respondentes. O "Pum" só pode ser figurado, espero. Não gosto do tom intelectualmente ameaçador. Respeitem quem de vós discorda. As palavras não ofedem, mas receio por leituras literais por basistas ortodoxos. Emalmada tem direito de ter a sua visão, não queiram o unanimismo degradante.

EMALMADA disse...

Os tempos da unicidade já foram, mas alguns ainda não interiorizaram isso.