quarta-feira, setembro 23, 2009

ALMADA VAI RENASCER

Em...Almada, os almadenses não querem trilhar "caminhos mais" do mesmo.
É tempo de acabar com o desmando, as arbitrariedades e o despotismo de 35 anos de gestão PCP ( FEPU-APU-CDU).
É tempo de votar para reconstruir Almada.
É tempo de restaurar a liberdade em Almada.
A mudança é possível e está nas nossas mãos no próximo dia 11 de Outubro.
Almadenses! Almada é a nossa terra, a terra onde vivemos.
Almada tem de ser gerida para a população.
PARA
ALMADA
GANHAR

19 comentários:

Anónimo disse...

Quem tem vergonha de mostrar o seu verdadeiro rosto não merece a confiança dos almadenses.
Maria Emília é mulher com várias caras.

Anónimo disse...

MES teme; agora manda carta para a casa das pessoas a pedir votos a primeira coisa que fiz foi le-la a segunda foi atira-la para o lixo. Só fez coisas boas:
Destruir os comerciantes, criou a ECALMA para multar os municipes. Um plano de mobilidade XXI que fica na história. Uma cidade desertica. Minha Senhora não venha atirar arreia para os olhos dos municipes, estes estão fartos da sua pandilha é altura de retirar. Votar no PS é a melhor solução para que a cidade volte a ser cidade. Um abraço.

Anónimo disse...

Mulher sem vergonha, a peixeira Maria Emília Neto de Sousa, quer vender ilusões aos almadenses com o texto que assina no folheto colocado hoje nas nossas caixas de correio.

Mentirosa compulsiva pensa que a nossa cabeça é oca tanto quanto a dela.

Maria Emília, estás enganada.

Conhecemos-te o suficiente para saber que mentes no que escreveram para assinares.

Os almadendeses viram na televisão a tua verdadeira personalidade. O teu verniz estalou e tu mostraste quem és, mostraste a tua falta de educação e de civismo.

És um perigo como pessoa entre humanos.

Dizes-te comunista!

És ignorante em comunismo, em relações sociais e em boas maneiras.

funcionário camarário disse...

Deixei de fazer fretes e de me deixar embalar nas melodias da MES.
O meu voto vai ser contra a patroa.

Anónimo disse...

O executivo PCP que está à frente da Câmara, não se empenhou no desenvolvimento de Almada, nem nunca soube ouvir os almadenses.
O comunismo foi derrotado na antiga URSS e nos outros países do leste europeu.
Nos países 3 ou 4 onde persiste, as ditaduras são a forma de governo.
Nesses países há mais gente a viver abaixo do limiar de pobreza. São explorados e mantidos na ilusão de felicidade futura, como algumas religiões exploram os crentes.
Almada já tem ´mais de três decadas de comunismo, são 3 décadas de repressão e autismo constante praticado por uma presidente de Cãmara convencida que é uma excepcional competência.
Está enganada.
Parece estar doente tal como Salazar estava e não queria largar a cadeira.
Que dizer de quem se agarra à cadeira do poder convencido ou convencida que é ou são os melhores, repudiando a alternância de poder que a democracia consagra, quando são eleitos por uma minria de votos não representaivos da poupulação nem do universo dos eleitores.
Quem se agarra ao poder nestas condições mostra não ser pessoa. Revela a sua costela de ditador.
escondida debaixo das várias roupagens que veste.
É um travesti da política.


A ditadora de Almada é uma triste e banal ditadora. não tem cultura política, social, humana.Resiste através da repressão que ela e seus fazem. Não reconhece erros, mente, revela-se mal educada, insulta pessoas, insulta os almadenses, gasta dinheiro dos almadenses para promoção pessoal,polui o ambiente com os disparates que diz, compra os mais vulneráveis e os vaidosos através de subsídios atribuídos por si ou pelas células do partido comunista nas juntas de freguesia.
Em almada há desonestidade na gestão
autárquica praticada por gente de muito fracas qualidades pessoais, oportunistas convictos escudados numa falsa superioridade moral de comunista, como o Jerónimo de Sousa dizia há dias "palavra de comunista".

Comunista não é referência credível.

Piores que oportunistas de direita, são os de esquerda, piores que os de esquerda são os incompetentes comunistas sem moral e ética que retêm Almada tomada de assalto por fragilidades da democracia representativa.

Anónimo disse...

Almada parece uma cidade decadente da América Latina. Cimento, lixo, mobiliário urbano destruído, crimes... e ideias parvas. O legado dos comunistas no seu melhor. Fora com eles!!!
Pela capacidade de liderar um novo projecto, pode-se PS. Pela consistência do programa e pela visão moderna de cidade eu voto CDS/PP.
É tempo de Almada gritar «Tear down this wall»

J. Ferreira

Salvo Seja disse...

Como seria de esperar chegou a hora da propaganda porta a porta.
Já decidi votar no PS. Porque quero a CDU na rua.

Anónimo disse...

já agora quando é que esta campanha e a pré campanha custou aos municipes em proveito próprio do Partido comunista e da Maria Emilia(MES) esta pergunta já foi feita muitas vezes mesmo pelo oposição partidária a (MES)não responde; talvez o Sr.Municipe ficasse de boca aberta. A democracia desta gente é o engano a falsidade a incompetencia.Votar PS é a alternativa democrática de acabar com este abuso de poder. Tirar estes DONOS DITADORES do poder local, sabe o que faz eles quererem serem donos SÃO OS 35 ANOS sem alternativa. Pense nisso e vote noutro partido se possivel PS o melhor colocado.
NM.

Anónimo disse...

Vamos todos apelar ao voto para tirar esta CORJA DE CORRUPTOS da Câmara Municipal.
Podemos não concordar com as politicas do PS como diz o dito comunista Jerónimo de Sousa, podemos achar que o Partido Socialista deveria apresentar outro candidato, podemos pensar que há outros partidos em que votar, mas uma coisa é verdade.
Na actual conjuntura e dos candidatos que são apresentados aos eleitores, Paulo Pedroso é o único e aquele que pode desalojar a corrupçaõ existente na CMA e em obras ligadas à Cãmara. O único que actualmente poderá com todo seu saber fazer e pensar, o único em condições para ouvir os almadenses, pôr fim ao abandalhonamento e destruição de Almada conseguido nos últimos anos pelos actuais funcionários do PCP.

NO DIA 11 De Outubro vamos votar Paulo Pedroso por Almada e contra o quinteto Emília-Maia-Gonçalves- Matos e o inútil pestilento Carreiras sempre a chular Almada.

Al-Ma'dan disse...

Como é hábito dizer-se, a política é a arte dos possíveis.
E é isso mesmo que se passa actualmente em Almada: podemos não ser PS e achar que o governo PS até nem governou muito bem, podemos gostar mais ou menos do projecto que ora nos é apresentado e do próprio candidato, mas se o OBJECTIVO principal é derrotar a CDU/MES então há que votar útil: e aqui e agora o voto útil é no PS.
O ideal seria cada um votar no partido que segundo a sua consciência melhor projecto oferecesse a Almada; mas, nas circunstâncias actuais, temos de pôr de lado o idealismo e há que sermos pragmáticos e, em Almada e em 2009, ser pragmático é votar PS. Para muitos pode não ser o ideal, mas é o possível.
Isto é, se queremos pôr a MES na rua e para que no dia 11 de Outubro à noite não estejamos a lamentarmo-nos por mais uma vez termos de aguentar MES durante mais quatro anos. MES, ou o seu herdeiro, que a ser o putativo herdeiro, é capaz de ser ainda pior que ela.

Carlos Pinto disse...

Meus caros almadenses, apesar de eu viver em Sintra e de no próximo dia 27 de Setembro ir meter o meu voto na urna para Manuela Ferreira Leite, quero dizer-vos que se vivesse em Almada votaria no PS-Paulo Pedroso no próximo dia 11 de Outubro.

E não por ser um mal menor, mas por ser um bem maior.

Tenho acompanhado nos últimos meses o sério esforço que a candidatura está a fazer para construir uma alternativa de qualidade à actual gestão da CDU.

Foram organizadas dezenas de sessões públicas em todas as freguesias para apresentar propostas e ouvir sugestões para o programa de governo local.

Só para vos dar um exemplo que conheço de perto. Se lerem os programas das outras candidaturas não vão encontrar uma única medida concreta para a reconversão das AUGI (áreas urbanas de génese ilegal), sendo certo que este é um dos principais problemas urbanísticos de Almada, que atinge de forma directa 20% do seu território e de forma indirecta 40%.

Pois a candidatura PS-Paulo Pedroso não só fez uma sessão pública para discutir este assunto, como apresentará durante a campanha eleitoral um plano concreto e detalhado para acelerar a reconversão das AUGI. Estejam atentos, se tiverem interesse no tema.

Consultem o sitio da campanha e os blogues associados e leiam as propostas da candidatura e verão que ninguém vai precisar de olhar para o lado quando fizer a cruz no PS-Paulo Pedroso.

Porque é Almada que está em jogo.

Anónimo disse...

Almada está não só em jogo como corre sério perigo de se tornar o único concelho de Portugal a ultrapassar com uma ditadura comunista o record de permanência na cadeira do poder detido por Salazar.

Anónimo disse...

os cartazes da minha rua da cdu foram vandalizados por pessoas. as pessoas estão a achar demais colocarem em tudo o que é poste e arvore cartazes entãoi vixinhos meus arrancaram-nos

Al-Ma'dan disse...

Caro anónimo de Sexta-feira, Setembro 25, 2009 12:19:00 PM,
Salazar esteve no poder, salvo erro entre 1928 e 1968, isto é, 40 anos. Estes já levam 35, mas Deus não permita que cheguem aos 40 de Salazar.
De resto, as semelhanças entre eles, são mais que evidentes.
Aliás, as duas figuras do século XX português mais semelhantes, apesar de se colocarem em posições diametralmente opostas do espectro político, foram Salazar e Cunhal.
MES é uma espécie de Cunhal de saias, mas de dimensão bem menor.
Anónimo de Sexta-feira, Setembro 25, 2009 12:19:00 PM,
A CDU é a única força que coloca esses pendentes por tudo quanto é lado: não há candeeiro ou árvores que não leve com eles. Mas isso só se passa em Almada e demais concelhos onde a CDU se sente como se estivesse numa coutada particular.
Pergunto: após as eleições quem é que os vai retirar ?

Salvo Seja disse...

É provável que algumas pessoas vandalizem os cartazes.
O mal está no facto de terem sido colocados em locais que não oferecem segurança aos peões.
Há regras. Cumpram-se.
CDU e BE estão a colocar cartazes em sítios que até podem ser considerados estratégicos quanto ao local mas que não cumprem a lei.
Fico espantado que que defende o cumprimento das leis, faça exactamente o contrário.

Anónimo disse...

Com a a falsa gentinha CDU PCP da Maria Emília e caciques devemos ter um olho no burro e outro neles

Anónimo disse...

No tempo de Salazar o voto não era universal. Todos os inscritos na União Nacional estavam inscritos e salvo erro a maioria dos funcionários públicos também.Talvez alguns não fossem inscritos mesmo que não afastados da função pública.
Isso faz muito a diferença.
Hoje não há chapeladas nas mesas de voto embora possa haver um voto ou outro que escape ao respeito da vontade do eleitor e favorecendo as forças dominantes nos diversos locais. Apenas imperfeições normais de um ou outro mal formado.
Não há pois comparações.
A Srª. só lá fica enquanto os eleitores quiserem.
Se os partidos se comportam como novos ricos esbanjando e depois exigindo que os eleitores e militantes paguem a conta, compete-nos fazermos o juízo certo e votar em consciência.

Acho indecente que os partidos exijam a quem trabalha para a comunidade e pressionem para que todo o produto do trabalho vá para o partido em nome de uma causa.
O trabalho tem valor e só deve dar ao partido o que cada um entende e de forma livre e legal (transferência bancária).
Os partidos que têm esta prática qualquer dia não têm os melhores mas os que não se importam de trabalhar de borla e continuarem pobres.
No fim alguns certamente ficarão a ganhar mas as massas ficarão mais empobrecidas.
Só falta a seguir vir o ministério das finanças cobrar os impostos daquilo que nalguns casos é ilegalmente transferido directamente para as contas dos partidos.
Concidadãos sejam militantes mas não sejam parvos.
Façam como o Filipão sejam nacionalistas, clubistas ou o que quiserem mas não sejam parvos.
Se se descuidam acordam com uma mão atrás e outra à frente ou como dizia o HOMEM EUROPA de tanga.
Queremos partos ricos e cidadãos pobres ou o inverso?

Os partidos que gastam muito melhor fora que parte do que gastam na propaganda fosse gasto a favor de quem precisa e do melhoramento do bens da comunidade
(ruas, limpeza, edifícios.)

Anónimo disse...

Sobre os cartazes da CDu também convémlembrar que a campanha foi meia paga pela Câmara, já que há meses que a czarina nos entupia os olhos com aquelas frases bacocas de quem não tem obra, apenas palavras.

Depois vieram os bandeirolas e as faixas tão profusamente colocadas que cheguei a ter medo de um dia acordar e ter uma na minha cozinha!

Agora são os outdoors em que a czarina e seu mandante parecem os padrinhos do casamento.

O casamento é sem dúvida entre todos os que comeram do orçamento camarário através de benesses e doações e estão neste caso a Igreja, os clubes, as Associações e mesmo os vaidosos do costume que talvez não recebam "massa",mas recebem convites para os palanques da dita, com frases tontas para os apresentar, já que obra, não consta.

Anónimo disse...

"Padrinhos do casamento"
bem apanhada.
Ao José Maia fica-lhe bem o título. É um grande e reputado padrinho no pantano mal cheiroso de Almada.
Dupla cinzento escuro.