quinta-feira, outubro 01, 2009

É Preciso Recuperar Almada

Em...Almada, a cidade foi destruída. Infelizmente ...
ex-Praça Gil Vicente
ex-Avenida D. Afonso Henriques Ex-Praça da Renovação ex-Avenida D. Nuno Álvares Pereira ex-Avenida Bento Gonçalves
ex-Rua Lopes de Mendonça
...são imagens do passado recente desta terra tão mal tratada durante 35 anos de ditadura comunista.
Imagens da Almada com vida, que os presentes autarcas PCP-CDU mataram...DESTRUIRAM, ROUBARAM aos almadenses.
Quem ama uma cidade não a destroi, nem despreza a população.
ALMADENSES!
COM O NOSSO VOTO
EM
11 de Outubro de 2009
VAMOS LIBERTAR ALMADA
Recuperar e Devolver Almada aos Cidadãos
EMALMADA agradece a colaboração de cidadãos

38 comentários:

Anónimo disse...

Naturalmente. Dia 11 de Outubro votaremos CDU. A unica força capaz de governar esta cidade.

Anónimo disse...

Votar na CDU (Partido Comunista) era querer mais do mesmo. Os lacaio que comem do mesmo tacho vão chorar no dia 11. O PS tem um programa aliciante e vai mudar Almada das garras dos fascistas comunista.

Anónimo disse...

CDU fascista??? será que o desespero é tão grande que até confudem os lados, ó amigo pensei que era só a Ferreira Leite que queria suspender a Democracia, agora que perderam a maioria absoluta na A.R., só posso ter um comentário - temos pena...

Anónimo disse...

Quem destrui o quê? O PS tem asfixiado e tentado matar o Concelho de Almada desde os tempos da Perry & Son, Lisnave e tantas outras empresas que fecharam portas em nome do interesse nacional, como se isto não bastasse agora é o Arsenal do Alfeite, o Paulo Pedroso se conhecesse os ultimos 35 anos dos Almadenses teria mais respeito por estes e pelo trabalho que aqui foi feito por muitos homens e mulheres que deram vida a esta Terra independentemente da cor ou sem cor politica. Viver no Concelho de Almada passados 35 anos é muito melhor.

Anónimo disse...

Ao ultimo anonimo o senhorª dece ser daqueles que têm opiniões por houvir os outros falar, nunca deve tentar se informar da realidade, é normal num comunista.
Mas deixe que eu lhe diga que trabalhei tanto numa como na outra empresa (parry e lisnave)e se houve alguem que deitou abaixo estas empresas foram alguns trabalhadores que se diziam defensores dos trabalhadores, todos eles afectos á CGTP,PCP e ao PCTP/MRPP,eu doi houvir isto, mas foi o que aconteceu.
Durante a semana iam para manifestações, pescarias e dedicavam-se a roubar o que os navios traziam, só trabalhavam nas horas extras e fins-de-semanas para tirar altos ordenados sem os merecerem.
E depois vem-me dizer que foram o PS,PSD ou outro partido se não o PCP que deitou estas empresas abaixo? Tenham vergonha e deixem trabalhar quem ainda quer e pode fazer algo pelo o nosso concelho.

Al-Ma'dan disse...

Estes comunistas são efectivamente muito petulantes e arrogantes; reparem na frase:
"A única força capaz de governar esta cidade" referente à CDU.

É por serem tão auto-suficientes e autocráticos que têm dado cabo desta terra.
Eles são os melhores, são semi-divinos, nunca se enganam, não têm dúvidas, são narcisistas.
Só é de lamentar é que com tantos predicados, nos últimos anos só tenham feito m....da em Almada.
Para bem de ALMADA é urgente derrotar esta cambada de gente desqualificada.

Salvo Seja disse...

A ideia do que aí vem (11 de Outubro) está a deixá-los febris.
Mas depois, a partir do dia 11, esta gente entra em estado de coma.
Mas nós respiraremos fundo.

Anónimo disse...

Os comunas estão muito,muito nervosos.Parece que Almada finalmente vai ficar desentupida e sem ratazana e ratos.

Anónimo disse...

Foi o PCP e os seus militantes que após o 25 de Abril com as greves selvagens por tudo e por nada quem destruiu toda a indústria que havia no concelho.
Isto não é novidade, faz aliás parte das estratégias e acções descritas nos manuais comunistas da política de terra queimada através da manipulação dos ´trabalhadores, operários e camponeses para depois os mais "esclarecidos"(oportunistas) do paritido tomarem a vanguarda do processo revolucionário em nome deles operários camponeses e trabalhadores, tomarem o poder e implantarem a ditadura chamada do proletariado, para melhor viverem da exploração do povo e o perseguirem através do aparelho do Estado social-fascista criado.
São "esclarecidos" que depois se governam e enriquecem à custa do povo e dos sacrifícios dos operários, a carne para canhão, dos oportunistas vanguardistas.
Almada tem destes oportunistas na Câmara Municipal os Maias e Carreiras e outros, não tivessem eles enganado o povo, os operários ondec trabalharam e promoveram greves.

A Emília e os Maias exploram os trabalhadores na câmara com contratos precários, mas na rua em manifestações aparecem desavergonhadamente a reivindicar os contratos colectivos.
A Emília e os Maias fomentam greves e impedem os trabalhadores de decidir por si quem adere ou não à grave. Fecham os portões através dos seu lacaios para impedir aqueles que livremente querem trabalhar, que não se deixam instrumentalizar, fecham os mercados no concelho impedindo os vendedores de tranbalhar e os cidadãos de comprarem os bens alimentares.
Esta é a democracia da Emília e dos serralheiros Maias e sócios na rapinagem social.

Na estratégia para destruir a sociedade de bem-estar geral da população os vanguardistas do PCP tem ojectivo de controlar os sindicatos para com greves paralizarem a actividade económica e os países.

Calões, Malandros, Vão trabalhar!

João Freire disse...

A Lisnave fechou porque os pressupostos de economia mundial que basearam a criação dos estaleiros deixaram de existir. Em particular, o fim dos super-petroleiros, com a crise energética dos anos 70. Não foi o PS, não foram as "forças do capitalismo selvagem e fascista" e tantos disparates que tais. Numa terra desenvolvida, isso é normal: uma empresa não é viável, acaba e os trabalhadores, devidamente qualificados, arranjam trabalho noutro sítio... Mas em Almada não há, praticamente, trabalho noutro sítio, porque bem se sabe que os comunas não criam riqueza (têm medo dela, porque - mais riqueza = menos votos para eles = mais gente a perceber que quem trabalha ganha mais, sem precisar de subsídios nem rendimentos mínimos). A utopia autárquica comuna consiste naquilo que já fizeram em muitas autarquias alentejanas: 90% da população empregada na câmara, refém deles, votando para garantir o próprio pão na mesa, e iniciativa privada praticamente nula (não querem gente que suba na vida pelo seu próprio mérito e que perceba que só reclama igualitarismos forçados quem não gosta de trabalhar).

João Freire disse...

Tenho de repetir isto, para ver se entra nalgumas cabeças:

A utopia autárquica comuna consiste naquilo que já fizeram em muitas autarquias alentejanas: 90% da população empregada na câmara, refém deles, votando para garantir o próprio pão na mesa, e iniciativa privada praticamente nula (não querem gente que suba na vida pelo seu próprio mérito e que perceba que só reclama igualitarismos forçados quem não gosta de trabalhar).

Liberdade disse...

Em matéria de suspensão da democracia a Manuela Ferreira Leite é aprendiz ao pé da Maria Emília de Sousa, com a sua vasta experiência em Almada.

Quem não está com ela é contra ela e toca de sanear que há sempre um militante do partido á espera do lugarzinho para comer do tacho.

Anónimo disse...

A Lisnave fechou em Cacilhas mas em Setúbal continuou.
Porque fechou em Cacilhas?

A indústria não sobrevive onde há excedente de comunas.

A industria que havia no Ginjal fechou.
O Arsenal controlado por comunas fschou.
Indústria de vestuário acabou em Almada.
O trabalho precário aumentou.
Trabalhos de jardinagem e construção civil para a CMA são feitos só por algumas empresas , embora algumas vezes sejam dadas por subempreitada a outrs para não aparecer sempre a mesma.
A Câmara até acabou com alguns serviços.
Agora aluga-os a empresas onde estão seus delegados.
Quem precisar de mudar canalizaçoes num prédio tem de contratar os que estão inscritos na cãmara, ex-trabalhadores, que se passaram para fora e manipulam tudo lá dentro num lobbie de preços.

GMaciel disse...

"Dia 11 de Outubro votaremos CDU. A unica força capaz de governar esta cidade."

Já me ri!

Caro anónimo, " a única capaz de governar esta cidade"? Então porque cargas de água nunca o fez em 35 anos? A única coisa que a CDU fez, foi promover o sub-desenvolvimento social mascarado de obras para, como se diz, inglês ver.

Compreendo que a pala está em apertada e que é difícil desviar, nem que seja um pouco, para poder olhar à sua volta e pensar com a sua cabeça. Mas deixo-lhe uma questão simples - para não cansar desde logo os neurónios pouco habituados a exercer a sua função: como pode designar de "democrata" um partido que defende um regime totalitário e atroz, no que aos direitos humanos respeita, como o da Coreia do Norte?

Ouviu alguma campainha? Espero bem que sim.

11 de Outubro é Paulo Pedroso... e mais nada!

Anónimo disse...

bye bye comunas

Al-Ma'dan disse...

Caros anónimos Sexta-feira, Outubro 02, 2009 9:31:00 AM, João Freire e Graça Maciel,
Boas análises as vossas.

Não vem muito a propósito, mas para conhecer melhor a personalidade daquele que é considerado o pai da Revolução Soviética de Outubro – Vladimir Ilytch Ulyanov (Lenine) leiam uma excelente biografia do mesmo da autoria de Dmitri Volkogonov (Almedina).
Ficarão a conhecer bem como o partido bolchevique preparou a sua chegada ao poder e, uma vez aí instalado, tudo o que fez para lá se perpetuar. Puro maquiavelismo.
A seguir de Lenine veio Estaline que refinou até ao extremo a herança leninista.
Em Portugal, se o PCP tivesse tomado o poder em 1975 não teria sido muito diferente.
Mas, felizmente para todos nós, vários factores concorreram para que tal não acontecesse.
Nessa época, depois de 1975, muitos propunham a ilegalização do PCP devido aos seus propósitos antidemocráticos e totalitários mas Mário Soares levantou-se dizendo que o PCP, se cumprisse as regras democráticas, não deveria ser ilegalizado porquanto a democracia portuguesa deveria ser inclusiva.
E assim o PC, depois de engolir muitos sapos, lá se viu obrigado a cumprir as regras da democracia liberal. Mas, a sua matriz totalitária não mudou nem mesmo após a Queda do Muro de Berlim.

Portanto, MES y sus muchachos têm uma matriz totalitária e são uns aprendizes de ditadores.

Assim, se queremos uma Almada democrática, livre e mais desenvolvida temos de votar PS/Paulo Pedroso.

Forum disse...

O PCP nunca respeitou as regras democráticas.
Somente disse que respeitaria.
"DISSE", mas não cumpre.
O trabalho que sabe fazer e
bem na clandestinidade dá-lhe para obter vantagens como animais domésticos, que não são, nem nunca foram.São Vampiros.
Lamentavelmente ainda há quem se diga democrata e colabore com o PCP.Lá sabem porquê... .
Os condutores e lideres da classe operária sabem que o dinheiro nunca teve partido político preferencial.
No fundo é com dinheiro que se compram os melões.

De onde cai para o bolso dos comunas, não interessa, será sempre bem vindo. É preciso somente manter um grupo de famintos, de reclamantes, de descontentes cujo descontentamento é preciso saber alimentar, para fazer coro com os líderes do PCP.

Maior explorador do homem?

Ninguém ultrapassa os partidos totalitaristas e o PCP é deste grupo.

Anónimo disse...

O maior exemplo do desprezo pela população é a Charneca de Caparica.

Toda a gente sabe que é a freguesia do Concelho com maior crescimento populacional, mas tenho a certeza que grande parte dos cidadãos pensaria 2 vezes antes de pensar em viver lá, principalmente os casais com filhos em idade escolar.

Na Charneca de Caparica não existe escola a tempo inteiro para todas as crianças, sabiam? Só uma infíma parte das crianças tem acesso ao pré-escolar. Existem crianças que fazendo 6 anos em Setembro não conseguem entrar na escola. É uma vergonha.

Na Charneca (felizmente) a MES não tem votos daí castigar todos os moradores da freguesia.

Parece uma criança: "Não votam em mim, não vos faço escolas"

É mesmo estúpida!

Al-Ma'dan disse...

Não é difícil desmascarar os propósitos do PCP: o líder Jerónimo continua a reclamar-se leninista, portanto isso significa que aprova todos os crimes de Lenine.
Já não se reclama de Estalinista porque isso já daria muito nas vistas, pois aconetece que na opinião pública existe a ideia (errónea) de que Estaline era um monstro mas que Lenine era o mais puro dos homens. Nada mais longe da verdade: é mais um mito criado para enganar os mais desprevenidos. Lenine era outro monstro ditador, só não teve a oportunidade de mostrar todos os seus "dotes" pois morreu logo em 1924.
Mas, nessa data, o aparelho repressivo soviético, nas suas linhas gerais, estava já montado: a tcheka, os kulaks, etc. Estaline limitou-se a rever e aumentar os métodos utilizados.
Tudo acabou por descambar numa bárbara repressão e na construção de um país que apesar de ter as melhores e mais bem equipadas forças armadas e de levar homens ao espaço, nunca conseguiu alimentar condignamente a sua população. Coisas de ditadores.

O PCP e os seus líderes são os herdeiros, à portuguesa, desta forma de estar e actuar e MES é um deles.

Reporto-me novamente ao primeiro anónimo que disse "...CDU. A unica força capaz de governar esta cidade".
É curioso que esta teoria do "depois de mim virá o caos" que é o que aquele anónimo diz mas noutras palavras, já ditadores como Salazar e Franco utilizaram, felizmente sem sucesso.

MES cacique almandense afina pelo mesmo diapasão: "depois de mim,o caos".
Ora, o que MES se esquece de dizer é que mais caos que aquele que ela instalou em Almada não é possível.

MES é ela própria a encarnação do caos.

Anónimo disse...

Fez ontem 60 anos que Mao entrou em Pequim, a data foi assinalada com a pompa e a circunstancia que eram comuns na data de aniversário da revolução Soviética, paradas militares, a ostentação para o Mundo ver de parafernálias militares, tanques, aviões, misseis. Curiosamente, a revista do Público de 27 do mês passado trazia na capa a imagem dessa chegada e o comentário que torna irreal todo o sentimento comunista, seja ele da czarina ou de lenine; A NOVA REVOLUÇÃO É QUERER SER RICO
Esta frase que determina na realidade a natureza humana, não faz qualquer separação entre comunas e não comunas, na verdade, todos querem ser ricos!
Oliveira

Al-Ma'dan disse...

Enriquecer sim, mas sem atropelar os outros.
Por isso é que acredito numa social-democracia avançada em que:

De cada um segundo as suas possibilidades e a cada um segundo as suas necessidades.

Liberdade disse...

As fotos agora publicadascom muita oportunidade, pelo EmAlmada são bem o retrato daquilo que a cidade de Almada já foi no passado, bem recente, e que a gestão municipal está a destruir todos os dias.

É bem verdade que as cidades mudam, não permanecem iguais todo o tempo. Mas a sua estrutura funcional e simbólica é que lhe dá caracter e singularidade.

Essa estrutuar deve permanecer e ter capacidade para suportar a evolução dos tempos sem se descaracterizar. Senão, a cidade perde a sua alma.

Quem comparar estas fotos com os mesmos locais no presente, se não tiver o cérebro liquefeito, verificará que a cidade tem vindo a perder qualidade urbana com as transformações forçadas, mesmo em nome dos mais "nobres valores".

É demasiado o mal que já foi feito á cidade pela gestão CDU/MES com a febre provinciana de importar soluções de outros locais. A uniformização da cidade está matar a diversidade que qualquer cidade deve defender.

A gestão CDU/MES está a matar a cidade acolhedora que todos conhecemos no passado e que, por essa razão, lhes garantia vitórias eleitorais.

Mas agora a cidade morre lentamente, é tempo de parar.

Al-Ma'dan disse...

Ouvi na rádio a peixeira Emília sobre a afirmação de Paulo Pedroso segundo a qual o POLIS da Costa está estagnado.
Malcriada como de costume, falou em "pessoas caídas das núvens" e de "arrotar postas de pescada".
Só a semi-divina MES é que sabe o que se passa, os outros são, todos sem excepção, uma cambada de burros!
Depois, como já não sabia o que dizer deu o salto e falou da extensão do POLIS à Trafaria, mas meteu os pés pelas mãos pois deveria querer dizer Fonte da Telha; no final já falou em Fonte da Telha. Estava muito nervosa e sem palavras.
Ora, para lá das postas de pescada que a cacique M.ª Emília tanto gosta de arrotar, a realidade pura e dura é a de o POLIS está efectivamente paralisado, senão vejamos: dos vários planos de pormenor só um está completamente terminado, o do Parque Urbano, e um em vias de terminar, o da Frente de Praias Urbanas, todos os outros não sairam ainda do papel.
E tudo porque falta o dinheiro: a hasta pública de terrenos que teve lugar há alguns meses, com uma base de licitação de 10 milhões de euros, não resultou em nada, dado que ninguém igualou a base de licitação.
Mas MES precisa de lançar poeira para os olhos dos que se deixam ainda embalar em conversas para boi dormir.

Para o bem de ALMADA é imprescindível colocar os patins na cacique M.ª Emília.

Anónimo disse...

EU DESTRUÍ tudo...

Sou uma mulher "realizada"...

Assina:
Maria Emília (MES)

Ma´rio Soares disse...

A Peixeira fascista da Emilia não tem educação nenhuma, a senhora só tem a 4ª Classe. O Maia e o carreias os tais que são operários e vivem em brutas vivendas que os camaradas desconhecem, esses e outros iguais é que deram cabo da Lisnave. Tive amigos que trabalhavam na Lisnave eram do Partido Comunista e contavam-me que se fartavam de roubar ferramentas, máquinas etc. só faziam horas extraordinarias ao fim de semana e vieram com brutas reformas e indeminizações. No fim alguns deles ainda vieram trabalhar??? para a Câmara.ex. Osvaldo Gralho, arsénio, Maia Carreiras.O Osvaldo azinheira é outro que era encarregado na Siderurgia, era mau como as cobras para os trabalhadores, era do PCP reformou-se à anos e está a esfolar milhares de euros na Câmara a distribuir canetas e crachás. Chulos. Vamos votar PS

Anónimo disse...

Que piada os socialistas falarem em Democracia, quando tem um boss que lida tão mal com quem não concorda com ele.
Conseguiu afastar Manuela Moura Guedes. Conseguiu afastar agora José Manuel Fernandes do Publico. Parece que só no DN onde a sua namoradinha Fernanda Cancio ele não bate.
O mesmo PS que com a assinatura de João Cravinho trouxe o Metro de Superficie para Almada, com a sua discipula Ana Paula Vitorino.
O mesmo Partido Socialista que destruiu as Câmaras por onde passou, e as levou de novo para as mãos da CDU: Setúbal com o lamentavel Mata Caceres que dizia não haver fome no distrito, Barreiro etc.
Há que impedir que candidatos paraquedistas tomem conta da Câmara de Almada. Se nada fizeram quando estavam no governo, não vai ser agora que o vão fazer. Querem a Câmara apenas para empregarem mais uns quantos que andam aqui neste blog a defender o PS e esperam um lugar. Mas bem podem esperar sentados.
Perguntem lá na sede do partido pelos resultados da sondagem que encomendaram, e tenham a coragem de de revelar os resultados. Isso sim era transparência.

Anónimo disse...

Anónimo de Sábado, Outubro 03, 2009 12:43:00 AM
Você bateu com a cabeça numa parede e ficou com o síndroma da estupidez.
Fala de quê?
Talvez da verdadeira asfixia democrática que Maria Emília e seus pares conseguiram implementar junto dos seus trabalhadores.
Talvez do facto de ter na mão os órgãos de comunicação.
Talvez de assuntos de âmbito nacional que nada têm a ver com os de âmbito local.
Estou mesmo a ver que a verdadeira democracia mora no PCP que Maria Emília tanto diz defender.
Você parece ridículo. Mas não é. Trata-se apenas de mais um vendido a quem prometem qualquer coisa com o intuito de dizer coisas.

Anónimo disse...

Os social-fascistas sabem que a cidade de Almada é um dos últimos redutos com alguma dimensão que têm a nivel local e que utilizam para colocar os seus militantes.
Acabando isso o dinheiro que entra nos cofres do PCP será deveras inferior.
Votemos com clareza, sabendo nós de antemão que o PSd é aliado do PCP na autarquia e que o BE se prepara para ocupar o lugar do PCP.

GMaciel disse...

Caro anónimo (Sábado, Outubro 03, 2009 12:43:00 AM), passando por cima do seu mau português, destrincemos o que escreve:

"Que piada os socialistas falarem em Democracia, quando tem um boss que lida tão mal com quem não concorda com ele."

Piada é os senhores serem os primeiros a dizer que as autárquicas são eleições com outra génese, o que está correcto, e depois quererem trazer Sócrates à liça das mesmas. Essa coerência!!!

"Conseguiu afastar Manuela Moura Guedes. Conseguiu afastar agora José Manuel Fernandes do Publico. Parece que só no DN onde a sua namoradinha Fernanda Cancio ele não bate."

Insisto na coerência, ou na falta dela, pois a Emília é perita em afastar quem não joga com o baralho dela. Quer que lhe lembre - ou é novidade para si? - o que ela fez à "sua melhor amiga" nos paços do concelho?

"O mesmo PS que com a assinatura de João Cravinho trouxe o Metro de Superficie para Almada, com a sua discipula Ana Paula Vitorino."

Então o metro não é a obra emblemática da CDU para este mandato? Ou agora querem sacudir a água do vosso capote porque saiu a maior asneira da história dos transportes públicos em todo o país? Foi João cravinho, ou o PS, que impôs um traçado enfermo e insano?

"O mesmo Partido Socialista que destruiu as Câmaras por onde passou, e as levou de novo para as mãos da CDU: Setúbal com o lamentavel Mata Caceres que dizia não haver fome no distrito, Barreiro etc."

Nunca falo do que desconheço, mas posso prever o muito que se descobrirá depois de vocês serem corridos de Almada. O tapete será levantado, talvez por o saberem é que estão tão aflitos, não?

"Há que impedir que candidatos paraquedistas tomem conta da Câmara de Almada. Se nada fizeram quando estavam no governo, não vai ser agora que o vão fazer. Querem a Câmara apenas para empregarem mais uns quantos que andam aqui neste blog a defender o PS e esperam um lugar."

Este é o tipo de parágrafo que revela duas coisas: por um lado, ignorância, por outro, má fé nas assunções.
Primeiro, Paulo Pedroso não é um paraquedista - primeira ignorância assumida. Conhece muito bem Almada e tem familiares próximos cá residentes.
Segundo, Pedroso foi o mais jovem ministro da história da democracia portuguesa e ainda hoje é considerado pelos seus pares - mesmo na oposição - o mais inovador e empenhado de sempre.
Terceiro, quem está à frente de todos os polos de ligação camarária, não são compadres comunistas? Está a ver o filme ao contrário, portanto.

"Perguntem lá na sede do partido pelos resultados da sondagem que encomendaram, e tenham a coragem de de revelar os resultados. Isso sim era transparência."

Se são tão significativos como quer dar a entender, porquê o desespero na Câmara? O que faz correr a Emília e seus compadres?

Estou certa que você é apenas mais um dos que anda por aqui a espalhar palha a ver quem lhe deita o fogo, mas lembre-se que não sabe se alguém mais informado do que você o pode ler.

Comprova-se, pois, que a pior burrice é não contar com a inteligência dos outros.

Anónimo disse...

Conseguiu-me fazer rebolar de tanto rir. Então o candidato tem familiares em Almada. Logo faz dele um "expert" na cidade. Acusam Maria Emilia de ser do Algarve, o Maia de morar em Lisboa, e o candidato do PS que nem vá vive, qual Torres Couto já é um belo exemplar.
Depois adorei a penúltima citação sobre as qualidades reconhecidas pelos seus pares. È que não se lhe reconhecem nenhumas até agora. Claro que se os pares são do PS, eles auto-cumprimentam-se. Mas onde está o seu trabalho como governante que obra deixou?
Por fim, falo-lhe só de raspão sobre o MTS, porque sabe bem que foi o Governo Socialista quem o desenvolveu, ao longo da obra, foi sempre ele o "dono da obra". O traçado quase todo traçado por ele, na pessoa da Ana Paula Vitorino. Se a Camara sempre se bateu por ele, o mesmo governo onde Pedroso foi ministro, na pessoa de Joao Cravinho, assinou o a sua vinda para cá.
Se o MTS era um projecto errado, porque é que Pedroso na altura nao fez nem disse nada? Não se lhe reconhecem quaisquer comentários na altura. Porquê agora?

GMaciel disse...

Então, consegui pô-lo a rebolar-se de tanto rir, qual cachorro no circo? Óptimo! Infelizmente, não teve o mesmo efeito em mim porque sou incapaz de rir perante a idiotia consumada.

Poderia deixar-lhe um rol de argumentos, outra vez, mas para além de ser perda de tempo e energia, o facto é que, como de costume nos serventes da CDU, fugirá deles como o diabo da cruz, como fez com os que lhe deixei na resposta anterior. Explicando mais devagar: o que eu tinha para dizer ficou claro lá em cima, se não percebeu é porque é analfabeto funcional ou prefere fazer de idiota a ter de dar o braço a torcer. Escolha e seja feliz.


PS: essa de comparar Torres Couto com Paulo Pedroso é efeito da apertada pala, não é? Vou acreditar que sim.

Liberdade disse...

Jerónimo de Sousa discursou hoje no Seixal contra a fulanização e o caciquismo que estão a destruir o poder local, conquista de Abril.

Tem toda a razão o Jerónimo de Sousa e é por isso mesmo, para acabar com a fulanização e o caciquismo no poder local em Almada que está na hora da MUDANÇA e RUPTURA.

Porque É ALMADA QUE ESTÁ EM JOGO vamos concentrar votos no PS-Paulo Pedroso.

Liberdade disse...

Anda por aí um anónimo a falar das Câmaras que o PCP conquistou ao PS, como Barreiro e Setúbal.

Pena é que a sua memória seja tão curta e esqueça as inúmeras Câmaras que o PCP não teve a capacidade de gerir a favor das populações e por isso perdeu para o PS.

Já se esqueceram de Évora, Alcácer do Sal, Grândola, Amadora, Loures/Odivelas, Vila Franca de Xira, etc, etc, etc...

E agora é a vez de acontecer o mesmo a Almada, porque os almadenses também merecer um futuro melhor.

Por isso vamos votar PS-Paulo Pedroso.

Anónimo disse...

Cara Gmaciel,
Quando deixar de insultar os outros, só porque não pensam como você, pode ser que possamos conversar. Doutra forma, recuso-me descer ao seu nível de insulto barato de quem não tem mais argumentos.
Gostaria contudo de no dia da tomada de posse de Maria Emilia como Presidente da Câmara Municipal de Almada, após a cerimónia, beber um chá consigo, porque chá, é efectivamente coisa que lhe falta. Quando não se bebe em criança, em adulto já não faz o mesmo efeito, mas pelo menos gostaria de tentar.

Salvo Seja disse...

Quem tenho a certeza de que anda a necessitar de umas chávenas de chá é este anónimo (Domingo, Outubro 04, 2009 12:05:00 AM).
Não vi, numa linha sequer, um insulto ou tentativa disso.
A GMaciel limitou-se, tenho a certeza, a dizer o que pensa mas sem ultrapassar o bom senso e a educação.
Temos pena que este anónimo não se tenha dado bem com a verdade.
E quem o desafia a tomar uma chávena de chá sou eu.
Dia 11, à noite, quando os resultados eleitorais forem conhecidos e o anónimo já nem esteja em condições de reconhecer a derrota. Que se deseja e vai acontecer.
Até lá, sorria. Mas sem exagero.

Anónimo disse...

O pessoal da Lisnave e outros comunistas que foram parar à CMA são do mais incompetente que há. Os "trabalhadores" comunistas da CMA são sinónimo de incompetência e de bufaria.

GMaciel disse...

Caro anónimo,
Quando deixar de desconversar, pode ser que o considere alguém capaz de arguir racionalmente, enquanto isso não se verificar, só posso concluir o que já concluí e que você apelida de insultos.
Insultar é injuriar, vituperar violentamente, ofender. Ora, para mim, ofensa seria chamar-lhe algo que não é, pelo que me limitei a constatar o que se depreende pela sua argumentação. Senão vejamos:

- O caro defende um executivo que mantém Almada refém duma política de subdesenvolvimento mascarada com obras pontuais que servem pequenas franjas manipuláveis e subservientes.
- Este executivo provém de um partido que defende vigorosamente regimes totalitários e abjectos como democracias de pleno direito.
- Um executivo sem a mínima vocação socioeconómica, porque se limita a manter bolsas de pobreza dependentes de promessas que se esvaem após as eleições.
- Um executivo que não escuta os seus concidadãos e os atropela em nome dum desenvolvimento que não o é.
- Um executivo que despreza e ignora as solicitações dos seus concidadãos.

Vejamos agora porque afirmo isto.

- Após 35 anos de executivo camarário da CDU, Almada,tal como toda a margem sul, é vista exteriormente como um concelho pobre e inseguro.
- O PCP mantém a obstinada defesa dos regimes da Coreia do Norte e China.
- Este executivo, como outros da CDU, foi magnânimo na criação de guetos que se consumaram como autênticos barris de pólvora social e não apresenta qualquer ideia sobre como resolver a burrice.
- O desprezo total pelos cidadãos manifestou-se com maior evidência com a implantação do eléctrico chamado metro de superfície. Ao contrário do que afirma, foi o executivo quem escolheu o traçado e o impôs. Se quiser ser menos sectário, convido-o a visitar o blogue “O Triângulo da Ramalha” e aí encontrará toda a documentação sobre o assunto assim como contatará a insolência e intolerância deste executivo.
- Este executivo raramente responde, sequer acusa a recepção, quando interpelado pelos cidadãos. Neste capítulo eu dou prova disso mesmo porque nunca a Câmara me respondeu a qualquer e-mail ou carta sobre resolução de problemas de cariz público.

Posto isto, em vez de beber chá que em nada o tem beneficiado, porque não retira a pala e olha com imparcialidade o que se passa à sua volta? Ou é um dos interessados num tacho e, a coberto do anonimato, anda por aqui a fazer campanha de desinformação?

Haja pachorra, caro anónimo!

Anónimo disse...

Como diz o povo, meus amigos, a porta da rua é a serventia da casa. Não gostam, felizmente Almada tem muitos bons acessos, muito boas portas... Os barcos, o comboio, as estradas... Podem ir começando a saír que só faz cá falta quem gosta de cá estar.