sexta-feira, agosto 21, 2009

Esta é a democracia da CMA e do PCP

Em...Almada, a democracia da Câmara Municipal de Almada (CMA), instrumento do PCP, é lesiva dos interesses do concelho e da população. É uma democracia encapotada ao estilo fascista, de cariz social-fascista/stalinista. Os comerciantes de Almada fartos de serem sucessivamente enganados pelos sorrisos falsos e conversas mansas da "dona, do vereador da pseudocultura e do vereador da imobilidade, na sequência dos protestos que vêm fazendo, perante a agonia da vida socioeconómica no centro de Almada, decidiram colocar um painel publicitário na Rotunda do Centro Sul, na Cova da Piedade, denunciando a morte do espaço público em Almada e da sua actividade, pela ausência de pessoas na cidade, consequência das mortíferas obras de requalificação urbana e da introdução das linhas férreas do MST no eixo central, que liquidaram definitivamente Almada se nada for feito para reverter a situação.
Os comerciantes pediram o licenciamento à CMA para a afixação do painel, cumprindo procedimentos, mas a mesma não deu despacho ao mesmo porque o cartaz era adverso aos seus interesses social-fascistas e colocava em causa a sua má gestão da cidade.
clique nas imagens para aumentar e ler

A CMA não gosta que as suas atrocidades democráticas, aliás, social-fascistas, sejam denunciadas e como sempre o faz, actuou com meios próprios mandando seus funcionários retirar pidescamente o painel.

O mesmo já ocorrera há uns meses atrás quando os comerciantes da Rua Capitão Leitão colocaram uma faixa na rua dizendo " PRECISAM-SE CLIENTES". Veja aqui:

http://emalmada.blogspot.com/2009/02/as-amplas-liberdades-exercidas-pela-cma.html.

(in Jornal de Notícias 210809)

O Painel afixado e que a Câmara Municipal de Almada mandou "democraticamente" retirar, era este :

Se o painel dissesse que a falta de pessoas em Almada e de clientes no comércio era devido ao Governo PS e à "crise" do sistema capitalista, de que a CMA se aproveita, a própria CMA aplaudiria e até apoiaria (anonimamente) e nem sequer levantaria problemas artificiais de falta de licenciamentos.
Esta é a"democracia" que temos e vivemos em Almada há 35 anos, agravada nos últimos 23.
É urgente restaurar a democracia no concelho de Almada. Os almadenses e a população de Almada não podem continuar a sustentar esta gente e a serem vítimas de algozes dos princípios e regras da democracia. Esta gente mostrou os seus dentes.Fá-lo com frequência abusando dos brandos costumes do povo.
Em 11 de Outubro é preciso votar.É preciso que os eleitores não se abstenham. Em 11 de Outubro vamos votar pela restauração da democracia no concelho de Almada. Em 11 de Outubro vamos acabar democraticamente (votando, não na CDU/PCP) com o social-fascismo e seus agentes stalinistas no nosso concelho.
11 de OUTUBRO de 2009 DIA da LIBERDADE para ALMADA
EMALMADA agradece a colaboração de cidadão

15 comentários:

Anónimo disse...

DIA 11 DE OUTUBRO SOCIALFASCISMO NUNCA MAIS!

Al-Ma'dan disse...

Está em cena a CMAlmada no seu melhor.

Al-Ma'dan disse...

Já agora pergunto: será que aqueles cartazes do PCP/CDU encostados por aí aos candeeiros de iluminação pública estão todos devidamente licenciados ?

Anónimo disse...

Esses cartazes do PCP são da casa.
A Maria Emilia identifica os interesses de Almada com os interesses da sua camarilha e do PCP.
Na sua mioleira o que é bom para o PCP é bom para Almada.
O que é PCP é bom para Almada.

É a exteriorização de um défice.

Presidente em Part Time disse...

Só não me espanto com estas coisas porque conheço perfeitamente Emília e seus pares.
E vou mais longe. Esta senhora nunca disse a ninguém que era democrata.
Ou então mentia e no domingo seguinte ia confessar-se.
Não há pachorra!
Só há uma forma de dar a volta a isto.
Dia 11 de Outubro votar no PS ou no BE para fazer desaparecer o vírus.

Anónimo disse...

Os revisas estão a mostrar a verdadeira face. O que eles são é o que ficou demonstrado nesta acção, o resto são tretas.

Pedro Aleixo disse...

Acho que a CMA já merecia espécie de golpe de estado não sei se as pessoas aguentam toda esta prepotência até dia 11 de Outubro.

Pedro Aleixo disse...

Convido a MES aproveitando ainda estar de férias a passar no centro da cidade da amadora e verá uma cidade com pessoas com vida e com dinâmica. Assim não podera dizer o problema existe em todas as cidades do pais.

Liberdade disse...

Num levantamento realizado este ano pela DAESU (Divisão de Actividades Económicas e Serviços Urbanos) existiam em Almada 400 cartazes afixados sem licenciamento.

Mas foi contra o cartaz da Associação de Comerciantes que se abateu a "autoridade" municipal. Quem se mete com a Presidente MES está lixada... os outros podem ficar que a Câmara tem mais que fazer.

Isto é repressão política contra a democracia e contra a liberdade de expressão em Almada.

lumadian disse...

Em Almada, os únicos cartazes que podem ser expostos são os do PCP, CDU e festa do avante, uma festa onde a grande maioria são jovens com falta de banho que aproveitam para fumar erva livremente.

Já agora, gostava de saber o que a CMA e a Policia de Almada pretendem fazer perante o maior numero de jovens delinquentes que todas as noites se juntam no Jardim de Almada para roubar os mais novos e para fumar erva, onde poucas horas depois as nossas crianças vão brincar.

E para quando o direito ao descanso dos moradores de Almada Velha? Já não é só às sextas e sábados à noite que o barulho persiste até de madrugada, pode ser à terça, à quinta, etc.

Anónimo disse...

Como terá corrido A REUNIÃO DE ONTEM dos comerciantes com Paulo Pedroso?
Alguém sabe alguma coisa?

Se a MES abre o trânsito nas avenidas como justificaria o 2º lugar conquistado no concurso em que Budapeste ficou em primeiro?

A jovial e douta Catarina Freitas o que aconselhará "agenealmente" os comerciantes e os dirigentes autárquicos?
Então e o PSD tem, como Paulo Pedroso, o propósito de abrir o trânsito no dia doze de Outubro caso ganhe ou não pôe essa hipótese?

É minha convicção que o experimentalismo do vereador Gonçalves vai lá para meados de Setembro abrir o trânsito nas avenidas para provar que mesmo assim não haverá a esperada dinamização comercial.

Mais do que comércio é preciso apoiar os empresarios criativos de novos produtos para exportar e reduzir os custos de produção para vender mais ganhando vantagens competitivas.
Com a média de 1 activo para um dependente socialmente, com activos acumulando com reformas como é o caso do PR não vai lá Almada nem vamos lá Portugal.
O destino é perder a capacidade de mais endividamento.
Ao trabalho quem saiba e possa trabalhar.

J.S. Teixeira disse...

Esta é a democracia no PS Seixal.

Samuel Cruz, candidato a Presidente da Câmara Municipal do Seixal pelo PS, utiliza um pseudónimo (HSerejo) para lançar calúnias e ofensas contra o executivo CDU da Câmara Municipal do Seixal. Vejam as provas e o desenrolar do processo no blogue, O Flamingo.

Furia do Cajado disse...

Gostaria que colaborasse nesta sondagem sobre "Anonimato na blogoesfera"
http://furiadocajado.blogspot.com/
Obrigado
Roberto Robles

Anónimo disse...

Todos os cartazes podem ser expostos desde que tenham as devidas autorizações para tal.
Esta história do cartaz dos comerciantes está mto mal contada.

Anónimo disse...

Alguem me sebe informar, porque não estão a funcionar os bebedouros que foram postos nas zonas abrangidas pela MST..?Ja vai fazer um ano que foi inaugurado o metro e cadê da água nos bebedouros?ou o que lá está é sá para embelezar e justificar o dinheirinho gasto?