domingo, julho 18, 2010

Que mobilidade? QUE DIFICULDADES!

Em...Almada, o Plano de Mobilidade e Acessibilidades da presidente da Câmara Municipal, Maria Emília de Sousa é um redondo fiasco, apesar de toda a propaganda e verborreia que a mesma destila no pasquim municipal e não só, sobre o assunto, apresentando Almada como cidade exemplar para a mobilidade e acessibilidade de cidadãos com dificuldade físicas ou visuais. Uma farsa no verdadeiro sentido da palavra, como as imagens desta reportagem demonstram e quem anda a pé na cidade, mesmo sem incapacidades motoras ou visuais, pode comprovar.

Mais grave, é que depois da catarata de mentiras da presidente e seus boys sobre o assunto, nos Fóruns apelidados de Participação, a oposição, diante dos factos e ocorrências graves, continua em silêncio, não critica, nem sequer revela indignação por os almadenses terem sido enganados pelas mentiras da presidente da Câmara Municipal, a pseudo democrata Maria Emilia de Sousa.

Até a "pedagógica" ECALMA estaciona em cima dos passeios para dar bons exemplos!

Precisa-se de oposição actuante e eficaz em Almada, para dignificar o concelho e os almadenses.

15 comentários:

Anónimo disse...

Em Almada aplicou-se não um plano de Mobilidade, mas sim um Plano de IMOBILIDADE.
A criação de condições que desse resposta à circulação de deficientes de mobilidade reduzida, carros de bébé, ou idosos, após uma pseuda requalificação, é zero.
Quanto à circulação automóvel, o que se vê é um perfeito disparate. Prejudicou-se a fluidez de trânsito e o sossego de zonas residenciais, apenas para se propagandear uma falsa zona pedonal, normalmente deserta.
Haja vergonha, coisa que este executivo há muito tempo perdeu.
Ao menos poupassem-nos à sua propaganda, feita, aliás, com a cumplicidade da oposição.

Rodrigo disse...

A czarina Emília e os comunas são excessivamente limitados em intelecto para terem respeito pela condição humana.

Anónimo disse...

http://partidopopularalmada.blogspot.com/2010/07/camara-municipal-de-almada-atitudes.html

Se não forem estes...

Fernando Sousa da Pena disse...

Câmara de Almada não cumpre decisão do Tribunal e incorre em crime de desobediência qualificada. Será que a Presidente Maria Emília é tão tirana que se julga acima da lei? Como cidadão de Almada tenho vergonha de ser governado por gente assim.

Mais em http://almadaxxi.blogspot.com/2010/07/sera-almada-um-enclave-norte-coreano-em.html

Anónimo disse...

Prof. Fernando da Pena. Gostam de apelidar de fascista o CDs. Mas estes senhores são do pior que já vi. Para mim os fascistas estão perdoados depois de conhecer esta corja

Anónimo disse...

Também é grave a Maria Emília, o Maia e a Câmara comunista receberem e terem apoio de facto ou disfarçado do Partido Socialista, do Partido Social Democrata e do Bloco de Esquerda para fazerem as patifarias que fazem a Almada e aos munícipes.

Inês (JSD Almada) disse...

O PSD Almada na passada assembleia municipal (como esta no post) apresentou uma moção para acabar com a empresa municipal Ecalma. Objectivo esse já expresso durante a campanha autarquica e que era uma das bandeiras do PSD. Engraçado foi depois da apresentação da moçao. O lider da bancada do BE disse logo que iria votar contra em conjunto com a CDU, mas o lider da bancada do PS assumiu que se algo está bem feito, mesmo que seja de outro partido tem de ser votado a favor. E assim pensamos que iria ser. Enganamo-nos! Chegou a altura de votar e o PS vota contra em conjunto com a CDU e com o BE. Os únicos votos a favor foram do PSD e do CDS! Agora o PS alega que isto tem de ser debatido e por isso querem marcar uma nova ass. municipal extraordinária para se debater a Ecalma! Quando o partido não se entende dentro de casa acontecem estas coisas e para se fugir à responsabilidade dos seus actos mete-se paninhos quentes para tentar esconder o erro! Não são os partidos da oposição que não se entendem, alguns apenas andam no mesmo barco que a CMA e outros sabem o que querem para a nossa cidade! Obrigada!

Isto é uma vergonha! disse...

É engraçado que se ache que o CDS é que é a solução, mas este fala de assuntos que não faz ideia se está certo ou não! Comete erros que não saem para fora. Erros esses que podem comprometer muita coisa em Almada. Como por exemplo foi a intervenção do Sr. Pena sobre as terras da Costa! Falou daquilo que não fazia ideia e enganou-se! Disse enganos e pouco fez para se informar daquilo que realmente se passava para depois poder agir em prol dos almadenses! Isto é uma vergonha! Tomem mais atenção a este partido antes de o bajolarem!!

Inês (JSD Almada) disse...

No meu comentário anterior esqueci-me de colocar o URL da JSD Almada, onde se podem aperceber que oposição é coisa que não nos fartamos de fazer! Obrigada!

http://jsdalmada.blogs.sapo.pt/

Anónimo disse...

Em relação á mobilidade a reportagem esqueceu-se de dizer como é que atravessaram a linha de comboio que corta literalmente Almada ao meio. Só com ajuda de terceiros é que é possivel, mas a reportagem não focou esse aspecto que considero importante.
Quanto ao mandato da senhora, ainda pensei que com o BE a tirar a maioria absoluta poderia mudar alguma coisa, mas logo na primeira oportunidade de mostrar de que lado estava...votou ao lado da senhora.
Assim já sabemos com o que contamos...

Anónimo disse...

Da senhora ???

A Emilia e uma senhora ???

Não acredito

Anónimo disse...

Sr. "Isto é uma vergonha", Vergonha é o Sr. que deve ser mais uma "cabeça de gado" caquético como maior parte daquelas que se sentam na bancada municipal da CDU que mais não passam de um "rebanho" que levantam a mão para votar as imposições que os três iluminados da mesa da frente lhes mandam.
Vergonha é o que o Sr. e a sua presidente que é uma mentirosa.
Contaram-me que vergonha foi o que a sua presidente fez ontem no conselho de câmara às pessoas que lhe faziam perguntas.
Mal educada e com falta de educação.

Fernando Sousa da Pena disse...

Hesitei se havia de responder à repetição do argumento da Presidente da Câmara que, mais uma vez, não deu qualquer resposta aos FACTOS ficando por mentiras disfarçadas de indignação.

Quando se escreve «Falou daquilo que não fazia ideia e enganou-se! Disse enganos e pouco fez para se informar daquilo que realmente se passava para depois poder agir em prol dos almadenses!» ou é por ignorância ou por má-fé.

Para que se saiba, a minha intervenção foi EXCLUSIVAMENTE baseada na sentença do tribunal de Almada, que acusou a Câmara de esbulho violento e de ter procedido sem qualquer legalidade.

Também para que se saiba, tenho, naturalmente, uma cópia da sentença em meu poder.

disse...

Uma pergunta para a Inês (JSD):
Como é que o PSD explica ter viabilizado o Plano de Actividades da Ecalma, na sessão de Câmara do passado dia 21 de Julho?

Anónimo disse...

São todos iguais, quando se trata de dar a mão à madrinha, ali vão eles a correr...
O mais engraçado é que foram militantes do PSD a protagonizar a oposição à Ecalma ( e muito bem)...e agora toca a meter a viola no saco porque a madrinha fez uma negociata com algum chefão...