domingo, setembro 23, 2007

Almada Welcome - "The Place for Culture and Knowledge"

Em... Almada, quem vê este painel no morro de Cacilhas e não conhece a realidade é capaz de pensar que a Cultura e o Conhecimento se deslocaram de Coimbra, Oxford, Cambridge e do MIT para ALMADA...pois claro!
Regista-se que na ambição desmedida e incontrolada de querer aparecer forçosamente na ribalta, a CMA deu mais um passo na sua adesão à lingua inglesa, para além da propaganda turística "Almada Turismo mar e muito mais...sea and much more!", embora seja de lamentar a ausência da língua russa, provavelmente consequência ainda de algum trauma.
clique nas fotos para aumentar
A falta de senso e de sentido das naturais limitações, acrescida de alguma dose do ridículo, leva a CMA a colocar Almada no Primeiro Lugar da Propaganda por Imagens Virtuais.
Vemos que o painel está devidamente inserido numa paisagem de espécies arbóreas de médio/pequeno porte, que não sabemos ao longe se é característica de um país mediterrânico ou fruto de repovoamento florestal do país, mas que uma aproximação nos permite verificar ser mistura de espécies vegetais com lixo, própria de região/local muito descuidado em limpeza e conservação de espaços públicos.
O turista que se aproximar vindo de Lisboa nos "cacilheiros" para ler "Almada The Place for Culture and Knowledge", verifica na base do morro em que se encontra o painel, que a "Culture and Knowledge" do "Place" é a Cultura do lixo e, o Conhecimento, o da falta de higiene patente no cheiro desagradável dos imundos recipientes, assim como do lixo que prolifera no meio da vegetação.
Tudo isto após já ter observado uma série de quadros degradantes desde a saída do barco : vendedores ambulantes, autocarros de serviço de transportes públicos com vinte e mais anos de vida, edifícios degradados, lixo a montes junto a contentores e pavimento imundo, parecendo mais um degradado "Kasbah."Este turista não avança mais por estas bandas, regressando urgentemente a Lisboa, cheio de cultura e conhecimento. Para onde vai Almada assim? Esta não é a Almada dos Almadenses!

17 comentários:

Anónimo disse...

Almada deu mais um passo largo e sustentável na sua internacionalização de atracção turística na Cultura e no Conhecimento,graças à visão da CMA, que por certo vai despertar o interesse dos "caçadores" de autarcas excelentes.
Os grandes lobies internacionais disputarão entre si os autarcas.

outro Anónimo disse...

Caro Anónimo, tanto quanto sei, estes autarcas estão na lista dos Pinóquios Políticos, em lugar de grande destaque...
Acho até que o próximo painel vai ser qualquer coisa como: obrigado Almada por nos deixares ser os melhores na mentira e na trapaça!

santos disse...

O ridículo anda à solta no concelho de Almada.
Partilho a opinião do último anónimo.

EMALMADA disse...

Em tempos ouvimos um vereador da CMA dizer no meio de um empolgante palavreado direccionado a determinada assistência, que nunca saira de Almada nem nunca visitara qualquer museu, mas vota no obscurantismo militante, que o "museu da cidade" era um dos melhores do mundo.
Palavra do "senhor vereador"!

Sotnas disse...

É verdade,
A CMAlmada está cada vez mais "louca", esquizofrénica e cada vez mais alheada da realidade. Numa pessoa estes comportamentos classificam-se desta forma. Quando acontece numa estrutura, poder-se-á denominar alucinação colectiva.
Para além do mais é uma grande falta de vergonha e falta de respeito pelos 170.000 munícipes.

Sotnas

Ponto Verde disse...

É a velha tática do faz de conta, a velha história de que uma mentira mil vezes dita se transforma em verdade.

Mas o comum dos mortais aceita e até pensa que é verdade, se resulta na Coreia do Norte, porque não há-de resultar na margem sul ?

Que bom que os comunistas aplicassem na prática o que não passa de retórica e teoria.

farto de demagogia disse...

Esse painél publicitário está muito bem enquadrado.

Mas será que a cegueira atingiu os autarcas da minha terra?

Começa a ser demasiado ridículo.

EMALMADA disse...

Ridículo é pouco.
É demasiada parvoeira junta, reflexo de muita indignidade para gerir Almada, que deixa comprometidos os almadenses perante o país e a comunidade mundial.
Passa a ser um insulto aos centros de cultura, conhecimento e inovação mundialmente credenciados
Afinal estes autarcas não são nossos patrões, nem os almadenses lhes passaram qualquer procuração para abusarem desta maneira da população.

farto de demagogia disse...

Oh emalmada
O sr Matos de vez em quando, para não dizer quase sempre, passa-se dos carretos. E diz coisas que não passam pela cabeça de ninguém. Só na dele.

outro Anónimo disse...

Estes cartazes resultam da campanha publicitária que a CMA encomendou ( e está a pagar!)a uma empresa de publicitarios que estava a fazer na altura, a campanha eleitoral de um partido político que perdeu as eleições autárquicas em Almada...
Percebe-se?
E está dentro dos padrões que eles seguem!!!!
Muito megalómanos, estes criativos quando se juntam aos demagogos!

anónimo disse...

Há pessoas que sabem muito destas coisas. Certamente a CMA está agora a pagar o "bom" trabalho que essa empresa fez a esse partido, dando uma mãozinha à CMA/CDU nas eleições auárquicas.
Lembram-se dos belos "outdoors" que essas empresa apresentou desse partido?
Pois é, isso não terá sido por acaso.

Hermínio disse...

O anónimo e o "outro anónimo" estão bem informados. Um boletim municipal informou que ia contratar a empresa que prestou maus serviços a um concorrente nas eleições autárquicas de 2005. Houve de facto na altura da campanha qualquer coisa relacionada com prestação de serviços pela mesma empresa 1º a um vencido e depois ao vencedor.A lógica terá sido: 1º prestamos maus serviços aos vencidos e a seguir vamos trabalhar com os vencedores?
É a lógica do mercado no seu pior: se é legal não me parece ético.
Mas estes senhores continuam a prestar serviços a toda gente.Eu não gosto disso. Será que o fazem sempre com qualidade?
Eu não os quereria ver a saltitar, a vender a uns e a outros o marketing, os cartazes a uns e a outros...Deveria haver pelo menos um período de nojo em que se esquivasse, por vergonha,a servir 1º os que atacam a gestão CDU e depois a estar com ela à mesa sabedora das fraquezas do adversário, a vender-lhe as ideias incorporando todo o seu conhecimento.
É por isso é que o Mourinho este ano não pode treinar nenhum clube inglês depois de deixar o Chelsea.
Se para um publicitário é ético para mim não o é.E a moral da república devia defender-se destes vendedores.
Espero que esses senhores não apareçam ao lado da oposição na próxima campanha eleitoral nem que se ofereçam para trabalhar de borla. É que não há almoços grátis e o contribuinte líquido é que acabará por empobrecer e pagar esses almoços.

EMALMADA disse...

outro anónimo, anónimo e hermínio
Cá para o emalmada é a lógica do "leitão": mama sempre na teta que tem leite.

fernando sousa da pena disse...

Confesso que nunca reparara no cartaz. E fiquei sem palavras. Não fosse tratar-se da minha cidade, servir-me-ia para umas valentes gargalhadas.

O cartaz, o sítio exemplar em que está, o seu lema, a utilização da língua inglesa, tudo isto ultrapassa qualquer vestígio de bom senso. Entre o patológico e a tragicomédia, não sei bem onde situar a coisa.

Mas esta imagem virtual que a CMA tenta impingir não deixa de me recordar a imagem de um ditador caquético de uma ilha miserável que insiste em mostrar ao seu povo e ao mundo uma realidade que só existe no seu discurso.

Lamentável.

Anónimo disse...

o cartaz deve ser um verdadeiro subproduto de uma fase aguda delirante da Presidente da câmara.

EMALMADA disse...

Os almadenses eatão a ser injustamente ridicularizados e humilhados pela CMA.

sotnas disse...

Estou com o último anónimo, a senhora presidente deve estar a sofrer de uma doença mental que se caracteriza por delírio e alucinação. Pena que nenhum dos seus boys tenha a coragem de lhe dizer para se ir tratar. Ou será que a doença é contagiosa e também os boys estão em delírio e alucinação ?
Uma coisa é certa, Almada permanece um concelho de 3.º mundo, gostemos ou não, pois nunca vi nenhum concelho de 1.º mundo com tanto lixo e tanto desleixo.
Sotnas