quarta-feira, agosto 20, 2008

Almada Actualizada

Em...Almada, conduzida pela actual gestão autárquica tudo acontece rumo ao futuro.
É a má gestão urbana
É a sujidade das ruas, passeio e edifícios
É o lixo amontoado junto aos depósitos
É o seu mau aspecto de aglomerado populacional abandonado
É o seu actual estado de abandono pelas pessoas devido à desorganização reinante
São as dificuldades dos bombeiros em circularem com as viaturas de socorro
São as alterações inopinadas de circulação viária
São os edifícios degradados
São as paredes grafitadas
É a Câmara Municipal que maltrata os almadenses
É a insegurança instalada na via pública de dia e noite
São os assaltos diários
....tudo isto e muito mais de degradante acontece nesta pretensa cidade.
Hoje ocorreu mais um assalto.
Desta vez a uma loja na Av. D. Nuno Álvares Pereira, Almada, com quebra de uma das portas em vidro.
Almada um futuro permanente de insegurança.
Depois de denúncias da sujidade que alastra pelas ruas e avenidas, hoje vimos uma ágil brigada de limpeza municipal, compatível com a função, constituída por duas pessoas, em movimento numa rua Almada. Temos uma oposição de silêncio e contemplação das ocorrências, também a cuidar do futuro e a olhar para o futuro de Almada. Futuro?

12 comentários:

Anónimo disse...

É o resultado de ter á frente do concelho incompetentes que tudo facilitam para não perturbar o seu eleitorado.Brandos costumes.
Estamos todos a pagar esta bagunça, os que têm e os que não têm.
São as amplas liberdades com sacrifício de pessoas e dos seus bens.

Anónimo disse...

O caso da Matilde infelizmente nesta cidade não e o unico caso cada semana temos em Almada um ou dois casos de lojas assaltadas incluso foi assaltado o tribulal de Almada não podemos esquecer que vivemos no lado segundo a C D U tudo isto e´este e o progresso que nos impõe a MES.

Anónimo disse...

Exacto, até é a Câmara que manda na Policia e tudo..
Para falar mal seja do que for basta abrir a boca, com razão ou, maioritariamente, sem ela..
Quando chover muito ou fizer muito calor a culpa também é obviamente da Câmara..

zé povinho disse...

Há um Conselho Municipal de segurança.
Mentira?
Quem preside a esse Conselho e tem vindo a dizer que o concelho (o de Almada, até é um concelho seguro e que o número de participações de ocorrências à PSP feitas por cidadãos diminuiu?
Não é o presidente da Assembleia Municipal?
Quem nomeia os membros do Conselho Municipal de Segurança?
É verdade que quando um cidadão se dirige a fazer uma participação à PSP, chega a ser desmotivado a fazê-lo.

Anónimo disse...

Ainda não vi melhoras na limpeza das nossas ruas e passeios públicos.

Anónimo disse...

Mais...
Quando um grupo de cidadãos, em tempos, se dirigiu ao Comissário da Polícia, para tratar de assuntos do MST e dos atropelos de estavam a ser vítimas na zona da sua residência (ex-RLM), este só os recebeu depois de ter ido ao "beija mão" da Câmara Municipal de Almada, para "afinar" a mensagem que iria transmitir aos cidadãos que procuravam o seu apoio para defesa dos seus legítimos interesses...
A CMA manda ou não manda na PSP?
Claro que sim. Terá sempre de "colher" os frutos resultantes dos serviços que presta e dos bens que fornece à corporação (entre outros, combustíveis, segundo dizem algumas fontes melhor informadas)...

Anónimo disse...

O acérrimo defensor da classe operária que está no poder há 30 anos (anónimo das 10:32:00 PM), já marcou o ponto.
E para não variar saíu-se com uma de quem aqui vem só para desculpabilizar o indesculpável.

Zé Broncas

Anónimo disse...

Como é evidente nesta cidade ninguem têm reponsabilidades a culpa sempre têm que ser de outro.

Anónimo disse...

Bons días,

Sou um cidadão francês e arquitecto que estive em Lisboa ha 25 anos e fui a Almada por acaso, gostei muito e voltei mais tres dias nessas férias, fiquei enamorado pelas suas gentes, ruas, cafes e esplanadas cheias de vida e animação, limpeza da cidade, suas lojas, do mercado municipal, etc

Depois deste tempo, ja casado e com filhos, decidi voltar com amigos para disfrutar esta cidade e ... que decepção !!!

Encontra-mos uma vila que retrocedeu no tempo, suas gentes tristes, envelhecidas ( não se ve juventude) com ar de miséria, suas lojas fechadas, feia, suja, suja, suja, cinzenta, sem jardins,nem arvóres, nem verde,com edificios sujos e degradados, desorganizada, caótica,dificil de andar com
com crianças, com passeios perigosos para os peoês por causa dos seus buracos, anarquica, com carros nos passeios. Ficamos com a sensação de que tudo é de cimento, com muitos graffitis, as ruas a cheirar a mijo. Nota-se que é uma cidade não pensada para a felicidade dos seus residentes, uma cidade sem alma, não sabemos por quem é governada e com um povo que não percebemos como permitiu isto acontecer.

Jurámos que nunca mais voltaríamos, e no regresar a Pau, falaríamos com nossos amigos que em caso de iren a Lisboa, para nunca atravessarem o estuário.

Decidimos ir a Caparica e... sem comentários, nem saimos do carro, fizemos meia volta e voltámos a Lisboa com uma enorme sensação de tristeza.

Procurei um blog e encontrei este.

Peço desculpa por algum erro.

Obrigado.

Anónimo disse...

Esta última mensagem é bem a imagem do que Almada era e é na actualidade. Obrigado CDU e todos os que votaram nestes "nossos" governantes.

fernando sousa da pena disse...

A Câmara Municipal tem óbvias responsabilidades na preocupante perda de segurança no concelho. Como negá-lo?

Não me vou alargar na apreciação à Rousseau dos fenómenos de marginalidade com que a esquerda vai desculpabilizando os transgressores. Nem no habitual epíteto de fascista que reserva a quem entende que a protecção dos cidadãos é um valor fundamental. Nem nos inenarráveis relatórios de segurança municipal, aprovados em regra pela acomodada maioria BE-PCP-PS-PSD.

Quero antes chamar a atenção para dois factos. Primeiramente, para o laxismo com que se trata os pequenos delitos. Depois, para a estratégia de betão e negligência do espaço público.

Temos, assim, uma cidade de construção densa, ruas e zonas verdes muito sujas e descuidadas, mobiliário urbano vandalizado, graffiti pelas paredes, dejectos de cães (e humanos...), pragas de pombos, ecopontos monstruosos e transbordantes, passeios escavacados, planeamento irracional, sem harmonia entre espaço natural e edificado, com soluções (quando as há) obsoletas.

A população, sem espaço público acolhedor, é empurrada para os centros comerciais e deixa aquele à mercê dos criminosos.

O estado decadente em que está Almada deveria deixar envergonhado qualquer um com responsabilidades na gestão do município.

Anónimo disse...

Venho demostrar a minha indiganação sobre os serviços de limpeza. Moro em Almada há bastantes anos e cada vez é mais desprezivel o que vejo....
Na zona onde moro, muitas das vezes vejo as funcionárias da limpeza das ruas de manhã, a passear nas ruas e a falar sobre a vida dos outros.
Sinceramente, estou-me nas tintas para o que falam, mas ela têm uma função: LIMPAR, o que tal não acontece.
Passam muitas das vezes pelas ruas a conversar, apanham um ou outro papelzito, e existe ruas onde nem isso fazem...

Há algum tempo, que vendo essa situação repetitiva, alertei-as.... Caiu "o carmo e a trindade", então uma delas, foi mal-educada berrando que eu não era chefe dela, se eu estivesse mal que fosse eu fazer. Pedi para não falar-me nesse tom e porque fui educada a bordar o assunto, mas sem sucesso, virou-me as costas e continuou o passeio matinal, berrando, a contestar a minha atitude...

Expressões como "estas gajas têm a mania", "se calhar fazem a m.... e querem que os outros a limpem", "olha limpa as folhas colega senão a outra...", enfim...

Quem vive a Almada já percebe o que quero dizer e já viu estas situções das pseudo-limpezas camararias!

Desculpem o meu desabafo....