sábado, janeiro 05, 2008

Instabilidade e Irresponsabilidade?

Em...Almada, verificou que se iniciaram os trabalhos para colocação das vias férreas do MST no viaduto da Av. Bento Gonçalves sobre a R. Cidade de Ostrava.
Em Junho de 2007, foi colocada mais uma carga suspensa, uma conduta de água, fixada a este viaduto.
A Declaração de Impacte Ambiental (DIA) para o MST foi aprovada pelo Secretário de Estado do Ambiente em 11Dezembro2002, com parecer favorável condicionado.
clique sobre as fotos para aumentar
Viaduto da Av. Bento Gonçalves
A DIA, dizia sobre este viaduto, na Análise de Risco - Estudos e especificações de segurança a realizar estabelecidos no Parecer da Comissão de Avaliação:
"Realizar estudos sobre a estabilidade do viaduto da Av. Bento Gonçalves com a Rua Cidade de Ostrava de acordo com o estado da arte sobre tal matéria, antes de efectuar as respectivas obras de alargamento".
Julgamos que as obras de alargamento já não são necessárias uma vez que foi retirada a linha 2(Corroios-Pragal-Corroios) da Rua Cidade de Ostrava.
Contudo, parece-nos que o estado de conservação do viaduto não é muito recomendável para suportar mais uma carga rolante (do comboio) para além da carga circulante(dos veículos auto) que já tem.
As imagens que apresentamos mostram alguns aspectos da superfície do viaduto onde se observam fendas e estrutura férrea à mostra. Tal como o tecto e paredes de suporte onde a corrosão do material devido a infiltrações de água são muito evidentes. Outras fotos do estado desta estrutura podem ser vistas em: http://emalmada.blogspot.com/2007/07/segurana-rodoferroviria.html http://emalmada.blogspot.com/2007/07/o-estado-da-arte-do-viaduto-da-bento.html http://emalmada.blogspot.com/2007/07/viaduto-bv-o-estado-da-sua-desgraa.html Como munícipes devemos perguntar:
1-Quem assume a responsabilidade se ocorrer algum acidente colocando o MST a circular sobre um viaduto neste estado de conservação?
2-Onde estarão os responsáveis deste projecto e desta obra para serem responsabilizados pelas ocorrências resultantes do mau estado do viaduto e pelos danos pessoais e eventuais perdas de vidas se uma derrocada ocorrer sem que tenham sido feitas antecipadamente obras de conservação e estabildade do viaduto?
3-Onde estarão os autarcas que escolheram e impuseram o traçado deste metro para responderem pelos danos resultantes da sua "ecológica escolha"?
4-Será revelação de maturidade cívica, social, moral, política e de responsabilidade, levar por diante esta obra sobre um estrutura que revela claros indícios de corrosão do material e mostra não estar nas melhores condições de conservação e segurança para suportar mais uma carga?
5-Será que esta gente, friamente, revela desprezo pela vida humana e pela integridade física dos outros, de cidadãos, colocando em primeiro lugar o seu egoísmo, a rentabilidade económica, o lucro deste mau projecto para a população?
Esta não é a Almada dos Almadenses!

10 comentários:

alvaro martins disse...

Também já observei que o viaduto não se encontra nas melhores condições. Manda o bom senso que sejam feitas obras para evitar uma derrocada.
Já se esqueceram de acidentes recentes em pontes e viadutos por desleixo ou incúria?

Anónimo disse...

Mas passa pela cabeça de alguém sério e honesto escrever as barbaridades que o Emalmada escreve neste post? Está convencido que vive num mundo (num concelho) de irresponsáveis? Tem em sua psse algum dado concreto e objectivo, por exemplo de qualquer situação anterior, que lhe permita o despautério da suspeição caluniosa que aqui lanaça sobre toda a gente?

Caramba, cada vez mais se confirma que o Emalmada é um caso de polícia e de demência senil grave. Gravíssimo!

Dou-lhe um concelho: em vez de difamar e caluniar a coberto do anonimato como faz neste blog, vá aos sítios certos "denunciar" o que aqui denuncia. Dê a cara na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal, junto da Equipa de Missão do MST ou junto do dono da obra, o Governo. De uma vez por todas deixe de ser o irresponsável maldizente que aqui aparece para lançar a confusão, o medo e o pânico.

Anónimo disse...

senhor anónimo vá ao local e veja que o emalmada não fez montagem fotográfica.
Nem todas as pessoas notam o estado do viaduto. Passam e não se apercebem.
O senhor só deve estar a ver uma coisa, que esta é uma obra da cãmara comunista e esta na sua maneira de ver será sempre boa.

Repórter disse...

Permitam-me que com a lucidez e boa vontade habituais em mim (que imodéstia ... ) faça o reparo de que o viaduto em causa está, de facto, com bastantes problemas de manutenção.
Não quero saber de quem é a culpa.
Gostava sim que se evitasse uma tragédia que se anuncia.
Mais cedo ou mais tarde, aquele viaduto vai dar problemas. E graves.
Prevenir é preciso.

Como é habitual entre nós, portugueses, a prevenção faz-se, regra geral, após um acidente com maior ou menor gravidade.
O que é absurdo.
Depois,lá vêm os bombeiros e a Protecção Civil, os dirigentes e outros, vestidos a preceito, lamentar o que podia ter sido evitado.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Mas será que passa pela cabeça destes iluminados todos que se ponha a circular um meio de transporte como o MST sobre um viaduto, sem cuidar das perfeitas condições desse viaduto para suportar a carga? Passa pela cabeça de alguém, mesmo? Só do Emalmada, no seu irreprimível desejo de mal dizer, de cariz patológico e a justificar polícia.

Imagine-se só: "uma tragédia que se anuncia"! Imaginem só! E diz o repórter que fala com uma tal lucidez e boa vontade (ih, ih, ih). Isto é mesmo o que se pode chamar lucidez e boa vontade ...

E ao anónimo que diz que a obra é de uma câmara comunista, está enganado. Informe-se primeiro, depois fale. Quanto às fotos, mostram de facto alguma deterioração. Mas a obra está em curso, amigos. Porquê lançar a suspeição desta forma gratuita? Querem lá ver que agora temos para aqui imensos engenheiros de estruturas? Ou serão apenas "velhos do Restelo"?

EMALMADA disse...

Respondendo ao tal anónimo que se dirigiu ao administrador deste blog dir-lhe-ei:
1- não lanço suspeição caluniosa sobre alguém. Acaso o anónimo em acaso já se esqueceu dos alertas para a ponte de Entre-Rios, para a ponte sobre o rio Arade em Portimão, das respostas ou argumentos contrários dados por engenheiros inscritos ou não inscritos na Ordem de Engenheiros e do que aconteceu posteriormente?
Acaso já se esqueceu do se passou recentemente com uma ponte rodoferroviária sobre o rio Tejo no Ribatejo que ficou deformada pela travagem brusca de um comboio que circulava sobre a mesma?
Pare, olhe, escute e pense....estamos com uma execrável via ferroviária dentro da cidade!

2- Demência senil?
Meu caro me desculpe mas tenho de lhe dizer para comprar um espelho.

Denunciar junto da Cãmara Municipal,na Assembleia Municipal, junto da Equipa de Missão, junto da Concessionária do MST, junto de presidentes de Juntas de Freguesias, junto de elementos do partido...mas que quer o caro anónimo dizer?
Haverá lugar onde se encontrem todos estes "experts"j untos incluindo a venerável presidente da Cãmara, que não sejam os Fóruns de Participação MST?
Pois já assistimos a algumas sessões, muito tristes, desse malfadado Fórum, onde os almadenses com opiniões contrárias e divergentes do poder instituído na cãmara eram e são muito mal tratados.
Isso levou os almadenses a desistirem de participar, porque quando não eram insultados por alguns correligionários e simpatizanetes da senhora Emília ou da CMA ou do PCP chegavam a ser ofenddidos e insultados verbal e subrepticiamente por alguns elementos da mesa e até pela Presidente da Câmara.

Lembro duas situações a que infelizmente assisti e me levaram a concluir que aquilo está tudo controlado e não vale a pena intervir porque se eatá a falar para surdos politicamente e autoritários candidatos a ditadores:
a) Uma digna cidadão de Almada, culturalmente, em educação e em postura social muitos, mas muitos pontos acima da presidente fez críticas ao MST e seu traçado.
Na resposta a presidente da CMA colérica com as criticas ouvidas, disse-lhe que ela Maria Emília só tinha bebida água ao jantar!
b) Um cidadão fez uma intervenção num Fórum e foi mimoseado por uma autarca do PCP, que disse "está para ali a falar e se calhar nem é de Almada!
Por ironia para esta autarca, nenhum dos elementos da Cãmara, incluindo a presidente eram de Almada.

Caro anónimo, antes de falar assim, aconselho-o a Parar, escutar e Pensar...porque está numa via ferroviária que a CMA escolheu para esta cidade e que é muito perigosa para os munícipes, para os moradores e para os cidadãos.

Democracia não é igual a PCP, mesmo com todos os defeitos de uma democracia representativa.

Os meus melhores cumprimentos e um resto de bom fim de semana.

Repórter disse...

Senhor anónimo das 12.03.00
Presumo que não tenha lido bem a minha intervenção.
Só assim se entende que diga o que disse a seguir.

O meu comentário é independente e pleno de razão. Não lhe retiro nem uma palavra.

E o que por lá (viaduto) se vê é mesmo uma tragédia anunciada.
Claro que está longe de mim desejar que ela aconteça.

Posso dar-lhe um outro exemplo de como as coisas pelo MST não estão bem.
Um dia da semana passada, o sinal estava verde para as viaturas em sentido descendente na Av. Bento Gonçalves e, qual não é o espanto, e o susto, quando duas composições MST, uma em cada sentido, atravessaram a Bento Gonçalves com o verde ainda aberto para as viaturas.

Isto é normal? Não.
Felizmente não passou de um susto.
Mas urge rever o sistema semafórico.

Caro anónimo das 12.03.00, uma leitura e uma interpretação correctas nunca fizeram mal a ninguém.
Tal como os caldos de galinha.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Completamente de acordo com o Reporter, mas o problema sempre tem sido fechar os olhos que isto logo se resolve...ou então esperemos pela N.S. de Fátima.
O anónimo que estava despeitado e dizia que não vivemos "num concelho de irresponsáveis", enganou-se redondamente, porque a verdade é que vivemos mesmo num concelho de irresponsáveis.
Cumprimentos.

Anónimo disse...

Só neste ou noutros blog análogos se pode dizer o que nos vai na alma, como cidadãos anónimos ou não...
Nos foruns do MST, nas Assembleias Municipais e noutros locais CONTROLADOS pelos camaradas (do PCP, claro), não merece a pena.
O cidadão honesto, crítico construtivo e participativo RECUSA-SE a ser enxovalhado publicamente...
O viaduto da Av. Bento Gonçalves está efectivamente doente e isso parece não preocupar alguns dos visitantes deste blog, enquanto "mandatários" de um qualquer partido, do poder autárquico, do poder central, ou mesmo do Concessionário... Sim porque este último apenas pretende uma obra do tipo BBB (BOA, BONITA E BARATA).
Prr esta razão executou o viaduto do Pragal, NOVO, com vigas pré-fabricadas, quando o deria ter construído no local como um qualquer viaduto de auto-estrada... Não foi porquê? Saiu muito mais barato, logo corresponde a uma obra do TIPO BBB...
Ao que parece, o assunto está nos tribunais... Para quê? Com a justiça que temos quando acabar o período de concessão ainda o assunto não estará resolvido...
Também não merece a pena resolvê-lo, porque a incompetência deste Concessionário, ASSUMIDA PUBLICAMENTE, até foi "premiada" com uma compensação de 70.000.000.00 (setenta milhões de euros), retirados do erário público, isto é, do bolso de todos os portugueses, do Minho ao Algarve.
Não há Tribunal de Contas que veja isto?
Não há Ministério Público que investigue?
Não há Tribunal que condene, se e quando for caso disso (mas em tempo útil, caso contrário não merece a pena)?
Isto em Almada é mesmo uma Região Autónoma de Incompetentes...

Anónimo disse...

Pensando bem...

A conduta da água no viaduto não fica mal...

Se o viaduto cair, sempre poderá ficar pendurado na conduta.

Perceberam? Eu explico melhor...

Acontece o mesmo quando cai a escada a um pintor de paredes...

Não corre "qualquer risco", sempre poderá ficar pendurado no pincel!