sexta-feira, maio 04, 2012

Indecentes abusos dos autarcas eleitos

Em...Almada, a Câmara Municipal das "boas contas" dá sucessivos tiros nos pés.
A Presidente tem propalado aos quatro ventos as suas superiores qualidades na gestão do município o que lhe tem permitido esbanjar verbas  do município, (algumas perdeu-se-lhe o rasto - caso dos 300.000€ à "sua" Academia Almadense gerida por amigos)  a colectividades e associações e, muitas das quais camuflam  ajudas  a células de correligionários partidários.

Aqui não há "crise". O dinheiro vai aparecendo e chegando, mas, para garantir a segurança pública de pessoas ou estruturas  municipais, o dinheiro escasseia. Almada viu-se com menos horas de iluminação pública quer ao início da noite ou antes de o Sol nascer e o sempre inacabado Parque da Paz ficou sem vigilância.
Há que cortar na despesa para garantir apoio aos amigos e células do partido no apelidado e gasto associativismo popular.

cena da falta de iluminação pública em Almada por corte na despesa municipal
video

- A boa gestão dos dinheiros do município é feita com tal rigor que os almadenses andam a pagar mais em taxas e tarifas na factura de água dos SMAS do que a despesa no consumo do precioso líquido, para  os SMAS (Serviços Municipalizados de Água e Saneamento) subsidiarem o PCP através de publicidade paga (980 Euros) em folhetos da festa do Avante.
- A boa gestão dos dinheiros do município é feita com tão apurado rigor que até a deficitária empresa municipal ECALMA, também subsidia o PCP através de publicidade paga (980 Euros) nos folhetos da festa do Avante.




Só nestes dois casos que se conhecem, a isenta e idónea presidente e o seu executivo transferiram para o partido deles, o Partido Comunista, 1.960 Euros que sacaram do bolso dos almadenses.

Gente bem formada, honesta, idónea e defensora de princípios éticos na política, também se  encontra no executivo da Câmara Municipal de Almada. São aliás pessoas insuspeitas e de grande rigor na gestão da coisa pública, pessoas que não fazem  baixa política, como diz a presidente.

Usar dinheiro nosso, de todos os almadenses, para financiar uma festa partidária, do PCP, o partido deles ou qualquer outro é a demonstração de que essas pessoas estão no lugar errado. São pessoas que não dão garantias de usarem honestamente o nosso dinheiro.

Isto é capaz de ser também um caso de corrupção muito grave!
E a oposição fica-se com a denúncia só na Assembleia Municipal?
Por que não denuncia o caso publicamente com um comunicado à população?
Tem medo de represálias ou vingança da presidente ou há telhados de cristal?
A Casa da Democracia não é a Assembleia.
A Casa da Democracia é o espaço público onde o povo e as pessoas se encontram.
Isto porque os eleitos já não representam os eleitores, mas interesses partidários e/ou pessoais e também de sobrevivência política e emprego.

A Assembleia  é um mero local onde os eleitos votam  acordos feitos (muitas vezes) na rectaguarda.

EMALMADA agradece a colaboração de cidadã

8 comentários:

soliveira disse...

Provedor de Justiça avisa Câmaras.

O provedor de justiça concluiu que as Câmaras Municipais podem fiscalizar o estacionamento mas que a instrução dos processos de contra-ordenação aos infractores compete à Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).
De acordo com uma recomendação enviada à Associação Nacional dos Municipios Portugueses, os agentes de autoridade, (e das autarquias), podem fiscalizar o cumprimento de normas do Código da Estrada, nomeadamente a paragem em zonas de estacionamento com parquímetros e o pagamento das taxas, lavrando autos para situações de infracção.No entanto, salienta Alfredo José de Sousa, a instrução do processo e aplicação de coimas compete a ANSR, à qual devem ser remetidas as infracções registadas. A iniciativa do provedor resultou de uma queixa contra a Câmara de Vizela, por aplicar coimas com base no regulamento municipal de estacionamento. A autarquia acabou por acatar a posição da Provedoria de Justiça, que recomendou o arquivamento de todas as contra-ordenações pendentes emitidas pela câmara.

soliveira disse...

Devería ter informado que a noticia acima, pode ser lida no Público de 09/05/2012 na página 30

Anónimo disse...

E uma pergunta que ponho e no caso de um reboque do veiculo tambem é ilegal?

soliveira disse...

No caso do reboque, a dúvida é pertinente; no entanto podemos esclarecer pelo menos um ponto.
O serviço do reboque tem um custo separado da coima, se no caso da coima estamos esclarecidos, na dúvida só nos podem exigir o pagamento do reboque e mesmo neste caso devemos sempre fazer a reclamação.
A questão é:
Se não nos quiserem devolver o veículo sem o efectivo pagamento do total, que devemos fazer?
Creio que a solução passa por chamar a PSP. A lei terá então que ser respeitada.

Anónimo disse...

Há ladrões e não é somente no governo. Até quem diz ser comunista rouba os cidadãos através de publicidade paga.
Não é só Isaltino, há também em Almada as Emílias e a oposição que com ela colabora.
Pessoas sem pingo de vergonha. Pessoas desonestas.
Pessoas que mentem aos cidadãos.

No fundo todos xulos do cidadão.
Vamos varrer estes inergúmenos do espectro nacional.

O Povo está indignado com a corja de malfeitores metidos nos partidos políticos.

Anónimo disse...

Estes são da mesma estirpe daqueles que vêm governando Portugal. GOVERNAM-SE!

E o Salazar é que era fascista!

Que cambada de desonestos. Não têm vergonha de se abotoarem com dinheiro dos contribuintes para apoiarem o PCP

Olha que democratas!
Com democratas destes não é de ter medo dos que apelidam de reaccionários e fascistas.

Bolota disse...

Quantos submarinos cabem aqui???

Tenham vergonha

Anónimo disse...

Desculpar os abusos considerados pequenos como estes dos autarcas por haver abusos maiores como o dos submarinos, não tem nenhuma coerência.
São ambos abusos!
É ter comportamento de criança de escola primária,"tu fizeste pior que eu".
Sejamos claros, abuso é abuso, é indesculpável.
Esta gentinha nunca mais aprende!