terça-feira, fevereiro 05, 2008

A “ Holding Almada, SGPC.”

Em…Almada, está anunciada uma série de projectos ditos requalificadores do concelho, na senda de um suposto desenvolvimento sustentável designado – "o Futuro que está a chegar" - sob os auspícios de uma Câmara Minicipal, que colocou Almada na categoria de subúrbio urbano de Lisboa, situação que piorou com as obras do MST – o TGV (Transporte Geralmente Vazio) de Almada e se vai prolongar na Almada descaracterizada pós implantação das vias férreas, no meio e ao longo do seu principal e único eixo viário. SGPC (Sociedade de Gestão e Participação do Capital)
A Holding integra grandes "projectos estratégicos" a saber, iniciados neste milénio:
- Almada Fórum
- Almada Fashion
- Almada Moda Jovem - Almada Nascente - Cidade da Água - Almada Poente (Polis da Costa de Caparica) - Almada Frente Ribeinha - Almada Cristo-Rei - Almada Seminário - Almada Quinta do Almaraz - Almada Turismo - Almada Acessibilidades XXI - Almada Teleférico (de Cova da Piedade/Cacilhas ao Porto Brandão) - Almada Habitar é Conservar
- Almada Centralidades (Feijó, Laranjeiro, Sobreda, Pragal etc...etc)
- Almada Business Center (Junto ao Tribunal, no Pragal) e.... agora, em seu supremo esplendor, o Grande Projecto de Cacilhas ao Centro Sul : - ALMADA RUÍNAS ME Associados, S.A.
ME (Muito Especial)
clique nas fotos para aumentar
Este não é certamente um Projecto dos Almadenses, nem para servir Almada.
Almada- Terra de oportunidades perdidas.

38 comentários:

Anónimo disse...

Mas o que é que estas fotos mostram? Que uma grande parte da Cidade de Almada está em obras? Pois está, quem é que não sabe isso?

Você é mesmo um caso (perdido) de psiquiatria em estado terminal.

Já não há pachorra, xiça!!!!!

manuel tiago disse...

oh anónimo
Então o senhor já se esqueceu que a sua patroa dizia que as obras avançavam em troços de 200 metro, o designado trem construtivo.
Busque lá isso no sótão e não mande bitates para o ar.
Parece que o senhor não lê o boletim municipal ou seja o "Diário da Manhã" da CMunicipal de almada.
Almada não está em obras, está em cenário de guerra tipo Bagdad, criado e causado por inimigos do imperialismo, que atacaram as hostes pacíficas dos habitantes de Almada.
Leia o " Diário da Manhã". olhe que a patroa não perdoa.

Anónimo disse...

Por menos pararam as obras em 2004, por a Assembleia Municipal, por unanimidade achar que as normas de Impacto Ambiental não estarem a ser cumpridas. Deu geito vinham aí as eleições e a oposição lá embarcou e por unanimidade a CDU lá conseguiu o que queria. O PSD achava que não havia dinheiro, era a recessão, o PS embarcou nessa de Segurança para as pessoas, concessionário fez birra e nunca apresentou pedidos de disposição de solos para as obras. Há quem tenha atingido todos os seus objectivos mas o totomilhões saiu ao faltoso concessionário. Derrotados PS Almada, Triângulo da Ramalha e contribuintes.
Discordo frontalmente e acho vergonhoso o comentador que vem lançando atoardas de silenciamento da voz da liberdade que é o residente deste Blog. A este resta serenamente fazer o pouco que a incipiente oposição pode fazer.

Anónimo disse...

A Câmara de Almada está infestada de gente que não presta.
Fora com essa gente para bem do concelho.
Almada precisa de gente que trabalhe por e para Almada.

EMALMADA disse...

com o primeiro anónimo...
passo,já disse o que tinha a dizer.

EMALMADA disse...

manuel tiago
Lembrou-se de boa, a do Diário da Manhã. As semelhanças são muitas.

EMALMADA disse...

segundo anónimo
Agradeço o incentivo.
De facto aquela aprovação na Assembleia mUnicipal por unanimidade foi uma vergonha para a oposição que embarcou no jogo sujo da CMA.
Não baixaremos os braços.Faremos o que estiver ao nosso alcance, porque Almada tem de ser recuperada.

Anónimo disse...

É com cada alarvidade que aqui vai..
Não deve fazer nenhum, passa o dia a tirar fotos e a dizer baboseiras..

EMALMADA disse...

terceiro anónimo
Para a desinfestação já não poderemos usar o DDT.
As autoridades de Saúde Mundiais proibiram há muito tempo o seu uso para acabar com infestações.
Aqui o remédio a usar por todos, é o militante "exercício de cidadania", sem medo.
A responsabilidade por essa boa acção é de todos.

Anónimo disse...

O Em Almada é o exemplo acabado de "militante exercício de cidadania", sem medo! Caluniando e difamando sob o mais puro anonimato!

Já estou como alguém aqui disse: deve ter tempo de sobra. Passa os dias a tirar fotografias e a dizer baboseiras ...

É, anónimo do direito à opinião, você tem toda a razão. Todos temos direito à opinião. E mais, a expressá-la livremente. Mas quando a coisa entra no insulto, na calúnia e na difamação - postura gratuita e sem justificação - as coisas têm que mudar de figura. E o Em Almada não exerce o seu direito à opinião; o Em Almada exerce um "direito" que não tem ao insulto gratuito. E não é de agora; vem muito, muito de trás.

sebastião barros disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
EMALMADA disse...

Já estão de novo com os nervos à flôr da pele, os basistas ortodoxos.
Não há insulto, calúnia, nem difamação,preclaro anónimo. Há crítica, opinião diferente da vossa e isso vocês não gostam porque pensam serem os maiores, perfeitinhos e padrão de uma linha de produção.
Produção que já está em extinção.
A URSS, o vosso modelo já se partiu.
Leia o último livro da Zita Seabra.
Já agora diga-me porque você faz comentários anónimos.
Identifique-se com seu nome homem ou mulher!

ex-pcp disse...

O livro da Zita foi uma pedrada no charco.
Têm instruções para não o lerem.

Anónimo disse...

"sebastião barros said...
Esta mensagem foi removida por um administrador do blogue."

Ena Ena chegou a censura por parte da Administração.

Só o pior cego é que não quer ver que o metro já vai com gente, que o estado caótico da cidade derivado das obras terá um fim, e que após isso, teremos melhores meios de transporte dentro da cidade, e que já todos os partidos fazem parte do eixo do mal, já ninguém presta na vereação da câmara ou na própria Assembleia.

Deve ser muito muito triste viver na pele de quem o mundo que está todo mal e só nós temos a visão correcta sobre a cidade onde vivemos.

haja paciência!

OBSERVADOR disse...

Será que não se consegue dialogar, apesar de ideias divergentes?
Porque será que o campo da ofensa, mesmo sem relvado, é sempre o mais utilizado?

Porque razão há cidadãos que aqui vêm apenas para destruir?

Não gostam? Estão no seu direito.
Mas há um pormenor interessante. Quando não se gosta, sai-se fora.

Cada um tem direito à sua opinião. É democrático. Mas, e o respeito?

Assim não!

Cumprimentos

Anónimo disse...

Oh Observador, parece que o seu "nick" não lhe faz muito juz ...

O "cidadão" que aqui vem apenas para destruir é o ... Em Almada! Que tem o direito à sua opinião, é óbvio. Mas não tem o direito a mentir, a difamar e a caluniar. O post onde estamos a "conversar" é, do princípio ao fim, uma mentira, uma difamação e uma calúnia. O Em Almada (admito que por pura provocação) revela no que escreve uma confrangedora "ignorância". O que, reafirmando o que já aqui disse, que ele não é burro nem ignorante, só pode significar uma coisa: que o Em Almada é um charlatão, hipócrita e mentiroso!

O que pensa o Em Almada sobre os comerciantes tradicionais de Almada, sabe caro Observador? Se não sabe, sugiro-lhe que leia para trás os posts que ele tem publicado. E quando ler, há-de perceber que quando ele integra o Almada Fashion no rol da tal "holdding" (que é uma calúnia pura!), está a ser profundamente incoerente (dada a sua hipocrisia). É que o Almada Fashion é uma iniciativa dos comerciantes tradicionais de Almada, caro Observador. A CM Almada apenas apoia. Não promove. Mas o Em Almada nem a si próprio sabe fazer bem. Coisas ...

Anónimo disse...

A CM Almada apenas apoia. Não promove...

Isto disse (escreveu o anónimo anterior...)...

Mas não escreveu, não lhe interessava certamente, que a "Autarquia apoia associativismo", isto é, obriga as várias associações a mendigarem, melhor dizendo distrui dinheiro, em troca de votos futuros...

Querem saber quanto custam estes "investimentos"?

Consultem a página 25 do Almadainforma, edição de Janeiro de 2008...

Quando eu tiver mais vagar, farei o somatório...

É interessante verificar que uma autarquia que não reconstroi o seu património, a capela de S. João da Ramalha, oferece 25.000 Euros para a reconstrução do património dos outros, a Igreja de Nossa Senhora do Monte de Caparica, ao que supomos Propriedade da Igreja Católica...

Meus Deus, onde chega a promiscuidade...

Estes "comunistas" não têm tino...

Anónimo disse...

Lá estão as palas nos olhos.

NOTA MENTAL:"Nenhum comunista poderá apoiar qualquer associação católica porque isso é promiscuidade"

NOTA MENTAL2:"Nenhuma Câmara poderá apoiar o associativismo porque isso é estar a comprar votos no futuro"

NOTA MENTAL3:"Eventos na cidade patrocinados pela Autarquia também são uma compra de votos no futuro"

Resumindo:

acabem-se os apoios camarários a toda a qualquer instituição e que TUDO seja canalizado para obras, reparações de buracos na estrada, saneamento.

acabem-se com os eventos anuais e que todo o dinheiro seja canalizado para ...deixa cá ver...obras! Sim tudo para obras!

acabem-se com as associações incluindo as católicas porque não estão a fazer nada na nossa comunidade.

viva uma cidade sem buracos mas sem teatro, cinema, actividades desportivas!

Resumindo, viva uma cidade sem vida, porque apoiar essa vida é estar a comprar votos no futuro.

Existem alguns post neste blog que até poderiam ser interessantes, assim houvesse diálogo de parte a parte para se entender ambos os argumentos, mas não existe nem existe vontade que assim o seja.

Anónimo disse...

a minha leitura dos factos:
Os pc's andavam muito calados porque corria por aí que a milocas estava de rastos por causa das obras e da tolice de meter um comboio no centro da cidade encavalitado num altar de 20 centímetros... mas eis que o desfile do carnaval lhes deu novo alento! afinal a turbamulta não apupou a dona, antes compareceu em força ao desfile! ´
e aí os temos novamente a apupar quem tem algum sentido crítico e fala com desassombro...
acho que a participação dos comunas neste blog pode funcionar como efeito sondagem!!!

OBSERVADOR disse...

Ao anónimo que tentou interpelar-me direi apenas que a sua escrita não me afecta pois vem, ao que parece, de um cidadão sem pejo em difamar.
Não me revejo nesse tipo de atitudes.
Por isso, caro anónimo - esse - conte com a minha gargalhada de desprezo.
Desejo-lhe boa sorte.
Nunca desista. Quem sabe, um dia, não se lembrarão de si para regedor do reino.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Oh Observador, para quem (apenas) tentou interpelá-lo, a sua resposta não está nada mal, não senhor. Vê-se que não ficou nada afectado ...

Mas reafirmo: de facto, o seu "nick" não lhe faz juz ...

Foi isto que considerou difamação? Belo, seja ...

Post Scriptum: e talvez um dia se lembrem de si para outras coisas mais elevadas do que regedor do reino, quem sabe ...

OBSERVADOR disse...

Não costumo perder tempo.
Ainda não é desta que vou abrir uma excepção.
A partir de agora qualquer palavra sua tem como resposta ... o silêncio.

Anónimo disse...

A sério? Que pena ...

lumadian disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lumadian disse...

Tenho as minhas ideologias partidárias e orgulho-me de as ter.
Ao contrário de um anónimo que decerto não nasceu e não viveu em Almada, que decerto é comunista e só por esse motivo tem desculpa, porque essas pessoas não conseguem ver dois palmos à frente dos olhos. Ainda ouvem em casa cassetes do antigo lider como se fossem actuais e no jarro um cravo já seco de tanto esperar por dias melhores.
Almada está um nojo, está destruida e descaracterizada daquela que sempre foi e que os almadenses sempre gostaram.
Não existe respeito pelos peões que tem de andar em cima de pedras e de lama, pelos bébes desta cidade, porque andar com um carrinho de bebé é tarefa para um super-homem.
Não tem respeito pelos idosos e pelos deficientes, mas mais grave e até hoje ainda ninguém me soube responder, quando tudo terminar e ficar "bonitinho" (dizem eles) como vai ser se uma ambulância tiver pressa? E os bombeiros? Vai arder tudo? E um problema com um carro que avaria no meio da faixa? E o camião do lixo? Sempre houve filas de transito, mas o que começou a haver em Almada já nem se pode chamar de fila, é algo de absurdo?
Quem planeou estas obras teve o cuidado de se informar com engenheiros e arquitectos?
Está a terminar o ciclo da Senhora, graças a Deus, e se o povo tiver juizo, tem em breve a oportunidade de correr com essa cambada de antiguidades que apenas se passeiam pela nossa Almada para encherem os bolsos uns dos outros.
E vai ser fácil correr com todos, porque aquilo lá dentro é tudo familias, onde o papá leva o filho para trabalhar lá, depois a nora, a sobrinha, uma prima...

sotnas disse...

OH Lumadian, no geral estou de acordo consigo. Mas, infelizmente, ainda não podemos dizer que MES está politicamente morta. Infelizmente para Almada e para todos nós. A senhora tem mais vidas e além disso Almada não um concelho normal. Se o fosse já há muitos anos que MES já estaria na rua. Mas, a política seguida em todos estes anos tem criado nesta terra uma teia de interesses e de lealdades para com a administração autárquica que tem impedido aquilo de que Almada mais necessita: alternância e alternativa. Depois há a considerar outros problemas como, por exemplo, a elevadíssima taxa de abstenção. Isto é: creio que a MES está a passar por uma das suas piores fases mas, apesar disso, ainda não podemos cantar vitóra.

anónima disse...

Caros,
A MES está a passar por uma fase muito complicada, das piores dos últimos tempos. Senão vejam:
Por que será que está a convocar os funcionários da Autarquia para supostas reuniões de trabalho em nome da "imagem urbana", mas que não passam de comícios, onde pede, ou seja, "ordena" que todos os trabalhadores fiscalizem as ruas de Almada, se virem lixo, buracos na rua, etc. avisem os serviços, para que não haja tantas reclamações e os funcionários que prestam atendimento ou tenham contactos com os munícipes passem a ter uma atitude diferente e defendam a "camisola"!
Onde já se viu, uma autarca ordenar ao trabalhadores que defendam a senhora, porque a sua imagem está em baixo (porque será???). E, porque razão nessas ditas "reuniões" democráticas onde supostamente se pode falar, ela (como de costume), corta a palavra aqueles que a contrariem e selecciona alguns dos seus lacaios dirigentes para dizerem algumas palavras (quanto a mim, tiveram orientações só para dizerem bem da senhora e do seu trabalho). Mas ... senhores só visto ...nestas reuniões o "medo" estava instalado do lado da maioria dos trabalhadores, pois nem se mexiam e nem se atreviam a dizer nada!!!! não fosse o ... tece-las e no dia seguinte estavam a caminho da rua... sim ... meus amigos a tirania está instalado na CMA. OS TRABALHADORES QUE O DIGAM ... a maioria não diz nada, porque ... enfim... tem medo de represálias (excluindo os súbditos da MES, que se esforçam por abanar a cabeça e dizer sim ... mas no fundo creio que é para manter o seu tacho, pois na verdade nem esses acreditam ... embora saibam que a senhora esteja talvez com algum problema de saúde ...de foro neurológico?? Será?

Neide disse...

Bem informada, esta anónima.
Tudo o que diz é verdade.
Passou-se e passa-se.
Quase que me atreveria a dizer que se trata de uma trabalhadora da CMA ou familiar ou amiga de alguém que lá trabalha.
Mas há que ter em consideração ao que diz.
Faz sentido.

Anónimo disse...

Embora infelçizmente tenha de me assumir anónimo já ouvi de um trabalhador autárquico, sem lhe perguintar algo, tudo que a anónima anterior disse.
O desespero mora na Câmara de Almada e na sua Emília.
É Tempo de os mandar embora.
Interessante este post que está a mexer na situação existente.
São muitos projectos demasiado capitalistas.

Anónimo disse...

Há já para aqui demasiados "anónimos" e "anónimas" a dizer a mesma coisa. Serão mesmo "demasiados"?

Bom, eu também já ouvi muitas, muitas coisas. Uma das que ouvi recentemente foi que a "anónima" que escreveu os disparates sobre as reuniões de trabalhadores da CMA sofre não de perturbações neurológicas, mas de perturbações psiquiátricas mesmo.

Claro, não acreditei! Tretas, foi o que pensei, alguém com um raciocínio tão claro e objectivo ...

Mas isso foi antes de ler o que aqui escreveu. Depois de ler ... bom, se calhar vou mesmo começar a acreditar que sofre mesmo de perturbações do foro psiquiátrico ...

Anónimo disse...

Ah, e Neide, não sejas tão crédula. Tudo o que a "anónima" diz é verdade? Como é que sabes? Será mesmo? Pois olha, acho que tudo o que ela diz é, de facto, memtira! Da mais refinada mentira!

Neide disse...

À atenção do anónimo mais recente, o tal que já se habituou a chamar nomes a quem não concorda com ele.
Se eu disse que o que a anónima diz é verdade é porque sei.
Não sei quem tem doenças do foro psiquiátrico. Se quem você diz que tem ou você mesmo que é um caso perdido mas muito bem pago.

vitor martins disse...

Almada Ruínas ME Associados, S.A.
ME também pode ser = Multi Empreiteiros.

Anónimo disse...

Sabes, Neide? Não sabes nada! Nada!

É mentira! Por isso não sabes do que falas.

E eu não chamei nomes a ninguém, não estou habituado a isso, nem jamais me habituarei a isso. Agora, por exemplo, podia chamar-te uma data de nomes. Mas não chamo.

Neide disse...

Porque razão me trata por tu? Dei-lhe por acaso confiança para tal?
E sei sim senhor. Por muito que lhe custe e o assuste.
Você é que é um caso perdido, a merecer intervenção psiquiátrica.
E a continuar assim um caso de polícia.
Tenha juizo homem.

Sotnas disse...

É triste que neste espaço que deveria ser de diálogo, os anónimos estejam sempre à bofetada uns aos outros. Este blog é assumidamente, e muito bem, de oposição à CMAlmada. É para isso que todos cá vimos, para discutirmos o futuro de Almada: com ou sem MES, de preferência sem, mas se tivermos de continuar a aguentá-la lá terá de ser, são as regras do jogo democrático. Agora, o jogo democrático não se pode esgotar nas eleições de 4 em 4 anos. A oposição faz-se diariamente, não podemos cruzar os braços nem desperdiçar este espaço para fazer dele um campo de batalha, numa guerra que não leva a nada.
Uma coisa é certa, com ou sem reuniões na CMAlmada, MES está neste momento mais apertada do jamais esteve. Sendo assim, é altura de a oposição partidária (onde é que ela está, existe?) e a oposição de cidadania ou seja todos nós que vemos constantemente Almada maltratada e que acreditamos em melhores tempos, que temos de fazer um pressing no sentido de mudarmos as coisas. É assim que se faz política inteligente. Almada tem cerca de170.000 habitantes, apenas cerca de 27.000 votam em MES. É mais do que tempo dos restantes 143.000 (a esmagadora maioria)tomarem o destino desta nossa terra (natal para uns, de acolhimento para a maioria)nas suas mãos. Desculpem-me o tom enfático mas é assim que eu entendo a democracia.


Cumprimentos,
Sotnas

Anónimo disse...

Soy español y hace un año que vivo en esta, ciudad? por eso disculpen que escriba en mi idioma.

Que pena que las personas que aquí viven no quieran ver en el estado tan lamentable y el desleixo en que los poderes de esta cámara mantienen a esta población.

En mi país también se hicieron grandes centros comerciales, pero para minimizar el daño que estos iban a causar al resto del comercio y para que el centro no perdiese su caracter aglutinador de la población, se arreglaron las calles, los paseos, se crearon infraestructuras para que los coches pudiesen estacionar, se dieron subvenciones a coste cero para arreglar edificios, los servicios municipalizados y otros nunca salieron del centro, los mercados municipales se cuidaron y ampliaron, se potenciaron los mercados al aire libre y en las plazas, cuando el clima lo permite, siempre hay actuaciones y lo que es mas importante, se ayudó económicamente a la juventud para ocupar las casas.

Por todo ello el centro de las ciudades está lleno de vida.

Todas estas mejoras las relizaron las cámaras y desde luego los comerciantes al percibir la inversión y el esfuerzo realizado por las cámaras, por inercia también inviertieron y se renovaron (es una pescada de rabo na boca ) en muchos casos con subvenciones o exenciones fiscales que tambien concedieron las cámaras.

Ah! Otra cosa muy curiosa es que se ve a los presidentes-as y vereadores de las cámaras en comercios, en mercados o simplemente paseando por la ciudad, es o a pesar del gran problema que tenemos, la ETA.

Es muy triste invitar a venir a amigos a pasar unos días a esta ciudad? y comentarte que no volverán, ya que aquí, si no es Lisboa no hay nada que hacer, pués aunque reconocen que las playas son maravillosas,el entorno, la poeira, el lixo y el caos circulatorio no da para ir.

No hablamos del lixo en la calle, allí las calles se limpian y riegan todos los días del año, aqui en la que yo vivo llevan tres semanas sin limpiar, por no decir de lo que se encuentra detrás de los Paços do Conçelho al lado del retaurante Horacio, inmensa lixeira y es el barrio histórico.

Las calles se alquitranan todos los años, no todas, pero cada cuatro años han arreglado toda la ciudad.

Aquí una persona llega a calcilhas (primera imagen de la ciudad para quien llega de Lisboa) y no hay un punto de información para el turista, ni indicaciones de dónde están los museos de la ciudad, no hay pensiones ni hoteles, si quieres coger un autobús en las paradas no están indicados los itinerarios, etc

Señores, perdonen, la cámara de Almada les tiene abandonados hace muchos años y es el partido el que lleva desde el 25 de abril en el poder, por tanto es el único responsable. El problema es que ahora también me tiene abandonado a mi, pagando mas impuestos y mas caros que en España sin a cambio tener servicios.

Y... lo peor de todo es que el pueblo tiene miedo a hablar y la señora presidenta a salir a la calle, muy triste.

Almada es un desierto.

Sobre el eléctrico -no metro- el metro va bajo tierra, mejor ni hablar, las nuevas lineas de eléctrico que se construyen en España solo se construyen en avenidas muy largas o en los alrededores de las ciudades, nunca en una avenida como la Almada.Tampoco se hacen peatonales las arterias principales, si las adyaccentes. Las obras se hacen poco a poco y mas ordenadamente.

Cuando se realizan obras de esta dimensión, primero se hacen estacionamientos y otros servicios y después, a quien no respeta, se le multa. Aquí es al revés.

Esta cámara piensa en minusválidos, gente con carros de bebé, idosos, etc? Viendo los paseos y los carros encima de los paseos, NO!

Por otra parte, los partidos sobre todo de izquierda, ya hace muchos años que se preocuparon de crear emisoras de radio libres y jornais para difundir diferentes pensamientos e ideas.Toda aldeia o ciudad disfrutan de esa libertad constructiva para todos.

También se echa en falta la policia de cercania para ayudar a las personas.

Desapareció la Lisnave y otras muchas factorias y esta cámara no ha creado otras alternativas de trabajo para retener a la gente en Almada y la ha convertido en una ciudad dormitorio, sin vida ni personalidad.

Que lástima que disponiendo de una posición privilegiada no haya sabido beneficiarse de la cercania a la capital del país y su gran turismo, con lo que no habria desempleo y atraeria muchas y buenas inversiones.

Lo que no comprendo es como el comunismo en vez de gastar menos cantidades de dinero en obras faraónicas, no lo diversifica entre cosas mas pequeñas que lleguen a toda la cidad y así no tenes islas de riqueza y otras de miseria.

Puede que ustedes estén acostumbrados a esto pero para una persona que viene de fuera la sensación es de mafia y desgobierno o de inectitud o no valia de sus gobernantes.

Si quieren ver una ciudad y una presidenta comunista del siglo XXI, vayan a visitar la ciudad de Córdoba, no será extraño que en cualquiera de sus muchas explanadas se la encuentren a su lado tomando una cervecita con sus amigos.

También les recomiendo que vayan a Bilbao y comprendan como de una ciudad fea y sucia dónde solo habia altos hornos e industria pesada y naval que cerró se ha reconvertido en una ciudad cultural de primer orden a nivel mundial.

En mi país cuando se construye, primero se hacen las ruas, los paseos, se ponen los árboles los bancos para descanso, los parques, la iluminación,los servicios y después se construye. Aquí no. Aqui es pura especulación y una ciuadad que crece como los cogumelos.


Señores, ya no se lleva el comunismo transnochado. Con lo bueno y bonito que es el comunismo bien entendido!

EMALMADA disse...

Apreciámos este comentário, apesar de redigido em castellano por um cidadão que diz ser español. Concordamos inteiramente com a avaliação e crítica que faz à gestão autárquica e a esta cidade/concelho.
Conhecemos algumas cidades e "pueblos" de Espanha, assim como cidades de outros países. Reconhecemos que a diferença em relação a Almada em desenvolvimento e aproveitamento de recursos naturais é grande e negativa para Almada.
Almada parou no tempo.Estes autarcas exploram a miséria e a incultura de muitos cidadãos para angariarem votos.
A oposição em Almada pactua com a Câmara por inacção. A população vive com dificuldades económicas e não se dispõe a participar civicamente na vida colectiva. Alguns com melhor qualidade de vida que poderiam intervir remetem-se ao comodismo de tratar da sua vidinha. A população chega a ter medo de intervir.
Apoiantes desta câmara insultam quem tem ideias diferentes das suas para Almada. Por isso Almada apesar da sua situação privilegiada em relação a Lisboa e de seus naturais recursos,por exemplo as praias da Costa de Caparica, não é uma cidade atractiva e está atrasada em muitos aspectos. Almada não tem vida própria.

Agradecemos a sua intervenção.
Pelo valor de seu comentário vamos divulgá-lo em um próximo "Post"

EMALMADA