quarta-feira, fevereiro 10, 2010

A "Nova Imagem" de Almada

Em...Almada, o comércio local está em profunda crise, criada não pela denominada "crise económica" internacional, mas pelas erradas opções urbanas da Câmara Municipal que levaram à morte da vida pública no centro da cidade e zonas próximas, ao despovoamento de ruas e avenidas, à perda de atracção dos almadenses pela sua terra.
Esta imagem e outras de FECHADO ou VENDE-SE são frequentes em montras de muitos ex-estabelecimentos comerciais.
Não são só os estabelecimentos comerciais que estão em TRESPASSE por falta de clientes.
A cidade de Almada está sem pessoas, sem movimento, sem vida, sem juventude.
Almada é um deserto urbano. Viver em Almada e viver Almada é cada vez mais difícil.
Almada está degradada, triste e moribunda, abandonada pelos almadenses, pelas pessoas.
Almada está em situação de rotura sócio-comunitária provocada pelos mesmos agentes que liquidaram o comércio local - os autarcas que fizeram o disparate de colocar uma via férrea dupla no meio do principal eixo viário da cidade, autarcas que desprezaram e desprezam os almadenses, autarcas que tomam Almada por sua coutada política.
Interesses privados, compromissos partidários e a subjugação de alguns militantes políticos à vontade das cúpulas partidárias, desprezando Almada e os almadenses, levaram a colaboração cúmplice num projecto ruinoso, destruidor de Almada - o Metro Sul do Tejo - tal qual está.
É PRECISO LIBERTAR ALMADA, SALVÁ-LA DA AGONIA EM QUE SE ENCONTRA. EMALMADA agradece a colaboração de cidadão

16 comentários:

Anónimo disse...

Que vergonha, e que desleixo, a avenida principal de Almada está à noite há dois meses já, que não funcionam oscandeeiros.

Esta Câmara não funciona.

Anónimo disse...

Não é só a Avenida que está às escuras. Almada há muitos anos está mergulhada na escuridão devido à opacidade mental de oportunistas mascarados de comunistas para ludibriarem os pobres e alimentarem a miséria institucional no concelhoque lhes dá votos.
Estes comunistas precisam de ter os seus pobres e mantê-los, os seus carenciados, os seus pedintes, os seus de mão estendida à benevolência do "partido dos trabalhadores" o pcp.
A Câmara também é uma escuridão em ideias.

eye of a tiger disse...

E para quando o "TRESPASSA-SE" nos autarcas camarários e algumas chefias?

Anónimo disse...

Já muito que a Alma dos Almadense está escura, toda a gente vê o que está mal ( a falta de movimento) a CMA está cega. Minha Senhora Presidente abra o espaço canal dê liberdade aos automobilstas com uma velocidade muito reduzida e verá o que muda. Vir a Almada é entrar na escuridão como a alma dos comerciantes e de todos os Almadenses e das suas familias o sentem. Vá lá minha Senhora. pedir por amor de Deus o que todos pedimos a Senhora Presidente gosta disso.?... A democracia não chega a tanto certamente.

Anónimo disse...

O pior disto é que Almda é uma passagem de nivel sem guarda.
Porque não dar emprego a algumas pessoas e a CMA colocar as senhoras com as bandeirinhas para que o comboio passe sem atropelar os transeuntes e os carros?

Anónimo disse...

mais empregos para chulos que vivem a conta de quem produz?

caparicano disse...

Quem sabe explicar porque desapareceram os candeeiros de iluminação pública que estavam no separador das faixas de rodagem da IC20 (via rápida da Caparica)?

Quem era responsável pela manutenção dos mesmos para que estes cumprissem a função de iluminar?

A erradicação dos candeeiros é uma das etapas da CMAlmada para fomentar o turismo no concelho e na Costa de Caparica ou uma opção para deixar o concelho mais na escuridão?

Anónimo disse...

Um exemplo a seguir em Almada e em Portugal.
Isto aconteceu na América Latina, no Brasil

"VAMOS COMEMORAR
Governador passa a noite na cadeia
11/02/2010 - 13:35 - Horário Pernambuco
DO BLOG DO FERNANDO RODRIGUES

Arruda preso em Brasília: uma decisão histórica
É histórica a decisão do Superior Tribunal de Justiça de mandar prender preventivamente o governador de Brasília, José Roberto Arruda (ex-PSDB, ex-DEM e agora sem partido).
É a primeira vez que um governador tem a prisão decretada em decorrência de um escândalo de corrupção após a redemocratização do país, em 1985. Outros haviam sido presos antes, mas na atual fase democrática Arruda é o primeiro acusado de corrupção e preso preventivamente.

Ou seja, 1 dos 27 governadores brasileiros passou a noite na cadeia, de ontem (11.fev) para hoje (12.fev.2010). Arruda está sendo acusado de obstruir o trabalho da Justiça, pois teria tentado subornar uma das testemunhas do caso conhecido como o “mensalão do Democratas”.

A prisão preventiva do governador tem efeito profilático. Não haverá, por óbvio, uma higienização completa e imediata da política. Mas trata-se de um sinal para todos os políticos: a Justiça está propensa a não tolerar mais certos tipos de comportamento.

É possível que Arruda consiga sair da cadeia daqui a alguns dias. Também é possível que seu processo se arraste por um tempo até o julgamento final.

O importante, entretanto, foi a prisão de ontem. A inevitabilidade da punição inibe a prática do crime. Ninguém furta uma barra de chocolate no supermercado se tiver certeza de que pode ser apanhado e punido. Maus políticos envolvem-se em corrupção porque nunca vão para a cadeia.

Ou seja, mesmo que mais adiante Arruda possa aguardar julgamento em liberdade (até porque não condenado em definitivo), a importância é relativa. Ele já foi preso. Passou pelo constrangimento de dormir na cadeia.

Esse fato é um divisor de águas. Terá efeito radical sobre todos os outros governadores, prefeitos e políticos brasileiros em geral. A partir de agora, todos sabem que, dependendo do abuso, podem parar dentro da cela de uma delegacia.

A Justiça deu ontem uma lição aos políticos: qualquer um pode ir para a prisão na democracia brasileira.

E esse é um fato muito positivo. Deve ser comemorado."

Anónimo disse...

Se os politicos em Portugal tivessem que passar pelo crivo possivelmente iriam passar quase todos pela prisão. A democracia exige mesmo isso, o povo não precisa de parasitas isentos; então os direitos não são para todos?

Anónimo disse...

ALMADA NAO TEM ANIMAÇAO, a noite é uma tristeza, a costa ta uma ruina e cheia de vandalos, espaços fechados, a avenida de almada esta morta. sem ninguem la vai passando um velho ou outro. nao existe nada para os jovens. entao a noite é uma tristeza. axo q deviam levar a presidente de camara conhecer as ramblas espanholas e ver a animaçao e uma cidade cheia de jovens e animaçao... cada vez existem menos lojas no centro de almada...

Anónimo disse...

A presidente deve ser levada é daqui para fora, porque ela não tem intelecto sequer para compreender que Almada deve ser para os almadenses e não para a servir e ao partido comunista, quanto mais para perceber as ramblas espanholas ou de Barcelona.
A presidente da Câmara municipal de Almada é nesse aspecto uma analfabeta funcional em gestão autárquica.
É medicridade.

Anónimo disse...

Oh Caparicano,
És mesmo burro, por acaso sabes o que é uma azinhaga? Olha! Não é uma auto estrada, já agora seu ignorante uma estrada municipal não é uma IC, mas como és um jumento só sabes dizer mal de quem não conheces deseje-te uma forte dor de dentes e uma diarreia daquelas que até faz doer o C … .

Al-Ma'dan disse...

Caparicano,
Boa tarde.
Sou insuspeito de simpatias por MES y sus muchachos mas neste caso ela está inocente.
Vamos por partes: o IC20 está agora sob a jurisdiçao da concessionária do Baixo Tejo que está a construir o IC32 entre a Trafaria e Coina.
Nos nós do IC20 a concessionária já colocou novas luminárias.
As do separador central foram retiradas para colocar posteriormente outras novas. O tapete de asfalto também vai ser melhorado (penso já ter sido aberto concurso pela concessionária para isso) pois como está é inclusivamente fonte de insegurança para a condução.
Como sei tudo isto?!
Porque contactei a concessionária há alguns meses atrás e fui informado pela mesma destas démarches.
Portanto, vamos ter de esperar.
Quanto ao centro de Almada a história é completamente outra.
É óbvio que MES y sus muchachos não sabem gerir uma terra como Almada. É óbvio que a competência para administrarem (mal) Almada lhes saiu na farinha Amparo. É óbvio que MES talvez nem para gerir uma favela sirva.
Mas, também é óbvio que os principais culpados são os almadenses que lá foram "botar" na tiazinha.
Agora, comemos todos pela mesma medida: os que votaram e os que não votaram em MES.
E Almada continua na sua curva descendente.
Resta, aos almadenses de boa vontade, tudo fazerem para minorar os estragos que esta senhora persiste em fazer em Almada.

Al-Ma'dan disse...

Caro anónimo de Domingo, Fevereiro 14, 2010 3:43:00 PM,
Não podemos comparar as Ramblas Barcelonesas nem a Gran Via Madrilena (para só citar dois casos) com nenhuma outra cidade portuguesa.
Em todos os aspectos, as cidades espanholas estão a anos luz das nossas, inclusivamente de Lisboa e Porto. Claro, nem tudo é perfeito!
Mas, sem dúvida, cidades muito melhores que as portuguesas.
Eu, por exemplo, sou um admirador fervoroso da cidade de Madrid, a qual visito assiduamente, e as diferenças são abissais.
Por exemplo, o alcalde de Madrid do PP, Alberto Ruiz Gallardón, tem feito uma obra que, ainda que discutível,como qualquer outra, é para mim notável. E eu não morro de simpatias pelo PP, mas aqui o que está em causa é o trabalho realizado por este edil.
Só para ter uma ideia, e numa área que me é claramente cara, os espaços verdes.
Pois o ayuntamiento de Madrid criou nos últinos anos um sem núemro de novos parques, remodelou e ampliou outros mais e plantou por todas as calles centenas de milhares de novas árvores.
Assim, não é de estranhar que Madrid seja uma das capitais europeias com maior área verde por habitante.
Mas, com isto, nem mesmo Lisboa pode competir.
Agora na nossa pobre Almada... entregue a incompetentes de marca maior, sem visão e agarrados ao passado, que se pode esperar ?

Anónimo disse...

Al-ma’dan
Deves conhecer bem a Espanha, mas deve ser à conta das cotas dos sindicalizados, engordaste um pouco à minha conta, menos um sócio menos uns trocos para te divertires. hahahahaha

Anónimo disse...

o meu exemplo das cidades espanholas foi nesse sentido. principalmente vêm as cidades como motor da economia regional e nacional, as pessoas compram localmente, socializam localmente, saem, divertem-se, cuidam. Almada tá uma triste figura, betao que mais parece que vivemos numa prisão com candeeiros por todo o lado,a rvores asfixiadas e fontes q transbordam, sem falar de um comboio q rasga a cidade... e porquê? porque sim, porque apetece e porque eles é q sabem. Admitir q se erra é uma grande virtude, coisa q n espero que aconteça, Almada vai continuar a cair. Olhem para a costa os milhoes ali enterrados cada onda que passa la vai mais um milhao gasto em... AREIA! ALGO VAI MAL NESTA TERRA! Nao podem maltratar os comerciantes e empresarios de almada q a muito custo investem á anos aqui, muito de costas voltadas a quem nada, porque simplesmente n quer saber! Uma cidade SAUDAVEL A NIVEL ECONOMICO COM O MOTOR ECONOMICO A FUNCIONAL REPRESENTA POSTOS DE TRABALHO, MENOS EXCLUSAO SOCIAL E MENOS CRIMINALIDADE. Ja repararam que a chamada cultura q prolifera em Almada é de vao de escada? A ARTE URBANA directa dos livros comunistas e do ferro velho do alfeite, as estradas aos ESSES, passeios e parques de betão bem cinzento... Sim é lindo passear no Metro para vermos a bela merda de cidade que isto se tornou...