sexta-feira, janeiro 11, 2008

Haja Vergonha!

Em...Almada, sabe que em 22 de Janeiro de 2005, Dia Mundial da Liberdade, foi baptizada, com a presença do Embaixador do Chile, a Via Panorâmica Pablo Neruda (antiga estrada descente dos Capuchos para a Costa de Caparica) e inaugurado um monumento de arte pública em homenagem ao poeta chileno.
clique nas imagens para aumentar
Homenagear Pablo Neruda é “homenagear todos os homens e mulheres que em Portugal, no Chile e em todo o mundo, lutaram e lutam pela prevalência dos valores da liberdade e da democracia, do desenvolvimento e do progresso, da paz e da amizade entre os povos”, afirmou a presidente da Câmara Municipal de Almada, Maria Emília de Sousa, durante seu discurso... blá...blá blá....blá blá....blá.... porque o estado actual do local e da placa é este:
E a paisagem que daí se vislumbra sentado nos bancos é opaca, muito ecológica, de um verde muito escuro...embora com flash se torne mais clara....
...mas mesmo assim constitui uma barreira visual por falta de “prevalência dos valores... da democracia, do desenvolvimento e do progresso e...da amizade entre os povos” e também de noções básicas de limpeza, higiene urbana e respeito pelo homenageado e pelos almadenses por parte desta Câmara Municipal e destes autarcas, que se serviram de Pablo Neruda e agora deixam ao abandono e em lamentável estado de conservação e sujidade o local com a placa de homenagem ao poeta, utilizado então para promoção pessoal de alguém e propaganda política.
Será que o Embaixador do Chile, o Presidente da República do Chile, que distinguiu a presidente da Câmara Municipal de Almada com a atribuição da condecoração da Ordem de Mérito Docente e Cultural Gabriela Mistral - Grau Gran Comendador, entregue em pomposa cerimónia pública em 13 de Maio de 2005 realizada em Almada e, o povo chileno sabem do abandono e desleixo a que a Câmara de Almada votou o local e a homenagem ao poeta?
Estas são imagens da Almada real. As imagens do Boletim Municipal são de uma Almada virtual, só para propaganda da Câmara. Esta Almada real não é a Almada que os Almadenses realmente querem.

24 comentários:

Anónimo disse...

É dever dos almadenses responderem com firmeza a estes insultos permitidos por autarcas eleitos que lhes faltam ao respeito.

pereira dos santos disse...

Onde estão os apoiantes da Srª Emília que agora não aparecem a defendê-la.
Acabam por reconhecer que neste espaço livre se dizem coisas acertadas.

Ponto Verde disse...

É o verdadeiro desleixo e a prova da politica de mera propaganda em vigor. Passando a "fotografia" instala-se o abandono.

pedro filipe disse...

É humilhante para o povo de Almada a presidente da Câmara ter deixado chegar ao estado de degradação o local onde foi descerrada e se encontra a placa de homenagem ao grande poeta chileno Pablo Neruda.
Quando a senhora convocou as forças vivas do concelho para assistir à cerimónia de entrega da condecoração assumiu responsabilidades colectivas com a população almadense.
Ter o local tal qual se vê nas fotos, deixa-nos envergonhados.
A presidente deve pedir desculpa à população almadense e ao povo chileno para limpar o nome de Almada desta situação.

Observador disse...

Temos que sentir algo que nos revolta e nos deixa uma sensação de vazio.
A obra inaugura-se - esta como outras - convidam-se as tais forças vivas do Concelho e arredores, fazem-se os discursos, deitam-se os foguetes e pouco mais.

Como a imagem publicada demonstra, num ápice o bonito se transforma em feio.
O que se festejou já nem merece reparo.

Neste caso, Pablo Neruda não merece.
O povo almadense não merece.

Não é verdade, digníssimos dirigentes camarários?

caparicano disse...

O EMALMADA está com toda a razão nesta chamada de atenção.
Irão os autarcas de Almada tapar o rosto perante este desaforo?
Meus senhores, presidente da Câmara de Almada, tenham o minimo de vergonha. Vós não sois dignos do cargo que ocupam e das festas e cerimónias que fazem para elogiar a liberdade, quando maltratam aqueles que lutaram pela liberdade e por ideais que vocês na vida real desbaratam.
Retirem-se voluntariamente porque estão a mais no universo de pessoas dignas.

caparicano disse...

Vejo pelas visitas que o estado da homenagem já é conhecido no Chile. Que vergonha nossa!

Anónimo disse...

Quem observa as manifestações panfletárias da presidente da Câmara não estranha o que está relatado aqui.

EMALMADA disse...

Primeiro anónimo
Está na cabeça dos almadenses mobilizarem-se e nas mãos dos eleitores saberem dar a devida resposta em eleições. Se a abstenção for grande será impossivel.

EMALMADA disse...

pereira dos santos
os apoiantes da presidente estão calados que nem ratos perante aquilo que é evidente.

EMALMADA disse...

ponto verde
A política dos autarcas de Almada da CDU( PCP ) é assim . É só fachada!

EMALMADA disse...

Pedro filipe
Será que uma pessoa tão arrogante e tão certa do que faz e faz sempre o melhor por Almada (Vê-se) tem suficiente humildade pra reconhecer as asneiras e erros e arrepiar caminho indemnizando os almadenses e pedir desculpa ao povo chileno?
Não acredito.

EMALMADA disse...

Observador
A presidente tem a obrigação de respeitar Pablo Neruda. O que está ali na Via Panorâmica é um insulto grave que compromete Almada.
Os almadenses não merecem ter pessoas de fraca memória, incompetentes e desleixadas que só vêem o betão armado à frente do município.

EMALMADA disse...

caparicano
Como viu as fotos falam pelo que está no local há muito tempo. É faltar ao respeito a um grande poeta e ao concelho de Almada.
Este município pratica o culto do lixo e depois diz que tem boas contas.Miséria mental.
É de gente sem senso.

EMALMADA disse...

último anónimo
na verdade Almada é só propaganda e ilusão de progresso.
É preciso não irmos nesse barco da ilusão e de "conffetis" da presidente.

EMALMADA disse...

A vergonha da situação ultrapassou fronteiras e não passa anónima.
Vemos que o Boletim Municipal já não conseque camuflar esta triste cena de ofensa ao poeta.

Anónimo disse...

Este novo "caso" só vem confirmar que em Almada é só foguetes e folclore.
Trabalham todos para a fotografia, para mal dos Almadenses.
Só não se percebe bem, porque é que as oposições não são mais intervenientes.
Cumprimentos.

EMALMADA disse...

As oposições "andam a cochilar" com a Câmara durante 42 meses, quando não a dar-lhe apoio velado, e a elogiar seus feitos, esquecendo-se de fazer oposição e vir junto da população para ouvi-la.
Depois, 6 meses antes das eleições autárquicas acordam ensonadas e meio sob o efeito dos tranquilizantes e na resaca do adormecimento ainda a esfregar os olhos.

Belfast disse...

Dear Emalmada: I don´t speak or read portuguese. English and spanish only. I´m sorry O`brigado anyway for your comments on my blog. From Santiago, Chile,
Sincerely...
Belfast
January 14th, 2008

Anónimo disse...

Porque não vai lá você aparar os arbustos e tirar os grafittis??
É só garganta, fala fala mas não faz nada..

Anónimo disse...

Blá blá blá a Câmara é má, blá blá bla´..
É só falar mas também não fazem nada..
Em 2009 CDU vai voltar a ganhar!!

pedro cruz disse...

Estes dois comentários últimos são a natural expressão da mediocridade que alastra entre alguns vanguardistas apoiantes da cma.

Anónimo disse...

O Ponto Verde tirou-me as palavras da boca. Esta CMAlmada só trabalha para a fotografia. Repare-se: inaugura uma obra, está tudo muito bonitinho. Depois, porque a obra já serviu para o que lhes interessa, a saber, a propaganda, então a partir daí o equipamento inaugurado ou seja aquilo que for, é deixado ao abandono, em auto-gestão. Aliás, Almada é praticamente todo ele um concelho em auto-gestão. Um exemplo, a ciclovia que vai do Parque da Paz até ao Almada Fórum. Com 5 anos de existência nunca teve qualquer manutenção. Limitam-se de ano a ano limparem o lixo (mal) e a cortarem as ervas com a mesma periodicidade. Quanto ao resto, nomeadamente o pavimento e as protecções laterais em madeira, encontram-se degradadas a precisar de manutenção urgente mas, apesar de já por várias vezes ter pedido à CMAlmada para corrigir o problema, o certo é que até à data nada foi feito.

Sotnas

EMALMADA disse...

Essa é na verdade a Almada real, a da ciclovia que o anónimo anterior refere, como se diz no Post. O resto é propaganda panfletária, a tal Almada virtual.
Almada é um concelho abandonado. Fala a CMA muitas vezes em desenvolvimento sustentado.
Saberão estes autarcas o que é "desenvolvimento" nas suas várias matizes, para benefício dos cidadãos, sua valorização e melhor qualidade de vida no diálogo com os munícipes?