terça-feira, fevereiro 27, 2007

Feridas de Almada

Em...Almada, a Capela da Ramalha - Capela de S. João Baptista - cujas origens remontam ao Séc. XV (1456),ostenta na sua fachada uma lápide da antiga capela de Santo Antão.
A sua elevação é oriunda do Séc. XVIII. É actualmente propriedade da Câmara Municipal de Almada, assim como a Casa (anexa) da Quinta, talvez há mais de duas dezenas de anos.
O seu estado de conservação é crítico, pois o seu actual proprietário não realizou até à data quaisquer obras de conservação ou restauro, encontrando-se o edifício da Capela presentemente e desde 2002, suportado por dois cabos de aço que o abraçam, a única intervenção em 20 anos da CMA para impedir que a derrocada já tivesse ocorrido.
Apesar disto em 2005 a CMA admitiu o perigo derrocada. Face à inércia da CMA, em Julho de 2005 a comunicação social noticiou um abaixo-assinado de almadenses exigindo à CMA a tomada de medidas para salvaguarda do edifício. Esta Capela faz parte do património cultural e religioso de Almada e da história de suas gentes. A CMA apresentou em Setembro de 2006 um plano para requalificação da Capela e zona envolvente, plano esse que mereceu criticas de residentes em reunião de apresentação do mesmo. Essas críticas não tiveram qualquer efeito, porque a Presidente da Câmara quando se apercebeu que o seu projecto estava sendo objecto de contestação por residentes da zona, deu o debate por encerrado, terminando a mesma com uma sua retórica intervenção redundante. Veja-se o actual estado exterior de conservação da Capela e edifícios anexos também propriedade da CMA :
Assim se cuidou democraticamente deste Património da Cidade localizado numa zona arqueológica que a Revista Almadan no seu nº 4 maio/novembro 84, já escrevia "Ramalha- zona arqueológica em perigo!
O que fez a CMA para preservar esta zona ?
Muita pirotecnia e demagogia, conjugadas com uma visão limitada do que é conservação e preservação do património histórico, desenvolvimento e bem estar das populações.
Optou pelo betão!

8 comentários:

Papoila disse...

E eu que vejo este suposto monumento todos os dias...basta ir à janela...

Bons Posts

Reporter disse...

Esta obra da história é esquecida pela autarquia. Propositadamente.
Mas garanto que se a mesma, a obra, estivesse na freguesia da Cova da Piedade, onde Padre Ricardo e os seus comparsas destilam sorrisos e cinismo, outro galo cantaria.
Uma vez por ano dali sai e ali regressa a procissão, vista e acompanhada por centenas que... não dão votos.
Faço-me entender?

Anónimo disse...

Não estou nada de acordo com o "repórter" porque tanto quanto sei, aquele terreno à volta da Capela já foi doado ao mesmo padre ricardo para ali ter mais uma "obrinha".
Mas agora aguarda pelos "subsílios" do estado, pois o padre a sua ajudante não gastam nada do seu peculiozinho... esperam sempre as doações da câmara e do estado!

emalmada disse...

É verdade.A apregoada "recuperação" da Capela pela CMA/Maria Emília Sousa, vai ser feita numa associação CMA/Padre Ricardo (Cova da Piedade) como anunciado em Set2005, certamente com subsídios que de algum lado virão.O terreno envolvente vai ser rentabilizado com um Centro Social/Obra de betão, a envolver a Capela. À CMA custar-lhe-ia muito restaurar a Capela mantendo o terreno em redor requalificado. Por isso achou melhor entrega-lo para mais uma edificação com a benção do costume.
A CMA "livra-se" da Capela e aprova mais uma construção que até foi contestada por moradores.
"Dois em Um", imposto com o usual autismo desta Câmara.

Reporter disse...

Foi doado em 2005. E a obra? O trabalho palpável. Onde estão?

Registe-se esta bênção de Pe. Ricardo, com o acordo da CMA.
Foram doadas à paróquia algumas vivendas do Bairro da Nossa Senhora da Piedade.
Delas se fez negócio. Uma delas, falo apenas duma delas, da doação se fez... 40 mil contos.
Terá sido um milagre?

E agora vou andando.

Anónimo disse...

Este repórter está um "must"... até já tem logotipo!
Será que também tem um blog?

Anónimo disse...

Já tenho um blog e há muito tempo.
So sua excelência, o anonymous, quiser dar uma olhadela, pode clicar e ver o novo.
Cumprimentos

Ah! E obrigado pelo elogio.
Admitindo que era sincero :)

Anónimo disse...

Olá, Reporter!Não querendo transformar este espaço numa sala de conversa assistida(!), confesso que fui procurar o seu blog e... nada!
Deixe endereço, estou interessada em ver os seus "posts".
xau!